quarta-feira, 25 de junho de 2008

Inquietudes



Dedilhava os dedos esguios, onde o vermelho La boheme se destacava, ao ritmo da música que dava voz à noite. Era quase um sussurro… um apelo distante para que o seu corpo vibrasse. Estava sozinha, perdida num mar de desejos que a embriagava e lhe roubava a consciência do momento.
As horas tinham-se esquecido dela num canto do tempo que fugia veloz. Tornaram-se meses e destes anos nasceram sem que ela soltasse os seus sonhos nas esquinas da vida. Era um corpo no deserto, existência esquecida entre grãos de areia ardente.
Não se lembra quando é que elas chegaram. Talvez a sua presença fosse uma constante…adormecida, mas real.
Não se lembra da primeira vez que elas lhe roubaram o conteúdo do sono obrigando-a a sonhar acordada.
Não se lembra das gotas de chuva que caíram na sua pele banhada de um sonambulismo pálido.
Lembra-se apenas de ser invadida por um desassossego, de um alvoroço descontrolado a alastrar dentro de si, uma ansiedade sem medida a roubar-lhe a realidade ausente em que vivia!
Inquietudes que chegavam de mansinho, como a espuma das ondas que de madrugada beijavam a orla da praia.
Inquietudes que cresceram, ramificando entre o seu ser e o seu pensamento.
Inquietudes que comandaram os seus dias, vestindo de certezas ocultas os seus esquecidos quereres.
Nessa noite vestiu o seu sorriso de água cristalina adormecido no armário da amargura; salpicou o corpo desperto de um perfume condimentado por gotas de feitiços mil; rosas acetinadas, rubras e bravias desceram pelos seus seios em trajes de desejos; cintilavam no seu olhar brilhos felinos do (re)encontro.
Com a solidão a tiracolo, fechada na carteira dourada- toque final do seu desígnio, abraçou a frescura da noite antes da vontade esmorecer.
Partia sem destino, mas com vontade. Atenta aos sons, às cores, ao sabor da descoberta. Quando entrou no bar, onde os dedos dedilhavam na mesa, olhou para o espelho longo que pintava a parede e admirou-se com aquela desconhecida que a mirava com um olhar de gozo. Aos poucos conseguiu reconhecer-se vinda de um mundo há muito esquecido.
Gostou do que viu. Sentia em si, a chama de outros olhares.
Eram inquietudes, mas vestidas com um novo traje, com o longo traje da paixão!

172 comentários:

wind disse...

Excelente prosa cheia de inquietudes de sentimentos, o que tu valorizas muito e bem:)
Beijos

pinguim disse...

A paixão, sempre indpiradora de belas palavras...
Beijinhos.

Anónimo disse...

Pensas... vês o tempo que te foge por entre os teu dedos… não encontras a forma de segurar de forma firme o teu caminho … o teu destino…como fazê-lo? Irrrrraaaa como fazê-lo…
Procuras … e procuras… sentes o vazio a ansiar por ser preenchido… tens o que tens mas não te basta… porque o que tens nunca foi, não é o que queres…anda vai caminhar pela praia … contempla as ondas desalinhadas… tenta ver nelas as planícies douradas … estende a tua mão… ao mar para o meu corpo te abraçar… estende a tua mão ao ar para eu ser o teu respirar … estende o teu corpo no vazio… porque estarei lá para te salvar…

Beijos nossos

Sunshine disse...

Adorei o teu texto, a poesia, o encanto, a magia, que transmite.
Colocas as palavras bem alinhadas, de um modo a que não consigo ficar indiferente. Sublime o toque de esperança.
Beijinhos

Perla disse...

"sorriso de água cristalina adormecido no armário da amargura"

O sorriso deve vir sempre ao de cima. É ele que faz brilhar!

Beijo

jasmimdomeuquintal disse...

Belo este traje de paixão...

pin gente disse...

porque a inquietude não passa assim... muito bom, carla!

beijo
luísa

xistosa - (josé torres) disse...

Quando o esquecimento se lembra de nós e não sabemos como solucioná-lo, vagueamos perdidos por entre as outras sombras, quiçá mais lúgubres que a nossa.
Por vezes os espelhos ganham vida e animam-nos para avassaladores passos.
A caminho duma paixão ou duma ilusão?
É isso que inquieta!

jo ra tone disse...

