terça-feira, 14 de abril de 2009

Horas vazias



Vazia como apenas o nada consegue estar.
Vazia como apenas a dor consegue ser.
Vazia como apenas o silêncio consegue dizer.

Tão grande o espaço deste vazio
Que oculta palavras esquecidas dentro de nós!
Tão imensa a ausência do real
Que apaga o desejo semeado em mim!
Tão intenso este passado de mágoa
Que afasta o corpo da minha alma!

No céu a lua esconde grossas lágrimas
Pérolas da noite em deserto de sentimentos
Caminha o medo ao meu lado
Companheiro inseparável de horas vazias!

210 comentários:

1 – 200 de 210   Mais recente›   Mais recente»
Pandora disse...

O medo não deve ser o teu companheiro das horas vazias, mas sim a esperança!

Um beijo

wind disse...

Angustiante.
Beijos

Rafeiro Perfumado disse...

Por acaso hoje, olhando para o céu, não é a Lua que esconde grossas gotas, são mesmo as nuvens, que esperam eu sair para almoço, as sacanas... Beijoca!

Maria Clarinda disse...

Lindo, o teu poema...
palavras não tenho...posso ficar em silêncio e com o teu poema?
Jinhos mil

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carla, como sempre belo poema...Espectacular....
Beijos

mateo disse...

A minha dúvida:
não será um desperdício trocar momentos felizes (Há a Felicidade na nossa vida?) pela segurança?
Beijo.

Nuno de Sousa disse...

Lindo minha boa amiga Carla,
Mais um belo momento de poesia pura e bela, aqui nada está vazio pois enches-nos de algo belo com o que sabes fazer... escrever.
Adorei imenso este post e que bela imagem...
Bjs e uma boa semana para ti,
Nuno

Max Psycho disse...

belo poema, porém garanto garanto que seu carisma e sua beleza, além de sua companhia super agradavel, preencheriam qualquer vazio que alguém pudesse ter, bjus gata, não te conheço pessoalmente mas ja te adoro pelas coisas que tu escreves

Amaral disse...

Tão grande o espaço desse vazio... que nem o silêncio ali pode entrar!...
Poema sofrido e magoado...
O medo não pode ser mais forte, nem o vazio que não existe, nem um passado que magoa...
O poema quer despertar e o poeta quer a força para o fazer...

Roderick disse...

Quando o medo é o nosso companheiro faz com que fiquemos fortalecidos.

inês disse...

a foto está fantástica!

Desnuda disse...

Querida Carla,


Lindíssimo poema, como sempre! Bate fundo e revolve nossos sentimentos essas " Horas vazias"...


Grande beijo!

Faniquito disse...

Oii Carla !!!

Uau... que intenso !!!

Qualquer palavra nesse momento seria... vazia!!!

Beijinhos

Ana

A.S. disse...

Horas vazias...
Se a noite as cerca nuito devagar
são sombras que não querem acordar!

Um beijo Carla!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Carla,

O vazio em suas palavras preenchem o nosso coração.

Maravilhosa semana, querida.

Rebeca

-

Nuno Medon disse...

olá! Então, que palavras melancólicas são essas. Espero que sejam só palavras, e que não te encontres triste. Comeste muitas améndoas de chocolale? Espero que a Páscoa tenha corrido muito bem e que tenha sido tradicional. A minha correu normalmente, mas não foi tradicional :(. beijos e uma boa semana!

Valter Montani disse...

Minha querida Carla,

É sempre um prazer renovado
visitar seu blogue e ser
recompensado
com escritos repletos de
sentimento
que calam fundo na minh´alma
obrigado por dividir conosco
seu talento.
bjs

Valter Montani disse...

Minha querida Carla,

É sempre um prazer renovado
visitar seu blogue e ser
recompensado
com escritos repletos de
sentimento
que calam fundo na minh´alma
obrigado por dividir conosco
seu talento.
bjs

Peter Pan disse...

Simpática Amiga:
Um poema comovente de soltar lágrimas pelo vazio existencial de doçura.
Delicioso. Sedutor e que "respira" pureza e beleza. Muito doce de sentimentos puros.
Lindooooooooo!
Beijinhos de respeito e profunda estima pela sua imensa significação doce.
Adorei!


p.p./Pena

OBRIGADO pela simpatia no meu blog.
Bem-Haja pela amabilidade linda.

