sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Sons banais




Olhava para o abismo que se desenhava à sua frente, como se ele exercesse uma forte atracção sobre ela. A paisagem era árida, daquele pó velho onde nem as ervas daninhas conseguem proliferar, mas ela sentia-se atraída pela imensidão virgem daquele espaço, pelos gumes afiados das rochas que se erguiam até si.
Continha a respiração para que nada interferisse com aquele momento.
Dentro de si as emoções eram tumultuosas, sobrepunham-se umas às outras à espera de vez para explodirem, mas ela ignorava-as e continuava a absorver aquele momento, como se nada mais existisse.
Sabia que do outro lado os picos eram bem mais afiados, que havia decisões para tomar, medos para ultrapassar, vidas por trilhar…
Nada disso importava, apenas aquela imensidão que a abraçava e a fazia sucumbir.
O voo da águia cruzou o seu olhar e obrigou-a a despertar da sonolência mórbida em que tinha mergulhado.
Virou costas ao frio cujas garras se tinham afiado na pele quase violeta e fugiu daquele instante de descoberta.
Voltou costas ao infinito em que, por momentos mágicos, tinha mergulhado e regressou aos sons banais do quotidiano finito.
As palavras surgiam vindas do nada e, ao abrir a porta de casa, sabia que não lhe seria permitido adiar a conversa que tantas vezes ensaiou.
A vida recusava-se a esperar na soleira da sua porta.

194 comentários:

anderson eduardo disse...

Que lindo, fico sem palavras pra comentar... este texto fala por si só..... muito lindo... abração e bom final de semana

Ana S. disse...

Oi Carla.
quando as palavras precisam ser ditas, não adianta adiar. :)
beijos

kubota mini excavator disse...

yeah! its much better,

skid loader rental disse...

very clever.

loader operator disse...

when will you go online?

varal experimental disse...

Quanta inspiração!

Adorei.

Bjs

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

Nem precisava de imagem... óptima descrição!


beijinhos

Anónimo disse...

Deu no blog do Don Oleari:
"E para a sensível e instigante Carla..."
Curiosidade ou mata a gente ou desperta novas possibilidades.
bjs Noeme Margarida

Cadinho RoCo disse...

Quando a vida resolve não querer esperar o jeito é avançar.
Cadinho RoCo

Rafeiro Perfumado disse...

Se a paisagem era assim tão árida, cá para mim foi um abutre que a sobrevoou, e não uma águia...

EternaApaixonada disse...

Amiga Carla,

Tuas "palavras em desalinho", sejam elas versos ou prosa, me encantam.
Cada página tem o toque mágico!

Nesta os "sons banais" incitam ao enfrentamento da vida, não lhe deixando mais a postergar decisões... Linda coragem!

..."As palavras surgiam vindas do nada e, ao abrir a porta de casa, sabia que não lhe seria permitido adiar a conversa que tantas vezes ensaiou.
A vida recusava-se a esperar na soleira da sua porta".

Sublime!

Que a amiga tenha somente alegrias e inspiração em teus dias!

Beijos carinhosos da Helô

wind disse...

Excelente o modo como descreveste "A atracção pelo abismo" e como ela resolveu viver para essclarecer as coisas.
Muito bom:)
Beijos

Luiz Caio disse...

Oi Carla! Como vai?
Não adianta tentar-mos fugir de uma dura realidade! Ainda mais fugindo da vida!... Chega um momento em que temos que enfrentar o bicho de sete cabeça...

TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA!
BEIJOSS.

GUILHERME PIÃO disse...

Quantas vezes passei por isto e no final tudo deu certo.
Abraços

João Norte disse...

Bonito. Gostei deste texto. voltarei.

Gilbamar disse...

Ah,esses momentos inadiáveis! Em chegando, cabe-nos enfrentá-los de peito aberto e coração apaziguado.

Que Deus conceda um lindo fim de semana para você e os seus entes queridos.

Abraços.

Joao Norte disse...

Muito bonito.

jo ra tone disse...