Bem que gostou da sua imagem.
Belo texto

Bjo

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla. Que palavras inquietantes, repletas com "gotas de feitiços mil".
Que melodia! Lindo!

Ótima quarta para você.

Beijos mil! :-)

Viviana disse...

Olá Carla,

Mas que texto lindo!

Achei o máximo!

Obrigada por no-lo oferecer.

Fex-me muito bem ler isto.

Tenha um bom fim de dia .

Um abraço

Viviana

Nilson Barcelli disse...

Escreves muito bem.
Este texto é delicioso, porque a tua criatividade literária nos envolve como se de um filme se tratasse, mas com aromas e outros condimentos que nos afagam os sentidos.
Muito bem, parabéns.

Beijinhos.

Poeta Mauro Rocha disse...

"Inquietudes" como ficar quieto diante de texto tão sublime!!


Um abraço!!

MAURO ROCHA

Xisko the kid disse...

Inquietudes na praia ?
Não podia ser melhor.

Fatyly disse...

Começo por te dizer que nem imaginas como este teu texto me tocou. Sabes narrar sentimentos tão perturbadores de uma forma incrível e eu apenas sei escrever na primeira pessoa.

O estarmos acomodados na vida, balaeando entre o que deve ser e o que poderia ser, medindo os prós e contras e vamos amudurecendo a ideia mas com medo, pé-ante-pé, com medo no "se" no "será melhor"? Depois os filhos, o poder economócio e o que irão falar? Jamais vulgarizar os sentimentos, mas se não somos feliz num porto e olhamos para outro porto que nos acena porque não mergulhar de cabeça quando surge essa oportunidade?
Não a tive, nunca a tive mas consegui pôr fim a muitas "inquietudes versus tormentos" permanecendo no pontão do porto...até hoje:)
Não sei se me fiz entender mas foi o que senti e sabes o que mais aprecio na tua escrita? o desafio que fazes a quem te lê.

Uma beijoca muito grande

jasmimdomeuquintal disse...

Sim, carla, já estou melhor. Só preciso é de ter apetite, mas até fico mais magra - logo melhor :); :)
bjocas

anamorgana disse...

Olá Carla, obrigado por sua visita. Beijo
anamorgana

poetaeusou . . . disse...

*
inquietaram-me,
as tuas inquietudes . . .
,
inquietas conchinhas
,
*

Suave Toque disse...

Doce paixão inquieta vestida em novos trajes,porém sempre paixão.

Vim agradecer seu carinho para comigo e meu amor.

Um grande beijo

Suave Toque

minucha disse...

Estas inquietudes viradas paixão, podem dar em ilusão, ou em sonho

depende de como se enfrentam

Beijinho

Pena disse...

Linda Amiga:
São inquietudes perfeitas expressas deliciosamente num sono sonhado imensamente bom no seio da solidão de si.
Um sonho interrompido, mas profundo, vivificado com a sensatez e harmonia do querer, sentir, existir.
Parabéns, tem uma sensibilidade linda na construção de textos belos e magníficos.
Adorei, com sinceridade.
Beijinhos amigos que a consideram e estimam.

pena

Shakti disse...

Um texto forte ...intenso ...onde os sentimentos apresentam enorme valor...
Adorei...adorei mesmo!!

Bjs

Nuno disse...

A vida é feita de uma inquietude permanente....a minha vida já é assim, e um dia quando me casar e ter filhos, vou ter mais inquietudes, dado que todos nós nos preocupamos com os filhos ( aqueles que se preocupam, porque existem pessoas que não querem saber das crianças para nada ). beijos e continuação de uma boa semana!

mdsol disse...

Gostei de ler! Das almas inquietas reza alguma história?
:))

zm disse...

Olá Carla,

São estes pequenos textos, onde um mundo inteiro cabe e que Tu descreves física e emocionalmente dum modo que me transporta inevitávelmente para o seu interior e pareço fazer parte.
Obrigado.