Pratas disse...

Vazios impreenchíveis... não fossemos nós seres humanos.

Beijinhos

Luiz Caio disse...

Oi Carla!

É tão triste nos sentirmos assim... Ausentes de nós mesmos!

Que este vazio logo se encha de alegrias!

TENHA UM LINDO DIA, E
UMA ÓTIMA SEMANA!

BEIJOS.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla.

O medo se faz presente nos momentos mais delicados e torna ainda maior o vazio das horas.


UMA SEMANA MARAVILHOSA PARA VOCÊ!!!♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥


http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Cadinho RoCo disse...

Das horas vazias o momento exato para que trate de preenche-las, sem mêdo.
Cadinho RoCo

Agulheta disse...

As horas nunca serão vazias quando se tem aquele amor,mesmo adormecido está lá esperando o acordar.
Beijinho

ZezinhoMota disse...

A Poesia é um alvo
do meu sonhar...
O meu coração está salvo
porque vive para amar!

Nas longas viagens
que o meu pensamento
faz em constante...

Fá-lo a todo o momento
e leva sempre
o meu sentimento...

Agradeço a visita e as palavras.

Bjnhs

ZezinhoMota

ADiniz disse...

Por horas, prefiro deita-me mais cedo para deixar meu corpo descansar,
ir ao meu real encontro,
com meu espirito
e lembrar que estou para amar.
Que a magoa se dilua,
sob o vacuo de entre corpo e espirito.

Bjinhos, que o sol aqueça e realinhe para voltar o equilibriu.

Laura disse...

Lindo e imenso.
De silêncio se faz a minha admiração.

Maria disse...

Não tenho palavras para ti, Carla.
Porque sei o que é o vazio do nada, da dor, do silêncio. O vazio de nós.

Abraço-te, com um beijo

Justine disse...

Breve as grossas lágrimas cairão, e o vazio transformar-se-á em campo arável e fértil!

rui disse...

CARLA.olha eu comentar..mas fico na duvida ..talvez nao entenda....
sabes eu.vivo fora de portugal
leio e escrevo tudo que posso mas tenho as vezes dificuldade de interpretar certas coisas.........
ESTAS HORAS VAZIAS:::::

PODEM SER SOLIDAO...falta de contacto...pode ser tambem ausencia de algo que nessecitamos e nao temos.........
medo o companheiro do dia a dia o que vive connosco..o MEDO PODE SER TANTA COISA :::::::da morte por exemplo...conclusao........

achei muito bem escrito muito sentimento...muita tristeza....
gostava de te dizer.........
ENQUANTO ESTIVERES DE PÉ....que sejas Tu...com medos ou sem medos
nunca deixes de tentar sorrir...
e nunca estás Só.. nunca!.....tem fé e vais por certo sorrir.........

obrigada pelo teu comentario
se nao era isto que desejavas ler da minha parte....olha desculpa
tentei pelo menos......escrever

um beijo.....carla
Rui

Rui disse...

Ou como o vazio consegue encher tanto.

Tatiana disse...

Quando o vazio impera... e as lágrimas ganham força... é hora de deixar o tempo sanar as feridas e cicatriza-las com novos ares.

Estarei na torcida para que os bons ventos tragam a alegria de volta ao seu coração!

Vim apreciar e aproveitar para lhe desejar uma semana maravilhosa!

Beijos com meu carinho

Paula Raposo disse...

Um poema muito belo! Como habitualmente, Carla. Gosto de te ler. Um beijo de agradecimento pelo anúncio do meu livro. Bem hajas.

MEUS PENSAMENTOS disse...

lindo poema carla!
passando para te visitar e deixar um grande bjo!

disse...

Ai ai
Carla até doi..muito triste...por ser tão verdadeiro!
beijos

kuandr disse...

olaaa
andei sumido
voltei a trabalhar e ta sendo um tanto que dificl aparecer
obrigado pelo carinho
fica na paz
ate mais breve =DD

Menina do Rio disse...

O vazio é sempre assustador...

Um beijo pra ti, Carla

Amaral disse...

Carla
Mais um belo poema. Gostei. Parabéns.
Bjo

carlosré disse...

não sei se seguiu o primeiro comentário?
Falava dos silêncios que por vezes são aterradores.
Acompanhados pelos medos são terríficos e quando estes colados a sentimentos de passados de mágoa,... pode ser o caos.
Só não o será porque possuis amigos.
Possuis-me a mim.