Carla,
Linda viagem à terra de ninguém
Bjo
Bom fim de semana

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Sublime texto, querida. De onde tira tanta inspiração. Sua vida deve ser realmente muito rica em experiências e cultura.
Eu vou voltar a fazer as resenhas, Carla, mas preciso recuperar-me, pois o golpe que sofri foi muito duro. Não sei nem como estou conseguindo traduzir letras de músicas, poemas. A resenha exige um pensamento lógico concatenado, mas a tristeza é tão grande que não dá.
Beijos, querida, e bom fim de semana,
Renata

Alone disse...

Parabés pela colocações! ótimo texto! eeee imaginação fértil !

Agulheta disse...

Carla. Pois muitas vezes temos de sentir o abismo,para voltar a realidade,mesmo em vôo ou sons.
Beijinho bfs.obrigada pela visita

claras manhãs disse...

Eu não sei se é a vida que se recusa a esperar, ou se somos nós que recusamos esperar pela vida.
Queremos VIVER!

beijinho

Celamar Maione disse...

É do medo que nasce a coragem para
as mudanças que precisam ser feitas.
Excelente final de semana.
Boas inspirações !

poetaeusou . . . disse...

*
carla
,
trilhado abismo,
em sucumbido deserto . . .
,
mresias nocturnas, deixo,
,
*

JPD disse...

Olá Carla

A experiência ensina-nos que sempre que se avançar, a cautela recomenda, que o façamos de maneira a conservar espaço para recuar.
Às vezes é crucial.
Não há que temer nada, sequer que os parentes caiam na lama... (Mas esse é um ditado popular.)
Os militares, esses nunca recuam. Dão meia volta e continuam em frente!
Bjs e bfsemana.

Eduardo Aleixo disse...

O voo da águia
nos ensina
nos ilumina
nos salva
sempre.

Bom fim de semana.
Bjs

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Carla, belíssimo texto... Tão belo que por si só diz tudo... Votos de um bom fim de semana!... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Maripa disse...

A vida não espera mesmo...e quando há,decisões a tomar e medos para ultrapassar não adianta enterrar a cabeça na areia...não se deve,não adianta adiar.

Um belo texto que diz tanto!

Beijinho,Carla.

Vieira Calado disse...

Gostei do modo como o texto está escrito: prosa, suficientemente impregnada de poesia.
Bjs

Ana disse...

Há momentos assim, em que o abismo e a aridez do que nos rodeia ajudam a fazer nascer as palavras que não podem ser adiadas.
Um texto excelente, Carla.
Um beijo.

Táxi Pluvioso disse...

A vida é aquilo que passa quando fazemos outra coisa, não foi o Lennon que disse algo parecido?

Vou linkar este blog ao meu. Gosto de desalinho...

Val Du disse...

Tem coisas que não podem ser adiadas...é a vida.

Bom final de semana.

Beijos

Fatyly disse...

Nada como dar visibilidades aos "sons banais" que existem sempre, mas que por vezes não os escutamos e à beira do abismo, embrenhados em paisagens empoeiradas absorvendo imagens que entopem tudo, dá-se um clik e as forças surgem e com coragem enfrentamos os "grãos dolorosos" que os mantinhamos num retina invisível e interiorizada.

Por vezes também me surgem "imagens cheias de pós" mas não lhe dou tempo já que aprendi nas duras curvas da vida a praticar: "a pega pelos cornos do próóóóblema e revirá-lo":):)

Mais uma prosa fantástica e as tuas metáforas são inéditas. Parabéns!

Um bom fim de semana para ti e para os teus e um beijo em geral

mfc disse...

Ouvir o silêncio tem o condão de nos clarificar as ideias... e força nisso, não engulas as palavras que tens de dizer!

Cristiana Fonseca disse...

Olá Carla,
em primeiro lugar, deixo minhas desculpas pela ausência, estava a atrabalhar.
Tua escrita é encantadora, escreves com punho e alma
Lindo fim de semana
Cris

Carolina Montenegro disse...

Que texto magnífico, adorei!

TINTA PERMANENTE disse...