..."Aos poucos conseguiu reconhecer-se vinda de um mundo há muito esquecido.
Gostou do que viu. Sentia em si, a chama de outros olhares.
Eram inquietudes, mas vestidas com um novo traje, com o longo traje da paixão!"


Este final deixa-me a pensar...
Quantas vezes foi meu?

Beijo

madalena disse...

Excelente narrativa de sentires. Muito bem achada a volta no final. :)

titofarpas disse...

Passei por aqui e adorei o blog...

Felicidades

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carla, excelente poema com muito sentimento...
Beijo

Carlos Barbosa disse...

A minha irmã agradece, tenho a certeza. E eu também.
Adoro ler-te, adoro a maneira como escreves. Adoro a maneira como palavras te fogem pelos dedos.

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Fiz uma sigela homenagem a você e a todos os que visitam e comentam e gostam dos meus poemas, em fim, espero que goste.

Um abraço!!

Rafeiro Perfumado disse...

E que vestido cai melhor numa mulher que a paixão? Só espero que não tenha remendos...

DE-PROPOSITO disse...

'Eram inquietudes'
------------
A vida é uma constante inquietação. E por mais que desejamos, a inquietudo não nos larga. Poderá haver momentos em que a esquecemos, mas ela acabará por voltar.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

NM disse...

Fantástico texto, com uma boa mensagem e cheio de conteúdo.
Parabéns! Gostei mto!

http://krigsmjod.blogspot.com

samuel disse...

Olá Carla

Obrigado pela visita ao Cantigueiro.
Belos textos habitam este blog! Gosto!
Irei voltando...

Abreijos

Marieazul disse...

Mmm pues por mi español no entedi todo el texto pero me dejo ese pensamiento de que vivimos con inquietudes como sentimiento propio de nuestra vida! bella imagen.
un abrazo.

Beautiful Stranger disse...

inquietudes com sentimentos, lindo texto!!

vou continuar visitando seu blog...

;)
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

daniel disse...

Carlo

Um esplendo texto, para conhecer um suave e saboroso happy andy. Valeu!...
Beijos
Daniel

Carla disse...

Wind
obrigada
beijos

Carla disse...

pinguim
...a paixão...sentimento inspirador
beijos

Carla disse...

Anónimo
o vazio por vezes assusta...o que vale é que quase sempre há uma mão para nos conduzir a porto seguro
beijos

Carla disse...

sunshine
que bom...a indiferença é um dos piores sentimentos
beijos

Vieira Calado disse...

Gostei do texto.
Tudo quanto seja noite, bares... paixões... é cá comigo.
Um abraço

MสЯ†iиhส ♥ disse...

Carla amo esta fotografia :D

beijinho, resto de boa semana,
Marta

heretico disse...

mto bem. sensações assumidadas. gostei muito.

O Árabe disse...

Poesia pura... vestida com o mais belo traje das palavras. :)

G.D.M. (Wolf) disse...

o sentimento dá como bonus a inquietude....

beijinho Carla

Menina disse...

Gostei de ler estas palavras, a forma como soam, a mensagem.. muito bom mesmo =)

bjs**

antónio paiva disse...

...

um excelente momento de prosa!

beijinho.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Tive hemorragia interna, o que significa mais um dia, no mínimo, de hospital.
Beijos da Rê

O Profeta disse...

Um texto fabuloso...uma imagem fantástica...


Doce beijo

© efeneto disse...

Depois de um período de colocação de ideias e palavras em dia, estou de volta às visitas regulares. Ficam aqui palavras e um convite. Voltarei.
Beijos e abraços para passarem um fim-de-semana na companhia da família ou da sua própria.
***
Quem passa por mim
não vê
que homem aqui chegou,
só viu matéria por fora
por dentro nem se lembrou.
Só quero ser, por ora,
um homem que sabe amar,
solitário na solidão
sem inspirar comiseração.
Não me afundarei
em qualquer rio revoltoso.
Nenhuma onda ou túnel
escurecerão a minha vontade.
Sou eu, inteiro e sem ódios
que o meu coração não guarda.
Serei amanhã o que for
com os amigos em meu redor.