BC disse...

Todos nós temos essas horas vazias Carla_______________algumas vezes até sabe bem, outras é solidão e aí....!afastemo-las, eu escrevo!!!
Beijinhos
Isabel

Sindarin disse...

olá querida amiga! o medo esse malvado companheiro k nos persegue. Adorei simplesmente o teu poema e claro adoro-te a ti, por seres minha amiga incondicional e disponível.Nunca conseguirei dizer o qto sou sincvera na minha gratidão, mas ainda o sou mais na admiração k nutro por ti. O meu agradecimento sincero por gostares de mim. Qto ao resto...melhoro mais lentamente do k gostaria, mas o k fazer é esperar. Um imenso beijo obrigada por td a minha Páscoa foi boa. Boa semana

gaivota disse...

uma imagem lindaaaaaaa
mas o nada consegue tanto, mesmo sendo nada e vazio...
e o medo, não existe! mesmo quando caminha dentro de nós, mais intenso, não apenas ao lado...
beijinhos

P.B. disse...

Olá

Posso apenas dizer que mais uma vez fiquei sem palavras ao ler um texto seu? Gostei imenso, mas simplesmente não sei o que comentar!

Beijinhos

Celamar Maione disse...

Vazio.
Imenso vazio que também nos dá inspiração.
Grande beijo, Carla !

Osvaldo disse...

Olá, Carla;

Nada é vazio, quando o coração é grande para ocupar os espaços da solidão...

Transforma as Horas Vagas, em Vagas de paixão para todas as Horas.

Mais um lindo poema que tu tão bem sabes expressar.

bjs, Carla
Osvaldo

São disse...

Desculpa-me a ousadia, mas eu assinaria este teu poema.
Fica bem.

Jaqueline Sales disse...

Bello, amiga!! Gosto de vir aqui em dia de "enorme" sensibilidade - como agora.

BeijUivoooooooooooossssssssss da Loba

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

Por vezes mais vale horas vazias que horas preenchidas.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA AMIGA CARLA... SUBLIME O TEU POEMA... APESAR DO ENORME VAZIO APENAS NO TÍTULO... ADOREI!!!
BEIJINHOS E ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

DE-PROPOSITO disse...

Caminha o medo a meu lado!
-------------------
O medo faz parte de nós. Sem o medo não haveria a ousadia.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Mário Margaride disse...

Querida amiga

Nada mais doloroso, do que sentimos á nossa volta o vazio. E mais penoso ainda, quando o sentimos dentro de nós...

Belíssimo poema!

Beijinhos em duplicado, meus e da Rosana

Uma boa semana com tudo de bom!

Mário

Bandys disse...

São nessas horas vazias que vale a pena reflexão.

Beijos e uma otima quarta

Miguel disse...

"Horas vazias" passam de forma mais lenta quando lidas a outras "tardias". Gostei do "desalinho das palavras" sobretudo confirmando que as mulheres contam-Se no que escrevem...enquanto que eles contam apenas coisas. A poesia não é para mim tão espontânea quanto a prosa. Mas gostei da sua forma de "prosar" também. E voltarei. Abraço

Simples Assim... disse...

Certamente, o poema seu que mais me tocou. Não acho que eu seja uma espécie de sádica. Mas é inegável como a dor, a ausência, o vazio, é uma porta aberta pra beleza, seja em prosa, seja em verso. Acho que é porque, de certa forma, a ausência é uma possibilidade pra presença, presença de uma melancolia, nostalgia do outro, de nós mesmos, que acaba nos colocando em contato com o nossos sentimentos mais íntimos. Enfim, mais um belo post.

Carla disse...

Pandora
por vezes coexistem
beijos

Carla disse...

Wind
...um pouco apenas
beijos

Carla disse...

Rafeiro
...eheheh as nuvens são assim...traiçoeiras
beijos

Carla disse...

Maria Clarinda
...claro que sim. A força do silêncio
beijos

Carla disse...

Chana
obrigada
beijos

Carla disse...

Mateo
legítima a tua dúvida. A primeira resposta que me surge é não. Mas também me questiono se haverá verdadeiramente felicidade na nossa vida
beijos

Carla disse...

Nuno de Sousa
obrigada eu pela simpatia que sempre ofereces...bela forma de afastar o vazio, sem dúvida!
beijos

Carla disse...