À soleira da sua porta ou, sei lá, mesmo naquela imensidão de pó velho, agora já nada é como antes de serem descritos: estão lá, palavras, um suave som melódico lhes ressoa...
Belo texto!

abraços!

Véu de Maya disse...

muita sensibilidade e lucidez na tua bela narrativa[ quase poética]...
Como narrativa uma profunda interpelação, existencialmente perfeita...Gostei imenso de ler.

mimos

heretico disse...

bonito texto.muito bem escrito

beijo

cõllybry disse...

Vezes há que o sntir é o proprio abismo,que atrai irresistilvelmente
porem sempre algo nos desperta...

Beijitos ternos

Son Poemas disse...

Me gustó mucho.

Gracias.

f@ disse...

As urgências são para resolver... fechar e abrir círculos.. continuar em espiral a vida até ao infinito...
bj das nuvens

Inês disse...

Gostei mesmo, está lindo.

anamorgana disse...

Gostei muito deste texto. BEIJOS
anamorgana

Ana Martins disse...

Olá Carla,
a vida sempre se recusa a esperar, e as decisões não devem ser adiadas, às vezes quanto mais se adiam, mais dificeis se tornam.

Belo texto.

Beijinhos

Filoxera disse...

Aridez interior? Conheço...

Pedro disse...

Oh, que lindo... A imagem é um espanto!

A vida é o voo da águia que não se resigna. ;) Que as emoções nos assolem!

João da Silva disse...

Carla, você me emociona muito, sempre. "Voltou costas ao infinito em que, por momentos mágicos, tinha mergulhado e regressou aos sons banais do quotidiano finito.
As palavras surgiam vindas do nada e, ao abrir a porta de casa, sabia que não lhe seria permitido adiar a conversa que tantas vezes ensaiou.
A vida recusava-se a esperar na soleira da sua porta. " Isto é das coisas mais lindas que já li nos últimos tempos. É profundo como um abismo, oxigena o cérebro como o ar mais puro e lenifica a alma como o bálsamo, a panacéia de que precisamos para prosseguir no combate.
Adorei.
Beijos, linda!

Fernando Rozano disse...

rico e denso, envolve e desperta, mostra, revela e segue. texto magnífico. meu abraço, Carla.

rosa dourada/ondina azul disse...

Muitas vezes, esses momentos nos dão o balanço para sair e seguir em frente :)))



beijinho,

Gabriela de Sousa disse...

Olá!

É, a vida não adia mesmo. Aliás, eu acho que para tudo na vida temos uma oportunidade, é pegar ou largar. Não adianta largar a pensar que se pega depois; a oportunidade já foi. E para quê adiar o inadiável? Há que encarar as coisas de frente, quando são é porque têm de ser. Eu noto que há dias em que, por mais que fuja de alguma coisa, parece que essa coisa me persegue mesmo que eu tome um rumo diferente, tome outras decisões. E, no fim, do dia, acabo por encará-la. É algo que tem de ser. Não acredito no determinismo, mas acredito que para tudo há uma razão... ou talvez não será o inadiável o responsável pelo capítulo seguinte da minha história?

Beijos

L.Reis disse...

...e quando entra assim...porta adentro...nem sequer tem o cuidado de limpar os restos de mundo no capacho da soleira...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Carla:
Tudo o que você escreve fica tão lindo, que não tenho nada a acrescentar. Iria macular o seu texto. Querida, o que você tanto queria aconteceu: voltei a escrever sobre filmes!
Um beijo,
Renata
Feliz Dia das Crianças!

Nuno de Sousa disse...

Lindissimas palavras e sempre cheia de inpiração na escrita, devias colocar isso tudo num livro.
Bjs
Nuno

mdsol disse...

Carla, oh Carla

Obrigada! Nem imaginas como me "assenta" este texto"
:)))))))

vero disse...

Olá querida amiga.
gostei muito,mas mesmo muito deste teu texto!!!



Beijinhos grandes ***

Betânia Lisboa disse...

Minha querida Carla,
Fiz de seus pensamentos os meus, incorporei a personagem de seu conto e senti um fascínio pelo abismo.
Uma viagem instigante.
Tenha uma semana linda.

o que me vier à real gana disse...