**
Se quiser passar um fim-de-semana com letras, leia a:
H¡S†Ö®¡Ä ÐÄ MËN¡NÄ †®¡S†Ë

Carla disse...

perla
...o brilho de um sorriso é não só contagiante como consegue fazer-nos ver a vida de outra forma
beijos

Carla disse...

jasmimdomeuquintal
...tecido com os mais belos sentimentos
beijos

Carla disse...

pin gente
...pois não passa assim tão facilmente
beijos

Carla disse...

Xistosa
talvez a dúvida não se consiga esclarecer antes de ser vivido o sentimento...até porque na noite os espelhos são baços e nem sempre nos deixam ver com clareza
beijos

Carla disse...

jo ra tone
...parece que sim
beijos

Carla disse...

Sorriso
a inquietação é uma das parcelas da vida...custa é aprender a viver com ela
beijos doces

Carla disse...

Viviana
obrigada eu por ter lido e gostado
bom fim de semana
beijos

Carla disse...

Nilson
nada como deixar actuar os seis (desculpa cinco) sentidos...
beijos e obrugada

Carla disse...

poeta Mauro Rocha
as inquietações permitem que questionemos a forma como vivemos a vida...isso pode nem sempre ser agradável, mas por vezes é necessário!
beijos

Carla disse...

Xisko de kid
...não, pois não?
beijos

Carla disse...

fatyly
...o primeiro desafio é a mim própria...muito antes de o fazer a quem me lê.
...só mais uma coisa: leste-me!
beijos amigos

Carla disse...

jasmimdomeuquintal
...que bom então aproveito para te desejar um bom fim de semana
beijos

Carla disse...

anamorgana
é sempre um prazer descobrir as tuas histórias
beijos
bom fim de semana

Carla disse...

poetaeusou
...talvez porque as inquietas inquietações nunca nos abandonem
beijos

Carla disse...

suave toque
porque mesmo vestindo vários trajes...a paixão é sempre: PAIXÃO
desejo-vos aos dois tudo de bom e que o amor pelas e das palavras vos una cada vez mais
beijos

Carla disse...

Minucha
sonho ou realidade...depende de quem as vive e de como as vive
beijos amiga

Carla disse...

Pena
a ânsia de viver quase sempre surge acompanhada de inquietudes...quase sempre tão fortes que inundam o ser e o pensamento. Mas, pensando bem ainda bem que assim é...afinal estamos vivos!
bom fim de semana
beijos amigos

Carla disse...

Shakti
...na soma do que somos os sentimentos não podem ser esquecidos
obrigada pela visita
volta sempre
beijos

Carla disse...

Nuno
...vida de inquietação...todos temos um pouco, por vezes mudam de roupagem ao longo da vida, mas elas continuam a existir
beijos

Carla disse...

mdsol
...quase todas, não?
beijos e obrigada

Carla disse...

Zé Manel
que bom que fizeste da história a tua história...é para isso que elas servem
beijos amigos

Carla disse...

Madalena
...sentires e palavras: que dupla!
obrigada
beijos

Carla disse...

titofarpas
...obrigada e volta sempre que quiseres
beijos

Carla disse...

Chana
obrigada pela stuas palavras
beijos

Carla disse...

Carlos Barbosa
obrigada pela tua forma de entenderes as minha spalavras
beijos

Carla disse...

poeta Mauro Rocha
...fui ao teu cantinho e obrigada pela oferta
bom fim de semana
beijos

Carla disse...

Rafeiro Perfumado
...paixão! claro que veste mais sedutora se poderá encontrar! Se tem remendos estão bem disfarçados!
beijos

Carla disse...

De-propósito
por isso mesmo são inquietudes...permanentes
beijos

Carla disse...

nm
obrigada pela leitura
beijos

Carla disse...

Samuel
a porta está aberta volta sempre que quiseres
beijos

Carla disse...

marieazul
parece que apesar das línguas diferentes em que escrevemos afinal percebeste mesmo o meu texto
beijos amigos

Carla disse...

Beautiful Stranger
sentimentos inquietos
obrigada pela visita
volta sempre
beijos

Olhos de mel disse...

Oie lindinha, amei o conto! Me vi em vários momentos. Já me senti assim. Mas que Deus lhe permita ser feliz!
Lindo post! Bom fim de semana! Beijos

Carla disse...