Max
com tão doces palavras não há vazio que vença. Obrigada
beijos

Carla disse...

Amaral
porque o poema tem em si a força da spalavras...e estás podem ser a alavanca para a mudança
beijos

Carla disse...

Roderick
por isso é mesmo isso que acontece, outras impede-nos de avançar
beijos

Carla disse...

Desnuda
é bom quando isso acontece
beijos

Carla disse...

Faniquito
Nunca são vazias as tuas palavras
beijos

Carla disse...

A.S.
assim é desde que a noite as cerque e as aconchegue
beijos

Carla disse...

Nuno
a Páscoa correu bem sim, obrigada. Como diria Fernando Pessoa "O poeta é um fingidor, chega a fingir que é dor, a dor que deveras sente"
beijos

Carla disse...

Valter
fico feliz por poder efectuar essa partilha
beijos

Carla disse...

Peter Pan
O vazio existencial pode conduzir à vontade de o preencher
beijos

Carla disse...

Pratas
...não fossemos nós seres humanos. Creio que isso diz tudo
beijos

Carla disse...

Luiz caio
é triste, mas de alguma forma também pode ser compensador!
beijos

Carla disse...

Sorrisos
assim é
beijos

utopia das palavras disse...

Solidões da alma e do corpo, por vezes tão intensamente vazios!

Lindo, Carla! Magoado, forte e...belo!

Um beijo

Carla disse...

Cadinho Roco
esse deve ser mesmo o momento exacto
beijos

Carla disse...

Agulheta
o amor tem esse condão...preencher o vazio!
beijos

Carla disse...

Zezinho Mota
belas palavras
beijos

Carla disse...

ADiniz
que o sol regresse e realinhe a vida
beijos

Carla disse...

Laura
em silêncio te agradeço
beijos

Carla disse...

Maria
Obrigada Maria...acho que todos já vivemos momentos desses
beijos

Carla disse...

Justine
assim é o milagre da natureza
beijos

Carla disse...

Rui
perfeitas as tuas palavras. Agradeço o facto de teres tentado entender o que escrevi de forma tão perfeita
beijos

Carla disse...

Rui
...ou como esse tanto nos consegue atordoar
beijos

Carla disse...

Tatiana
os bons tempos são partes de um tempo que tem sempre duas faces...vão e vêm.
Beijos e obrigada

Carla disse...

Paula Raposo
obrigada e não tens de agradecer
beijos

Carla disse...

Meus pensamentos
obrigada pela visita
beijos

Carla disse...

Vi
a realidade tem sempre duas facetas...uma não vive sem a outra
beijos

Carla disse...

Kuandr
obrigada por arranjares tempo para aparecer
beijos

Carla disse...

Menina do rio
assusta, mas por vezes é necessário para uma introspecção
beijos

Carla disse...

Amaral
obrigada
beijos

Carla disse...

Carlos Ré
o primeiro fugiu...
silêncio, medos e memórias do passado somados podem ser mesmo aterradores, mas tens razão há sempre uma mão amiga que se estende quando precisamos
obrigada
beijos

Carla disse...

BC
...eu também escrevo. Nas horas vazias e nas outras, as palavras podem ser excelentes companheiras
beijos

Carla disse...

Sindarin
eu é que agradeço as palavras sempre belas com que me brindas...para mim a amizade é sempre algo importante e que tudo faço para preservar
beijos e tudo de bom para ti

Carla disse...

Gaivota
o nada consegue muito sim, inclusivé forças para o conseguirmos preencher
beijos

Carla disse...

P.B.
posso apenas agradecer a presença e a amabilidade...
beijos

Carla disse...

Celamar
o vazio pode mesmo fazer isso
beijos

Carla disse...

Osvaldo
esse é o desafio...obrigada
beijos

Carla disse...

São
que bom!
beijos

Carla disse...

Jaqueline
obrigada
volta sempre
beijos

Carla disse...

Jota Ene
por vezes assim é
beijos

Carla disse...

Fernanda
vazio que se preenche
beijos

Carla disse...

De-propósito
pensando bem é mesmo assim. O medo puxa pela ousadia
beijos

Carla disse...

Mário Margaride
mas é uma dor que pode ser ultrapassada
beijos aos dois

Carla disse...

