segunda-feira, 21 de julho de 2008

Com duas mãos…se faz um sonho!



Mãos pequenas e douradas
Abraçam a terra quente
Que a água banha!
Brincam com a transparência
Dos sonhos que o rio adivinha.
Barcos cheios de ilusões
Partem com a onda fugidia
…Deixando na berma o olhar desolado
A palavra perdida no vento
De quem almeja o que não sabe!

Menino feito homem
…Conforto na voz, de quem
Secou lágrimas salgadas,
Antes de rolarem na face vincada
…De quem envelheceu na infância…
Olhar sedento, crispado,
Solta do vazio dos seus dedos
Pérolas gastas, mas brilhantes
Que moldam a esperança
Com as cores da Primavera!

141 comentários:

Amaral disse...

Carla
Como já vem sendo hábito... só poemas de qualidade. Parbéns.
Bjo

Gui disse...

Quem dera que todos vivvessemos a Primavera durante toda a vida com barcos cheios de ilusões. Um beijo minha amiga.

Ricardo Rayol disse...

com quatro se constroi o mundo

poetaeusou . . . disse...

*
o teu poema,
fez-me lembrar o (apolitico) zeca,
.
Olha o sol que vai nascendo
Anda ver o mar
Os meninos vão correndo
Ver o sol chegar
Menino sem condição
Irmão de todos os nus
Tira os olhos do chão
Vem ver a luz
Menino do mal trajar
Um novo dia lá vem
Só quem souber cantar
Vira também
Se não é fúria a razão
Se toda a gente quiser
Um dia hás-de aprender
Haja o que houver
meu Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
Menino pobre o teu lar
Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar
Esta canção
meu Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
,
in-zeca afonso
,
douradas conchinhas, para ti,
,
*

AVESSOS disse...

poema lindo

AVESSOS disse...

poema lindo

As Chamas do Fénix disse...

Adorei este poema… adorei a foto… difícil decifrar o que surgiu primeiro se a foto se o poema… parecem o mesmo nascidos simultaneamente de naturezas diferentes.
É um apelo sentido a que, uma porta pelos menos se entreabra… a todos os inocentes a quem a inocência é roubada… a todos aqueles que antes de começar a caminhar lhes cortam os passos… a todos eles deixas aqui o teu tributo…parabéns…Carla

Uma Grande Chamas para ti… Beijos

Jorge P.G disse...

Que ao menos às crianças nunca seja reprimida a capacidade de sonhar!
Foi isto que o seu poema me sugeriu dizer.

Um abraço e boa semana.
Jorge P.G.

biazinha disse...

Acho que o mais amargo dos seres lá no fundo nunca deixa de ter seus sonhos, ainda que secretamente.

Cá vai um poema que gosto muito:
Barcos de Papel

Quando a chuva cessava, e um vento fino
franzia a tarde tímida e lavada,
eu saia a brincar pela calçada,
nos meus tempos felizes de menino.

Fazia de papel, toda uma armada
e, estendendo meu braço pequenino,
eu soltava os barquinhos, sem destino,
ao longo das sarjetas, na enxurrada...

Fiquei moço e hoje sei, pensando neles,
que não são barcos de ouro os meus ideais:
são feitos de papel, são como aqueles...

Perfeitamente, exatamente iguais...
- Que os meus barquinhos, lá se foram eles!
Foram-se embora e não voltaram mais!...
(Guilherme de Almeida)

Beijos.

gotadevidro disse...

Sim....Abençoadas as crianças que estendem as doces mãos e tão fàcilmente apanham um sonho...

Muito belo este poema

um beijo

wind disse...

Assim são os meninos de África.
Descreveste-os muito bem.
beijos

Pena disse...

Linda Amiga:
Um poema delicioso e belo.
Dedicado ao mundo maravilhoso que possui em si e é seu.
Provoca encanto e beleza a forma admirável como poetisa a vida. A sua vida e a vida de todos.
Excelente, amiga.
Adorei.
Bj amigos de estima, respeito e admiração pelo seu genial sentimento feito em poesia muito bela.
Sempre a considerá-la e a apreciar o que constrói com ternura imensa.

pena

Chinha disse...

As mãos que agarram um sonho, que tocam a água, que brincam com as ilusões na inocência da sua pequenez.

Belissimo

Um bjinho

Boa Semana

Chinha disse...

As mãos que agarram um sonho, que tocam a água, que brincam com as ilusões na inocência da sua pequenez.

Belissimo

Um bjinho

Boa Semana

FB disse...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.