... É pr'ámanhã...
Não, é pr'a hoje, surgiu a faísca despoletadora, há que dar sequência ao processo. Discurso!

Olá, bom Domingo. Se puder comentar o novo post do "real gana"!...

gotadevidro disse...

Bela esta prosa poética

Adorei

Muito envolvente

um beijo

xistosa - (josé torres) disse...

Só não sei se abriu a porta, depois de encerrar a janela, para sair, da adunca, daninha, tumultuosa e poirenta vida quotidiana e deslumbrar-se com a imensidão duma qualquer rua.
Fez a troca dum abismo, dum inferno, pela liberdade das palavras perdidas, soltas em fragmentos, para um e outro lado.
Despediu-se da vida caseira e partiu em liberdade ...

Késia Maximiano disse...

Q lindo!!!! Sua maneira delicada e ao mesmo tempo forte, de escrever, me encanta cada vez mais...

Bjos

Só Eu disse...

Texto lindissimo.
As palavras só devem ser substituidas pelo silencio se este for maior que as próprias palavras...
Beijinhos e parabens

Carla disse...

Anderson Eduardo
as palavras têm esse dom
obrigada
beijs

Carla disse...

Ana S.
a vida ensina-nos isso mesmo
beijos

Carla disse...

kubota mini excavator
yes

Carla disse...

skid loader rental
ok

Carla disse...

loader operator
:)

Carla disse...

Varal Experimental
há momentos assim na vida de cada um de nós
beijos

Carla disse...

-e seu eu fosse
...pois mas as imagens são fortes
beijos

Carla disse...

Noeme Margarida
espero que tenha aberto novas possibilidades e que sempre que quiseres passes por este espaço.
Tens blog?
beijos

Carla disse...

Cadinho Roco
...até porque a vida é quem manda
beijos

Carla disse...

Rafeiro perfumdao
...até pode ter sido...mas aos meus olhos era uma águia (é o que faz ser do benfica!)
beijos

Carla disse...

Eterna apaixonada
fico verdadeiramente felz por gostares das minhas palavras...em desalinho!
mesmo sabendo que a vida nem sempre se pinta em tons de rosa...a verdade é que temos que lutar pela nossa felicidade
beijos

Carla disse...

Wind
...apesar das dificuldades que ás vezes a vida nos "oferece" a verdade é que ela é uma dádiva
beijos

Carla disse...

Luiz Caio
tens toda a razão...e nessa altura fugir não é solução
beijos

Carla disse...

Guilherme Pião
...isso é o que verdadeiramente importa...que no final tudo dê certo
beijos

Carla disse...

João Norte
ainda bem que gostaste
volta sempre
beijos

Carla disse...

Gilbamar
...e encontrar coragem para o fazer
beijos

Carla disse...

João Norte
obrigada
beijos

Carla disse...

Jo ra tone
...é mesmo à terra de ninguém
beijos

Carla disse...

Renata
ainda bem que estás a conseguir superar todos os problemas
beijos

Carla disse...

Alone
...a imaginação multiplica-se :)
beijos

Carla disse...

Agulheta
...por vezes o abismo é a única forma que existe de nos despertar para a vida
beijos

Carla disse...

Claras Manhãs
...queremos viver, embora nem sempre da melhor forma
beijos

Carla disse...

Celamar
...ou do fim do medo...
beijos

Carla disse...

poeta eu sou
...talvez por isso adore o deserto
beijos

Carla disse...

JPD
...que dizer depois das tuas sábias palavras
beijos

Carla disse...

Eduardo Aleixo
...temos é que deixar que isso aconteça
beijos

Carla disse...

Fernanda
...que bom
beijos

Carla disse...

Maripa
...até porque os problemas não fogem...permanecem ou agravam
beijos

Carla disse...

Vieira Calado
...até porque a poesia está em cada um de nós
beijos

Carla disse...

Ana
...porque as forças surgem por vezes vindas de um nada tão remoto que não julgávamos existir
beijos

Carla disse...

Táxi pluvioso
não conhecia...mas gostei de ler
obrigada por me linkares
beijos

Carla disse...