Bandys
reflectir e reorientar
beijos

Carla disse...

Miguel
gostei das palavras que aqui escreveste
volta sempre
beijos

Carla disse...

Simples Assim
a dor impulsiona a criatividade, talverz por isso muitos escritores atinjam o seu apogeu quando estão em fase de sofrimento
obrigada
beijos

Carla disse...

Utopia das palavras
tão intensamente doloroso
beijos

Val Du disse...

O vazio muitas vezes nos enche de aflições.

Passamos por momentos assim, mas superamos.

É um poema profundo, tocante.

Beijos

Nuno Medon disse...

Entendi :) beijos Carla e uma boa quarta-feira de trabalho! *

Eu sei que vou te amar disse...

Linda, horas vazias que se perdem em descontentamento, saudade a sabor a dor...mas ai sentimos que estamos vivas! Porque apenas sentimos!
Um beijo doce

GarçaReal disse...

Quando o vazio se instala, a alma fica perdida no mundo do nada

Muito belo

Bjgrande do Lago

paulofski disse...

Já são horas de aqui estar para deixar um olá bem cheio.

Bjs

José Heitor Santiago disse...

Está vazio o que existe!
E por que existe,
terá de ser preenchido de tudo
e não ser nada!

jhs

Nilson Barcelli disse...

Gostei do teu poema, nada vazio de qualidade poética.
Acerca disso, escrevi em tempos (acho que çleste):

"São penosos os caminhos
se o vazio nos persegue.
É nesse duro caminhar
que depressa concluímos
que é sempre preferível
ter o amor por companhia,
seja lá ele qual for.
Ainda que dele sofrer
não seja apenas
uma pura metáfora poética…"

Cara amiga, bom resto de semana.
Beijos.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Não, o medo, nunca. A solidão, sim, pois nunca é uma companheira capaz de trair. Poema triste, porém belo, como sempre.
Carla:
Postei sobre A Dama das Camélias e apresento algumas obras de Artemísia Gentileschi, além de poemas alheios e meus, flores, o de sempre, embora o Galeria esteja um pouco mudado. Conto com você.
Um abraço,
Renata

© Piedade Araújo Sol disse...

Carla

este teu poema denota uma nostalgia imensa.

está um pouco diferente dos que costmas fazer, mas tem o teu cunho pessoal.

deixo um beij

© Piedade Araújo Sol disse...

Carla

este teu poema denota uma nostalgia imensa.

está um pouco diferente dos que costmas fazer, mas tem o teu cunho pessoal.

deixo um beij

Multiolhares disse...

Não é facil preencher essas horas de companheirismo vazio
beijos

Pedrasnuas disse...

PRIMEIRO O VAZIO ...AGUARDA QUE ESSE VAZIO NÃO É ETERNO...A MARÉ FICA VAZIA MAS DEPOIS HÁ-DE CHEGAR A MARÉ CHEIA...ACREDITA
NÃO PERMITAS QUE O MEDO TE SUBMIRJA!!!

BEIJO

paula barros disse...

Soube descrever lindamente no poema a questão dos vazios.

E o medo preenchendo os vazios.

abraços

Shakti disse...

Lindo, o teu poema...

Ana Martins disse...

Que maravilha!!!!!!!
Parabéns Carla.

Beijinhos,
Ana Martins

Maripa disse...

As suas horas vazias acompanham as minhas mãos vazias.

Há momentos assim...mas que não morra a esperança de haver horas e mãos cheias...

Beijinho,Carla.

tossan disse...

Lindo e grandioso! A arte da escrita poética...Aqui o amor existe. Beijo

Eu, sem clone disse...

Querida, venha preencher um pouco desse vazio fazendo um passeio por lugares meio aventureiros comigo. garanto q ñ sentirá medo!
bjk

Chinha disse...

Momentos na vida em que o vazio se instala. Tudo fica esmaecido e o caminhar é lento.

bjinhos

Muito belo

O Profeta disse...

Mas um beijo às vezes
Faz parar o tempo em seu desvario
Arranca mil sentires à alma
Voa no celeste preso em terno fio

Liberta esta lava incandescente
Transbordante em teu peito palpitante
Dá-te as asas de um pássaro azul
Transforma o eterno em sublime instante


Boa semana


Mágico beijo

•.¸¸.ஐA Borboleta apaixonada pela Rosa disse...