Lord of Erewhon disse...

Belo poema, amiga. Gosto muito do final, tem uma gradação muito bem terminada no poder da Primavera.

Wolf disse...

Tão pouco .... que é necessario para ver a felicidade a reluzir nos olhos da Inocência...
Como habitualmente ...lindo


Kiss

Momentos disse...

Mãos!!!!
Com elas...
Temos a força...
Do toque...da vida...
Da escultura modelada...
Da expressão desenhada...
Da magia sentida...
Do calor transmitido!

Obrigada pelo carinho!
Beijinhos...
Angel!

vero disse...

Olá Carla,

venho agradecer e retribuir a visita que fez ao meu blog.

Dentro de idas irei privatizar o meu blog, se desejar continuar a visualizá-lo terei todo o gosto em enviar-lhe um convite, no entanto preciso do seu endereço de e-mail, de quiser enviar-mo ele não será visto por mais ninguém pois coloquei moderação de comentários.

Aguardo noticias suas se assim o entender. :)
Quanto ao seu poema, é lindíssimo, voltarei mais vezes para ler os restantes :)

Beijinhos

Menina do Rio disse...

Com duas mãos fazemos não só um sonho, mas uma vida!

Tem uma semana pra lá de feliz

beijinhos

Claras o contestatário disse...

É difícil a quem perdeu os sonhos, a quem envelheceu na infância ainda soltar pérolas brilhantes de esperança....

Uma bela renovação, para se levar sempre em conta.

beijinho e uma boa semana para ti

Nuno disse...

Olá! Mil sentimentos passaram pela cabeça de quem escreveu este poema. Perante esta imagem, ou diante do mar e do rio, era possível escrever muito mais. até porque passam pela cabeça de uma pessoa, um turbilhão de pensamentos e sentimentos, enquanto se aprecia o mar, a água... ( se bem que não tenho jeito para poesia ). Gostei do poema! beijos e uma boa semana!

Just me disse...

Com duas mãos, fazem-se muitos sonhos... e realizam-se outros tantos =)

TINTA PERMANENTE disse...

um sonho também se faz de palavras!...


abraços!

mdsol disse...

as mãos... com as mãos se faz a paz se faz a guerra... façamo sa paz com as nossas!
:)

Fatyly disse...

Ou leste a foto ou não podias ter escolhido foto melhor.
Bateu fundo, tão fundo que chorei e não consigo dizer mais nada, apenas: LINDISSIMO e COMOVENTE!

Um abraço muitaaaaaaaaa grande:)


PS: já te dei a resposta lá nos caté dêre:)

Dois Rios disse...

"Brincam com a transparência
Dos sonhos que o rio adivinha."

Lindo de doer!

E o rio adivinha os sonhos que muitas das vezes dormem às suas margens.

Beijo,

Bandys disse...

Carla,
Cada dia mais belos seus poemas!
beijos

Marta disse...

Sonhar...sonhar sempre...
Seja com a Primavera, o céu ou a Lua...
Mas sonhar............
Obrigada pela visita....
Beijos e abraços
Marta

Rocket disse...

os meus barcos ainda partem, todos os dias...

embora não seja fácil, é bom ter esperança, sabendo que as ondas nunca acabam...

lamento as infâncias perdidas. sei o que isso é...

beijos

C Valente disse...

Belo poema, cheio de sentido e sentimento
Saudações amigas.

EternaApaixonada disse...

Um sonho que faz bem à alma!
Parabéns pelo blogue!
Gostei muito daqui.
Boa semana!
Beijos

Duarte disse...

Gosto imenso do modo como usas a metáfora.

" Dos sonhos que o rio adivinha"
" Que moldam a esperança"

Atónito, fico...

Beijos

Lampejos disse...

Carla,

Com duas mãos rompemos... Fronteiras, barreiras precisamente esta das palavras escritas.

Querida,

(a)braços,flores,girassóis :)

Ana disse...

As mãos...e os sonhos...
São as mãos que dão forma aos sonhos e que movem o mundo!

Bonito poema!

andorinha disse...

Meninos que constroem sonhos, moldando a esperança num futuro sem lágrimas.
Um poema muito belo.

Dias disse...

Bonito...

Beijo de parabéns

Mario Rodrigues disse...

Muito lindo.Adorei.

“Amigo é aquele, que você sente
Sempre estar presente
Em qualquer instante”

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Em espaço de partilha:
http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com

Carla disse...

Amaral
esperemos que o hábito não se altere
beijos

Carla disse...