Val Du
tem mesmo...a vida assim é
beijos

Carla disse...

Fatyly
...e as tuas palavras são como uma dessas paisagens onde conseguimos ir beber alguma da força que nos faltava
beijos

Carla disse...

mfc
...até porque podem ficar presas na garganta
beijos

Carla disse...

Cristiana
...pois a vida é feita de prioridades
obrigada pelas palavras simpáticas
beijos

Carla disse...

Carolina
obrigada
beijos

Carla disse...

Tinta permanente
e são essas palavras que nos ressoam na alma que nos fazem encontrar forças para prosseguir
beijos

Carla disse...

Véu da maya
...a lucidez que os sentimentos permitem
beijos

Carla disse...

Herético
obrigada
beijos

Carla disse...

Collybry
uma outra análise do sentir, mas que tem o seu fundo de verdade
beijos

Carla disse...

Som poemas
obrigada
beijos

Carla disse...

F@
assim tem de ser
beijos

Carla disse...

Inês
obrigada
beijos

Carla disse...

Anamorgana
obrigada pela tua sensibilidade
beijos

Carla disse...

Ana martins
...a vida a isso me ensinou
beijos

Carla disse...

Filoxera
...num ou noutro momento da nossa vida acho que já todos sentimos essa aridez
beijos

Carla disse...

Pedro
...obrigada pelas palavras e pelo olhar pela imagem
beijos

Carla disse...

João da Silva
e os teus comentários também me emocionam pelos sentimentos que transmitem
beijos

Carla disse...

Fernando Rozano
...um pouco aquilo que a vida faz connosco
beijos

Carla disse...

Rosa Dourada
...quase sempre, se os soubermos entender
beijos

Carla disse...

Gabriela de Sousa
...tlavez porque adiar nos impeça de viver. Então o melhor é mesmo assumir as coisas e evitar rodeá-las
beijos

Carla disse...

L. Reis
...e quando assim é o melhor é deixar entrar
beijos

Carla disse...

Renata
que bom que voltaste a escrever
passo já para ver
beijos

Carla disse...

Nuno de Sousa
...obrigada pela simpatia
...talvez um dia pense nisso
beijos

Carla disse...

mdsol
...amiga que bom que assim é
beijos

Carla disse...

Vero
obrigada
beijos

Carla disse...

Betânia
...fico feliz quando quem lê o que escrevo consegue incorporar o sentido das minha spalavras
obrigada
boa semana para ti também

Carla disse...

O que me der...
é p'ra hoje...está tudo dito
beijos

Carla disse...

Got de vidro
ainda bem que te deixaste envolver
beijos

Carla disse...

Xistosa
...isso é sempre o mais difícil abrir a porta rumo à liberdade...todos ambicionamos isso, mas nem todos sabemos como viver essa mesma liberdade
beijos

Carla disse...

Késia
...obrigada pelas simpáticas palavras
beijos

Carla disse...

Só eu
assim é...mas por vezes o silêncio é bastante poderoso
beijos

Amaral disse...

Carla
Bonito.
Boa semana.
Bjo

Carla disse...

Amaral
obrigada
boa semana para ti também

Rei da Lã disse...

A vida recusa-se sempre a esperar, Carla...

;)

Andreia do Flautim disse...

Uma boa semana para ti!

Carla disse...

Rei da lã
...e se calhar ainda bem que assim é
beijos

Carla disse...

Andreia
uma boa semana para ti também
beijos

Golfinho disse...

como foge o tempo quando as palavras são poucas, para descrever o que se quer, ou, o momento...e de repente, passou.

Carla disse...

Golfinho
...passou o tempo e a vida fugiu...
beijos

Pearl disse...

A vida não espera...mesmo!

beijo

(adorei)

Carla disse...

pearl
nós é que julgams que tenos uma vida inteira...mas desde que nascemos que começamos em contagem decrescente
beijos

Nuno disse...

Olá! O que posso dizer sobre este texto e esta imagem? Existem belas paisagens que são perigosas ao mesmo tempo, mas mesmo assim, por instantes esquecemos o medo e seguir com a nossa vida. beijos e uma boa semana!