Vazio... Dói...
Que logo chegue a ti a primavera e o verde!


Beijos e borboleteios

manzas disse...

Nos lençóis de seda em mar sereno
Tocam os dedos de um sol madrugador…
Desperta o planar de uma gaivota
No desabrochar de uma fina flor

Desamarro das margens do rio
Batel pintado com cheiro de jardim…
Redes enleadas no engodo do amor
Veste-se tímida a manhã num cais de cetim

Um resto de uma boa semana
Na rota dos sonhos!
Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Carla disse...

Val Du
é importante que o consigamos superar
beijos

Carla disse...

Nuno
Ok
beijos

Carla disse...

Eu sei que...
porque sentimos...e isso faz-nos ficar vivas
beijos

Carla disse...

Garça Real
perde-se em busca de um outro caminho
beijos

Carla disse...

Paulofski
obrigada pelo olá
beijos

Carla disse...

José Santiago
assim é
beijos

Carla disse...

Nilson
li sim...e não é uma pura metáfora poética
beijos

Carla disse...

Renata
lá estarei
beijos

Carla disse...

Piedade
diferente sim...outros sentires!
beijos

Carla disse...

Multiolhares
não é fácil...e nem sempre se quer
beijos

Carla disse...

Pedrasnuas
assim é a maré...assim somos nós
beijos

Carla disse...

Paula Barros
mas nem sempre deve ser o medo a preencher esses vazios
beijos

Carla disse...

Shakti
obrigada
beijos

Carla disse...

Ana Martins
obrigada
beijos

Carla disse...

Maripa
que nunca morra a esperança
beijos

Carla disse...

Tossan
vai-se fazendo por isso
beijos

Carla disse...

Eu, sem clone
uma boa forma de se preencher vazios, sem dúvida
beijos

Carla disse...

Chinha
há momentos assim, mas depois outros surgem cheios de vida
beijos

Carla disse...

O Profeta
obrigada pelas palavras
beijos

Carla disse...

Borboleta
assim é
beijos

Carla disse...

Manzas
belas palavras
beijos

A.S. disse...

Carla... só o amor preenche todos os vazios! O amor é intemporal!...


Ternos beijos!

Aníbal Raposo disse...

Olá Carla,

O poeta preenche sempre o vazio da vida com a plenitude das emoções.

Beijo

Branca disse...

O medo aprisiona, nos deixa angustiados, sem ação...

bjos!

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Há vazios que ecoam no silêncio com uma intensidade tal, que simplesmente nos ensurdessem.
Bjs.

Marta disse...

A dor é o maior vazio de todos...
Mais que as horas...
Poema triste, mas belo...
Gostei imenso...
Beijos e abraços
Marta

Iana disse...

Linda vim desejar-te um doce fim de semana...

Cheio de alegrias...

Deixar-te também meu abraço e beijinhos carinhosos da amiga
Iana!!!

O Árabe disse...

Trite, sim... mas nada vazio este poema, cheio de beleza. Bom fim de semana, amiga, que os teus sonhos se realizem!

angel bar disse...

Encontrei um pouco da minha vida aqui nestas palavras... Um pouco daquilo que se foi desvanecendo...

Convite para "Coffe Shot" no Angel Bar.

Bom fim de semana.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla.


"Amigos são como o vento:
às vezes perto, outras longe,
mas eternos em nossos corações."


BOM FINAL DE SEMANA!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥



http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Oliver Pickwick disse...

Poema dramático e intenso. No entanto a lua passa, e a sua luminosidade virtual é substituída pela do sol, a verdadeira luz que preenche todos os vazios.
Um beijo!

Táxi Pluvioso disse...

"It was a Dark and Silly night" do cartonista do New Yorker. Ele também tem este, creio que inspirado no atendimento público português por telefone. bfds

Mário Margaride disse...

Querida amiga

Passo por aqui, para reler este belo poema, e desejar-te em meu nome e da Rosana, um feliz fim de semana!

Beijos amigos a dobrar...

Mário

Jorge Vieira Cardoso disse...

SÃO AS PALAVRAS QUE NOS CUIDAM, DEIXEM QUE ELAS SE ENTRETENHAM NOS OLHOS DE UM UNIVERSO SEM AUTOR…


BEIJINHO TERNO...

Telma disse...