Gui
Era tão bom que assim fosse e que a realidade não se encarregasse de destruir esses mesmos barcos onde navegam as nossas ilusões!
beijos

Carla disse...

Ricardo Rayol
...sem dúvida!
beijos

Carla disse...

Poetaeu sou
e que orgulhosa fico de te ter feito lembrar uma pessoa que eu considero fascinante por tudo o que os seus poemas oferecem
beijos

Carla disse...

Avessos
obrigada
beijos

Carla disse...

As Chamas do Fénix
...aqui foto e texto são um só. Quando tirei a foto as palavras surgiram quase em simultâneo...complementam-se.
Quanto à inocência pode ser roubada em qualquer idade...acredita
beijos

Carla disse...

Jorge P.G.
...entendeste bem...e esperemos que pelo menos a essas a capacidade de sonhar não seja retirada
beijos

Carla disse...

biazinha
...também entendo assim, porque para mim a vida sem sonhos não tem sentido...
obrigada pelo belo poema que me ofereceste..não conhecia mas fiquei encantada com a ternura que dele transborda
beijos

Carla disse...

gotade vidro
só elas têm essa capacidade...pelo menos só elas a vivem de uma forma tão inata
beijos

Carla disse...

Wind
...estes são da América do Sul amiga...mas a realidade acaba por ser a mesma!
beijos

Carla disse...

Pena
...dentro das maravilhas que temos dentro de nós há algumas que nos são acrescentadas por pessoas que conhecemos!
beijos e obrigada

Carla disse...

Chinha
..mãos...sonhos...água
palavras que tanto me dizem!
beijos

Carla disse...

fb
...tens razão!
beijos

Carla disse...

Lord of Erewhon
uma gradação que foi propositada, obrigada
beijos

Carla disse...

Wolf
tão pouco...mas para certas crianças é quase impossível sonhar com esse pouco
obrigada e boa sorte no teu novo projecto
beijos

Carla disse...

Momentos
mãos - dão-nos força, ternura...são de uma expressividade sem limites
beijos

Carla disse...

Vero
agradeço a visita e volte sempre que quiser...
beijos

Carla disse...

menina do rio
tens toda a razão
beijos

Carla disse...

Claras
...difícil mesmo...as pérolas infelizmente não brilham para todos!
beijos amiga

Carla disse...

Nuno
sim mil sentimentos a que nem sempre é possível dar corpo!
beijos e boa semana

Carla disse...

just me
...porque concretizar sonhos é tão importante como sonhá-los
beijos

Carla disse...

tinta permanente
...os meus, pelos menos, fazem-se muitas vezes de palavras
beijos

Carla disse...

mdsol
...sim, tamb+em está nas nossas mãos
beijos

Carla disse...

Fatyly
já vi a tua resposta
e como disse em cima...quando tirei a foto as palavras saltaram em simultâneo!
É daqueles casos de sintonia que às vezes acontecem
obrigada amiga
beijos

Carla disse...

Dois rios
adivinha sim...tem essa magia!
beijos

Carla disse...

Bandys
...obrigada pela simpatia
beijos

Carla disse...

Marta
sonhar...sonhar sempre
beijos

Carla disse...

Rocket
...os meus também...nem que seja aos empurrões
beijos

Carla disse...

C Valente
obrigada por atentar nesses sentimentos
beijos

Carla disse...

eternaapaixonada
obrigada pela visita e por ter gostado deste cantinho
beijos

Carla disse...

Duarte
metáforas que se escrevem com as marcas da vida
beijos

Carla disse...

Lampejos
as mãos têm essa força de romper barreiras
beijos

Carla disse...

Ana
são sim
beijos

Carla disse...

Andorinha
e como se fará um mundo sem lágrimas...para esses meninos!!!!
beijos

Carla disse...

Dias
obrigado
beijos

Carla disse...

Mário Rodrigues
obrigada e uma boa semana
beijos

Andreia do Flautim disse...

As crianças são feitas de sonhos!

Carla disse...

Andreia
as crianças...e nós
beijos

gaivota disse...

uma foto bonita com cheiro africano, será???
a primavera enlaçada nas mãos das crianças que ainda devem sonhar!
com mãos se faz a paz,
se faz a guerra,
com mãos tudo se faz
e se desfaz
(o grande poeta M.Alegre)
beijinhos

Carla disse...

Gaivota
...um pouco ao lado - Brasil!
obrigada
beijos

Gerlane disse...

Em barcos cheios de ilusões, precisamos sempre navegar, mesmo quando os verdes anos se vão, é necessário que mantenhamos os olhos fixos além das margens do rio.