Carla disse...

Nuno
a verdade é que de uma forma ou de outra todos nós já sentimos uma atracção irresistível pelo abismo
beijos

Luis F disse...

Vim agradecer mais uma visita e aproveitar para novamente navegar neste teu belo canto, em tão belas palavras.

O teu texto fala por si...

Lindo, por isso estás de parabéns por este momento que aqui nos dás.

Com amizade
Luis

Cláudia Pinho disse...

aquela ultima frase está muito filosófica...deixa mesmo uma pessoa a pensar.
um beijo

.::Borboleta::. disse...

'...a conversa que tanto ensaiou.'

lindissimooo*
beijinho

elvira carvalho disse...

Quando a hora é de tomar uma decisão, cada adiamento é um salto no escuro.
Um abraço e uma boa semana

Carla disse...

Luis F
agradeço a tua visita e as palavras amáveis
beijos

Carla disse...

Claúdia Pinho
...porque a vida também exige uma preocupação constante
beijos

Carla disse...

Borboleta
...mesmo assim, o melhor é quase sempre improvisar...nestes casos os ensaios são quase sempre adiamentos
beijos

Carla disse...

Elvira
e nestas situações um salto no escuro pode ser sempre perigoso
beijos

vera disse...

Bem, e o que é que te posso dizer? Por vezes os teus textos deixam-me completamente sem palavras... Continua porque os teus textos ao contrários dos "sons banais", não são nada banais... são liindoooosss!!
beijinhos

Carla disse...

Vera
...obrigada
beijos

Dias disse...

Espero que da soleira da porta para dentro, os passos não tenham encontrado nenhum abismo.

Bom texto.

Beijo

Carla disse...

Dias
...seria uma sucessão pouco agradável de abismos
obrigada
beijos

Twlwyth disse...

São os sons mais banais que nos sustentam para seguir em frente.
Bom texto! :)

Beijo

Carla disse...

Twlwyth
porque a banalidade só o é se nós quiseremos
beijos

O Árabe disse...

Assim é, amiga... a vida nunca nos espera! Boa semana.

Carla disse...

O Àrabe
...não espera mesmo
beijos

Paula Raposo disse...

Belo texto! Beijos.

Nilson Barcelli disse...

Excelente texto onde relatas, ainda que de forma propositadamente diferente, dois momentos que nos acontecem por vezes: a atração pelo abismo e o cair na real.
Parabéns pela tua criatividade e pela excelência dos teus textos.
Beijinhos.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Carla:
Preciso que você vá com urgência ao meu Blog e ponha um comentário no meu novo post.
Renata
Se não fosse urgente, eu não a chamaria

Just me disse...

Aridez da Vida... Magnifica

Toninho Moura disse...

Viver! Acima de tudo, viver!
Beijão!

Os dois tiras que são parceiros da Viatura 2112 voltaram com nova aventura.
CV e SR aguardam por você!
Braços!

Cleo disse...

Carlinha, que texto lindo. "Sons banais", gostei do título, mas que de banais não tem é nada. esses sons vem da alma inquieta. que olhou pro abismo mas não deixou que o abismo olhasse prá dentro dela. você escreve lindamente.
Beijos no coração.
Cleo

bruno mateo disse...

Essa fotografia não permite, de facto, deixar que a sonolência se instale na morbidez (sensualidade)!
Devo ter visto demais...
Beijo regressado.

Carol disse...

Fantástico!

Cleo disse...

Carla, voltei para deixar um mimo prá você,
beijos e bela quarta.
Cleo

http://i418.photobucket.com/albums/pp262/Stardust_049/varios/236-umencanto.jpg

Cadinho RoCo disse...

A vida aceita a espera mas exige ação.
Cadinho RoCo

hiltom disse...

Há momentos que desejamos que tardem mesmo a chegar mas que não podemos evitar.As decisões importantes devem ser tomadas no momento oportuno. Nada nesta vida deve ser adiado.
Tudo tem o seu timing.
Belo texto
boa semana

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Carla:
Estou aqui para agradecer a força dada ontem e para lhe oferecer um POST DE PAZ.
Um beijo,
Renata

Fernanda Vaitkevicius disse...