Os teus poemas são fantasticos. Este esta lindo, lindo. Mas Como diz a pandora tens de ter esperança e muita.
beijos e que essa esperança chegue depressa

Véu de Maya disse...

belíssimo...fora com as horas vazias.

beijinho,

Véu de Maya

Olhos de Mel disse...

Querida amiga, senti tua tristeza, mas dentre uma rara beleza! Horas vazias, mas inversamente cheias de pensamentos, perguntas sem respostas...
Poxa minha amiga, suas palavras bateram forte dentro de mim.
Bom fim de semana!
Beijos

Fatyly disse...

Nas terríveis horas vazias Não tenhas medo...eu, nós estamos aqui...

Como te compreendo!!!

Beijos

jo ra tone disse...

"Não tenhais medo"
Há sempre Alguém
e muitos amigos a teu lado.
Beijo
Bom Domingo

Lmatta disse...

belo poema como sempre
beijos

Texto-Al disse...

mt belo o poema, impossivel n sentir cada verso.

abraço

T.

Paulo - Intemporal disse...

não há vazio que preencha a subtileza deste espaço fantástico e bel.íssimo.
_________________________________

como só tu sabes dizer_____ assim
_________________________________

íssimo beijo meu.

Helena Paixão disse...

Se alguém tem a capacidade de deixar outro alguém assim vazio... é porque realmente não valia a pena.

Um poema que grita angústia... magistralmente escrito.

Bjinhos

Valter Montani disse...

Minha querida Carla, estou inaugurando minha galeria de selos e oferecendo um monte de presentes, entra lá e escolha o que você quiser, bjs e boa semana siga o link:
http://galeriadopoeta.blogspot.com/

mateo disse...

Um poema que estilhaça, Carla!
Rasga como o vidro partido.
Beijo.

aqewa_munina disse...

Acho que o medo nao deve ser o companheiro de ninguem.

Ninguem merece ter esse companheiro*

BeijinhO*

.::Borboleta::. disse...

Uma ausencia minha que trouxe saudades, nao sei se será definitivo o que é certo é que voltei a estas andanças :) e trago um beijinho para ti*

Carla disse...

Anibal Raposo
tens toda a razão
beijos

Carla disse...

Branca
deixa sim, mas também pode ser um convite à luta
beijos

Carla disse...

Art of love
o barulho do vazio pode assustar mesmo
beijos

Carla disse...

Marta
porque a dor aumenta o vazio em vez de o eliminar
beijos

Carla disse...

Iana
obrigada
beijos

Carla disse...

O Árabe
que os teus também se realizem
beijos

Carla disse...

Angel Bar
...um pouco do que todos sentimos uma vez que seja na nossa vida
obrigada pelo cocktail
beijos

Carla disse...

Sorriso
deixo-te um beijo amigo

Carla disse...

Oliver
a luz preenche mesmo todos os vazios da vida
beijos

Carla disse...

Taxi Pluvioso
obrigada pela sugestão
beijos Mário Margaride
uma boa semana para os dois
beijos

Carla disse...

Jorge Vieira Cardoso
que assim cresçam as palavras
beijos

Carla disse...

Telma
a esperança nunca morre
beijos

Carla disse...

Olhos de Mel
há perguntas cuja resposta só pode estar dentro de nós
beijos

Carla disse...

Fatyly
obrigada...eu seiq ue sim
beijos

Carla disse...

Jo ra tone
crei que há sim senhora
beijos

Carla disse...

Lmatta
obrigada
beijos

Carla disse...

Paulo
o vazio quebra-se com as palavras amigas
beijos

Carla disse...

Helena Paixão
concordo integralmente contigo
beijos

Carla disse...

Mateo
às vezes sentimentos esse vidro a rasgar a carne
beijos

Carla disse...

Aquewa
ninguém merece mesmo
beijos

Carla disse...

Borboleta
fico feliz com o teu regresso
beijos

Carla disse...

Texto-Al
obrigada pela visita e pelas amáveis palavras aqui deixadas
voltem sempre
beijos

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor mais uma vez homenageia os amigos queridos com mais um selo, onde a magia acontece, seja ela qual for.
Não existem regras, apenas repasse com carinho para aqueles que fazem a mágica da escrita criar vida.



Beijos jogados no ar, sempre!

-

Lágrimas de Sangue disse...

Tenho medo dos vazios, percebo o que escreves...

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 210   Mais recente› Mais recente»