Beijos pra ti!

Carla disse...

Gerlane
quando os verdes anos se vão surge a certeza de que somos melhores do que alguma vez pensamos ser...
beijos

Justine disse...

Simultaneamente poético e duro,delicado e pungente, o retrato que nos propões. Muito bem feito, e bem ilustrado pela belíssima foto.
Obrigada pela oferta...

Carla disse...

Justine
porque a realidade também tem duas essas mesmas duas faces
obrigada
beijos

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Até sem maõs ou sem braços pode-se fazer um sonho. Se quiseres ver um exmeplo de felicidade malgrado a aversidade, vai visitar o meu cantinho.
Beijinhos verdinhos

Carla disse...

**Je Vois la Vie en Vert **
sim o sonho pode ser construído de 1001 formas
vou já ao teu cantinho
beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Mais um poema lindo!
Fiz nova postagem. É sobre um filme que todo mundo já deve ter visto, mas acho que é a minha melhor resenha.
Apareça aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata

Carla disse...

Renata
obrigada...e as tuas resenhas são sempre boas
beijos

Confucious disse...

Muito bom poema! Li mais alguns ali embaixo, adorei todos eles!

Abraços,
Confucious

http://escolha-dificil.blogspot.com/

Madalena disse...

Passo hoje de rio erm rio. Hoje foi aqui que os reencontrei. Não conformada: o que podemos nós mudar?

Bjs

O Árabe disse...

Belo, Carla. Quem nos dera, pudessemos sempre moldar a esperança!... :)

Multiolhares disse...

os homens precisam dos sonhos de meninos, e das cores da primavera
bj

Carla disse...

Confucios
ainda bem que tive o prazer da tua visita...volta sempre que quiseres
beijos

Carla disse...

Madalena
..confesso que não sei o que poderemos mudar, sei apenas que me cansei de nada mudar
obrigada por reencontrar aqui a água dos rios
beijos

Carla disse...

O árabe
...com as duas mãos...e com tudo aquilo de que os sonhos podem swer feitos...será que assim conseguimos moldar a esperança?
beijos

Carla disse...

Muliolhares
...também acho que precisamos, embora muitas vezes não os consigamos encontrar
beijos

Pearl disse...

Nada mais há acrescentar a não ser que li e voltei a ler e adorei de cada vez que li!!

beijinhos!

Carla disse...

pearl
então obrigada
beijos

Parapeito disse...

"o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança." Gedeão

Quem dera que todas as crianças vissem os seus sonhos feitos belas primaveras.

****

Perla disse...

Com mãos se fazem sonhos e se vive a vida dura!

Lindo poema ao menino feito homem!

Beijinho

acqua disse...

Estou sem palavras, talvez seja o momento e as minhas ilusões se definindo a minha volta - estou em fase de silencio, de apreciar, de me entregar e ponto final. Belo poema caríssima.

Ps. Deixo o convite para dividir suas palavras com outros horizontes (www.coletaneartesanal.wordpresss.com).

Abraços meus...

Vanessa. disse...

Este blog é maravilhoso. É cada palavrinha mais bonita :')

xistosa - (josé torres) disse...

Foi este menino-homem que criou o rio e a margem de terra quente, onde atracam as ilusões fugidias.

Ou terá sido o homem-menino que não envelheceu, desolado, olhar sedento, crispado, que aguarda a esperança da Primavera?

Mantém-se o dilema que não me deixou indiferente.
Entrei, mas saio com algo cá dentro.

Obrigada.

Carlos disse...

Olá Carla,

Mais uma realidade presente, que nos trazes em forma poética .
Meninos feitos homens, que pintam nos sonhos quadros de esperança....

Lindo

Bj

Carla disse...

Parapeito
...e que não lhes matem os sonhos
beijos

Carla disse...

perla
...porque a vida é um somatório de alegrias e tristezas
beijos

Carla disse...

acqua
por vezes é fundamental respeitarmos o silêncio para nos conseguirmos ouvir
...é uma proposta tentadora e sobre a qual vou pensar
obrigada
beijos

Carla disse...

Xistosa
...nem a beleza do seu comentário me deixou indiferente...pelo contrário, de alguma forma colocou as interrogações que eu tinha apenas deixado latente no texto
beijos e obrigada

Carla disse...

Vanessa
que bom que gostaste
beijos

Carla disse...

Carlos
...porque deve ser tão doloroso não conhecer os gostos e os sons da infância...
beijos

NAELA disse...