Daniel
obrigada
beijos

Carla disse...

Vieira calado
...o outro lado da vida
beijos

Carla disse...

Martinha
...estranha, mas eu também gosto do efeito que ela produz em mim
bom fim de semana
beijos

Carla disse...

herético
...assumidas e sentidas
obrigada
beijos

Carla disse...

o árabe
como gosto de me vestir com palavras!
beijos

Carla disse...

wolf
...pois chama-lhe bónus!
beijos

Carla disse...

menina
...feliz por ter proporcionado uma boa leitura
beijos

Carla disse...

António Paiva
...a prosa das palavras
beijos e obrigada

Carla disse...

Renata
as melhoras e tudo de bom para ti
beijos

Carla disse...

O Profeta
obrigada pelo duplo olhar
beijos

Carla disse...

Efeneto
bom regresso e obrigada pelos votos de bom fim de semana...
desejo-te tudo de bom
bom fim de semana
beijos

Carla disse...

Olhos de Mel
acho que já todos nós vivemos, não já?
bom fim de semana
beijos

Francis disse...

e a seguir um mergulho, eu quero.

Carlos Rebola disse...

Depois da inquietude, da paragem das horas intermináveis, o regresso a si própria, à sua vida, devolvida, pelo seu ver-se, olhar-se e reconhecer-se na própria imagem que o espelho lhe devolveu.

A ressurreição da paixão pela vida...
Beijos
Carlos Rebola

Carla disse...

Francis
...mergulha
beijos

Carla disse...

Carlos Rebola
...sim, porque por vezes é possível ressuscitarmos, basta termos força para isso
bom fim de semana

SAM disse...

Carla querida

como é gratificante ler seus textos. Esta narrativa sobre inquietudes é de uma sensibilidade! E consegues com exímia maestria dançar de maneira natural com as palavras sonorizando poéticamente a leitura do texto.

Grande beijo e ótimo fim de semana!

Carla disse...

Sam
nem imaginas como as tuas palavras me deixam feliz
bom fim de semana
beijos

Gerlane disse...

Tuas "palavras em desalinho" são dispostas de tal forma, que nos envolve e nos prende a respiração e, quando acabam, lamentamos termos chegado ao final.

Um bom fim de semana! Beijos!

Carla disse...

Gerlane
que bom que gostas dos "desalinhos" em palavras
bom fim de semana
beijos

Jorge P.G disse...

UM BOM NACO DE PROSA!

Abraço.

Jorge P.G.

João C. Santos disse...

A prosa cuidada de uma mudança, que no fim existe um novo inicio...

"Nessa noite vestiu o seu sorriso de água cristalina adormecido no armário da amargura"

que as novas faces nos recordam as antigas lágrimas...

Val Du disse...

Paixão: palavra quente e que mexe com a gente.

Belo texto.

Beijos

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla. Passando para te desejar um maravilhoso fim-de-semana!

Beijos mil! :-)

Marta disse...

Reencontramo-nos com a vida, com outras cores, outros encantos....
Há momentos mágicos; viver e sentir esses momentos...é essencial...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Carlos disse...

Olá Carla,

Gosto de te ler, e acho este escrito maravilhoso..... uma libertação ....um sorriso em água cristalina....
que bom , bonito.

um bom fim de semana,

deixo-te , e porque não

um sorriso

:)

OLHAR VAGABUNDO disse...

excelente...beijo vagabundo menina inquietude...

MentesSueltas disse...

Te dejo un besito y mi abrazo... Muy bellas tus letras.

MentesSueltas

Moon T disse...

Li... pensei em nem comentar mas nao resisti. No entanto não encontro qualquer palavra o adjectivo que traduza o quanto as tuas letras me "aqueceram a alma". Dito isto resta-me somente dizer:
Leio-te...Obrigado!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Texto lindo! Pena não poder comentar mais. volto outro dia e comento. Como pode ver, voltei. E fiz um post a todos.
Apareça por lá, se quiser, é claro.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Não precisa ler a úlima cena, é opcional.
Um beijo da amiga,

lgbolhares disse...

Mais um belíssimo texto! Dos que se ficam a ler, reler...

Beijinho

Justine disse...