Lindo teu texto... Lindo teu blog.

O mundo nunca estará perdido se houver lugares como esse e pessoas como você para descrever em palavras o que vai no fundo da alma de todos nós.

Mil beijos.

Fernanda Vaitkevicius

Sei que existes disse...

Há alturas que não dá para adiar mais... Belo post!
Beijocas grandes

Carla disse...

Paula Raposo
obrigada
beijos

Carla disse...

Nilson
...são momentos diferentes, mas que se podem entrelaçar
beijos

Carla disse...

Renata
vou já ver
beijos

Carla disse...

Just me
...em poucas palavras é isso mesmo
beijos

Carla disse...

Toninho MOura
viver...é fundamental
beijos

Carla disse...

Cleo
banais porque são sons que se soltam diarimante em diferentes locais e em diferentes pessoas
beijos

Carla disse...

Bruno Mateo
...creio que viste muito bem
beijos

Carla disse...

Carol
obrigada
beijos

Carla disse...

Cleo
vou já buscar o mimo
beijos e obrigada

Carla disse...

Cadinho Roco
...sim, não aceita uma espera eterna
beijos

Carla disse...

Hiltom
...e a vida não espera, por decisões demoradas
beijos

Carla disse...

Renata
...paz é algo que todos necessitamos, obriada pelo post
beijos

Carla disse...

Fernanda Vaitkevicius
obrigada pela visita e pelas simpáticas palavras que aqui deixaste
beijos

Carla disse...

Sei qu existes
...até porque essas alturas servem para nos lembrarmos que estamos vivos
beijos

Amaral disse...

A imensidão do espaço infinito é companheira e excelente amiga conselheira.
Longe do tumulto, aceitamos o tumulto para o combater com sabedoria.
Só respirando a liberdade da paz interior se fortalecem os sentidos para uma decisão importante.
A vida espera, mantendo acesas as oportunidades que permitem uma mudança para Aquilo que é a Versão mais encantadora de nós mesmos.
... aquela que traz consigo a alegria e a tranquilidade interior...

Carla disse...

Amaral
...talvez por isso a imensidão do deserto exerça um forte fascínio sobre mim
beijos

Sunshine disse...

A vida é cheia de encruzilhadas! Optar pela vida é sempre a melhor escolha.
Beijinhos com raios de sol

Carla disse...

Mesmo sendo quase sempre a escolha mais difícil é ...sempre a melhor escolha
beijos

Eudemim disse...

A vida nunca espera por nós.

Beijos daqui

Carla disse...

Eu de mim
tens toda a razão...não espera mesmo
beijos

Joe disse...

Gostei muito do texto e da mensagem implícita. Custa virar as costas aos sonhos, mas o simples facto de eles existirem pode ser um incentivo para persistir. Continua com as belas inspirações ;)

Eduardo Aleixo disse...

Olá, Carla

Vá ao meu blogue que tem lá um premio para si.
BJ.
Eduardo

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Há paisagens que pela sua imensidão nos fazem sentir demasiado pequenos e insignificantes, da mesma forma que há conversas que inevitavelmente teremos que ter, e das quais de nada nos adianta fugir, que nos fazem ter precisamente a mesma sensação de pequenez.
Bjs.

Carla disse...

Art of love
é exactamente essa sensação de pequenez que nos assusta
beijos

Carla disse...

Joe
muitas vezes é mesmo aos sonhos que vamos buscar força para enfrentarmos a realidade
beijos

Carla disse...

Eduardo Aleixo
obrigada pelo Mimo
passou já pelo teu belo espaço
beijos

Don Oleari disse...

Carla:
voltei a este texto do abismo novamente. Hora dessas, vou "psicogarfar" para oferecer à meia dúzia e meia de leitores do meu blogui - se você me der sua permissão, claro!
Beijo.
Do Oleari

Carla disse...

Don Oleari
sirva-se de todos os textos que quiser...é com orgulho que os verei no seu espaço
beijos