E aí vai ela, ao sabor do desejo, em busca de inquietudes de insondáveis matizes...
Espero que se deslumbre!
Bom fim de semana

fotógrafa disse...

Um fds cheio de calor,alegria e harmonia…



A ave corre feliz pelo ar,
O pensamento corre veloz pelo firmamento,
Vôo igual, mas diferente,
Vôo tranquilo e feliz!
Pois tudo ela faz por amor,
E o nosso pensamento porque quiz!!!

(Euzinha)

markus disse...

Carla,
lindas as tuas palavras cheias de inspiração e recheadas de amor e paixão...parabéns.
Bom fds, bjos*****************

Lunna Montez'zinny disse...

Estava aqui a ouvir Enya e segui ouvindo enquanto decifrava essa pequena descoberta na noite. Gostei da inquietude de tua prosa que vai crescendo lentamente em desalinho. Perfeita harmonia que se segue e alcança a quem lê. Belo. Vou voltar outras vezes mais para apreciar o seu tom...

fadazul disse...

Ola querida, obrigada pela força,pelo entusiasmo que me passas em suas vizitas, recebo inúmeras críticas em comentar por alto problemas políticos do nosso mundo,pessoas como voce que me dão força para continuar, não só com minhas poesias mas também, por dentro do que ocorre com nossa política, te adoro, bjks

Anónimo disse...

que bonita cor , o amarelo, andando para baixo e para cima , aqui cheguei para lhe dizer , que gostei muito do seu texto... as inquietudes deixe lá vão e voltam .... ela fez bem pôr-se a andar !
cordialmente e viva o amarelo !
Parabéns!
Josè Ribeiro Marto

mateo disse...

A paixão leva-nos a lugares vermelhos...
Beijos.

Cláudia Pinho disse...

já estava com saudades de vir aqui, mas não tenho tido mesmo tempo.

"As horas tinham-se esquecido dela" gostei especialmente desta parte.

um beijinho

Carla disse...

Jorge P. G.
Obrigada
beijos

Carla disse...

João C. Santos
...ou que as faça esquecer
beijos

Carla disse...

Val Du
...se mexe...
Beijos

Carla disse...

Sorriso
obrigada
...que o teu tenho sido repleto de coisas boas
beijos

Carla disse...

Marta
...reaprender a viver!!!
beijos

Carla disse...

Carlos
obrigada...deixo-te também um sorriso cristalino
beijos

Carla disse...

Olhar Vagabundo
...obrigada pelo sentir inquieto
beijos

Carla disse...

Mentessueltas
obrigada pelas palavras e pelo sentir
um beijo

Carla disse...

Moon T
obrigada pela presença...obrigada pelo comentário!
volta sempre
beijos

Carla disse...

Renata
...obrigada e as melhoras
beijos

Carla disse...

Justine
...que melhor sabor que o do desejo
beijos

Carla disse...

Markus
...obrigada pela leitura destas palavras
beijos

Carla disse...

Lunna
obrigada pela delicadeza da leitura e pela visita atenta...espero que volte em breve...dorei tê-la aqui nos "desalinhos"
beijos de obrigada

Carla disse...

fadazul
...gosto do teu espaço, por isso passo por lá...acho importante que as pessoas se possam expressar em liberdade...por isso continua amiga
beijos

Carla disse...

lgbolhares
...obrigada pela (re)leitura
beijos

Carla disse...

fotógrafa
...obrigada
tudo de bom
beijos

Carla disse...

José Ribeiro Marto
...gosto do amarelo...tem o seu quê de inquietude!
obrigada pela visita
beijos

Carla disse...

Mateo
...vermelho, sim: de paixão ou de proibição?
beijos

Carla disse...

Claúdia Pinho
...exames à porta, não?
volta sempre sabes que gosto de te ter por cá
boa sorte
beijos

L.Reis disse...

...entrelinhas de paixão...

Luis Eme disse...

eram umas saborosas inquietudes...

biazinha disse...

As horas tinham-se esquecido dela num canto do tempo que fugia veloz...Bem mais que o tempo, com certeza, pois esse tempo não é cronológico..é psicólogico, e nesse caso demora mais a passar.
"Tudo é ilusão neste mundo; o amor uma das maiores e mais epidêmicas."
Lord of Erewhon.
Todos nós nos reconhecemos sofredores na dor na dor e na saudade que ficam impregnadas em nossa memória. Dói sim, mas é combustível pra manter nossa existência apaixonada e tempero ideal pros que cantam o amor em verso e prosa.
Beijos*

Fragmentos disse...

Vim retribuir a visita e acabo encantada com o teu blog. Sou nova nessa coisa de blog, mas tenho descobertos muitos lugares incríveis.
Gostei dessa inquietude que não passa, a gente tem um pouco disso não é mesmo? Eu as vezes fico dias numa inquietude infinita. Legal mesmo seu texto.
Beijos com açúcar e com afeto

Carla disse...

L.REis
...as estrelas são sempre belas!
beijos

Carla disse...

Luís Eme
saborosas e inquietantes!
beijos

Carla disse...

Biazinha
...a dor alimenta e deixa sempre a acerteza de que o amanhã será bem melhor
beijos

Carla disse...

Fragmentos
obrigada pela visita e pelas palavras simpáticas
beijos

Lyra disse...

Passo por aqui para te ler e reler, o que sabe sempre muito bem!

Aproveito para te desejar uma execelente semana.

Beijinhos e até breve.

;O)

Carla disse...

Lyra
obrigada e uma boa semana também para ti
beijos

O Árabe disse...

Dsejando uma bela semana, e aguardando novo post. :)

Carla disse...

O Árabe
obrigada...e sai já de seguida!
beijos e boa semana

Noslen ed azuos disse...

Neste seu texto o tempo de lê-lo ficou sem referência do real, demorou, demorou, fiquei preso a solidão alheia ‘dela’, valeu esperar, enfim veio a noite, o frescor da noite.

Bjs
NS

Capriccio disse...

Inquietudes tenho eu em casa também.
Beijinho linda :)

ivone disse...

assim com o teu desassossego deixo_te bernado soares

Bêbada branqueia
Como pela areia
Nas ruas da feira,
Da feira deserta,
Na noite já cheia
De sombra entreaberta.
A lua branqueia
Nas ruas da feira
Deserta e incerta...


bj

Just me disse...

Lindo, como sempre ^^

Dias disse...

Quando por aqui passo já todos disseram tudo...

Beijo que alimente a chama da tua pena e o Ego da olhada.

Kraak disse...

Um novo traje preenchido de quê? Magia? Vida quotidiana? Mitos? Evocações? História?

Ler este teu magnífico texto fez-me imaginar a passear por bosques com guerreiros e fadas, onde a vida parece assumir um papel importante nas nossas paixões.

Ou talvez ao contrário! ;)

Bjzz Sossegados

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Como vc é lida! Também, escreve belissimamente. E todos devem ser como eu, lêem umas 500 vezes!
Fiz um post para o nosso vampiro o "Ravnos", que tanto me pediu, sobre Cidadão Kane. Apareça por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,

Carla disse...

NS
o frescor da noite acalma a solidão
beijos

Carla disse...

Ivone
Bernardo Soares...mestre do desassossego
beijos

Carla disse...

Dias
há sempre algo para dizer...mas acima de tudo a alegria da tua presença
beijos

Carla disse...

Capriccio
...temos todos, não?
beijos amigos

Carla disse...

Just Me
obrigada
beijos

Carla disse...

Kraak
...um novo traje que lhe permite vestir uma nova vida...a ideal? não sabe! sabe apenas que lhe permite viver de acordo com os seus desejos

beijos

Carla disse...

Renata
espero que tenhas razão
beijos e passo já por lá

Oliver Pickwick disse...

Inquietudes vestidas com o longo traje da paixão, matiz vermelho La boheme.
Desse modo, as inquietudes não me parece um mau negócio. ;)
Um beijo!

Auréola Branca disse...

Nunca havia lido a respeito desse amor-próprio tão bem. Gostei do toque subjetivo das palavras.

Abraços.

Carla disse...

Oliver
...pois depende de como são geridas essas mesmas inquietudes
beijos

Carla disse...

Auréola
...porque há momentos em que o amor-próprio é fundamental para que o sorriso se desenhe no rosto
beijos