Pérolas gastas, mas brilhantes
Que moldam a esperança
Com as cores da Primavera!
Uma bela homenagem ao sonho, pois atraves dele podemos realizar imensos prazeres a quem necessita...
Um beijo doce

Carla disse...

Naela
tens razão...o sonho é o primeiro passo para a definição dos nossos desejos
beijos

disse...

Carla querida....sempre tão lindas palavras...muitas vezes fico com vontade de copiar um de seus textos e ou poesia para publicá-los no noVÍtá como tenho feito com outros de quem muito admiro o talento... com todos os créditos...mas vejo que vc não permite
"cópia"...se algum dia vc achar que o noVÍ tá é um lugar aonde vc gostaria de estar, me deixe saber ...seria um grande prazer e privilégio ter um de seus textos ilustrando uma foto que será escolhida com a paixão que faça jus ao que vc escreve ...um grande beijo Vi

OLHAR VAGABUNDO disse...

:)bom vir aqui ler a tua poesia...
beijo vagabundo

Olhos de Mel disse...

Oie Carlinha! Doces palavras, que transformam a dureza da vida, em versos tão lindos!
Hoje tem festinha lá e você é nossa convidada.
Beijos

Carla disse...

Vi
...quando quiseres é só pedir...terei todo o gosto em participar no teu belo blog
beijos

Carla disse...

Olhar Vagabundo
...bom ter-te por aqui
beijos

Carla disse...

Olhos de Mel
adoro festas... passo já por lá para comer uma fatia de bolo
beijos

Val Du disse...

E a esperança é um sonho que nunca pode morrer.

Beijos

Carla disse...

Val Du
também acho que não
beijos

Thiago Ya'agob disse...

Lindo esse poema, Carla.

Gostei disso:

"A palavra perdida no vento
De quem almeja o que não sabe!"


Escrei algo semelhante me meu log, no texto NOVAS PALAVRAS.

Um grande abraço, de quem envelheceu na infância.

Carla disse...

Thiago
...então estamos em sintonia, vou passar por lá para ver
beijos e obrigada

cõlllybry disse...

Tanto se pode fazer, e tornar o sonho realidade...Belissimo post

Beijito

varal experimental disse...

Precisamos sonhar.

Bjs

Crisfonseca disse...

Tuas escrita é sublime, mais uma vez vc me encanta, tua escrita me envolve, é perfeita.
Fiz um desenho novo quando puder passe por lá.
Beijos,
Cris

Maria disse...

Belo! Sem mais palavras...
... porque o teu poema tem-as todas dentro...

Beijos

zm disse...

...

Das tuas mãos, douradas, crescem cõres de que a esperança se alimenta e cresce.

O dourado é Teu. Sempre foi.

Beijo

Sleeping Angel disse...

vem dar uma voltinha de carro pelo meu espaço hi hi hi lá te espero.

ivone disse...

é o tempo
o que o tempo nos faz
e não faz
ou vai fazendo
é do tempo...

Carla disse...

Collybry
sim, embora por vezes faltem as forças é preciso inverter a situação
beijos

Carla disse...

Varal Experimental
é sim...preciso sonhar
beijos

Carla disse...

crisfonseca
obrigada pelas tuas palavras e claro que vou ver o teu novo desenho
beijos

Carla disse...

Maria
...palavras que se tornam sonhos, espero eu
beijos

Carla disse...

ZM
...e como gosto do dourado que o sol oferece e do dourado dos sonhos que a imaginação alimenta, por isso...obrigada
beijos

Carla disse...

Ivone
...é o tempo...sim, o tempo!
beijos

pin gente disse...

imagina se juntássemos todas as nossas mãos... o sonho viraria realidade?

Carla disse...

Pin gente
sei que não...mas quero sonhar que sim!
beijos

mendogas disse...

Aquele menino pobre
Aquele pobre petiz
Que os velhos farrapos cobre
Como pode ser feliz

Menino a crescer
No meio deste horror
Que possas fazer
Um mundo melhor

Como pode uma criança
Pelo homem mal tratada
Brincar,sorrir e ter esperança
E fingir que não é nada

Menino sem escola
Menino sem Pão
Vái pedir esmola
Faz-se ladrão

Carla disse...

mendogas
lindo o teu poema
beijos

TINTA PERMANENTE disse...

Passei...
(mas volto!)


abraços!

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Primavera e infância só podem rimar com esperança.
Bjs.

Carla disse...

Art of love
rima sim senhor...e muito bem!
beijos

Carla disse...

Tinta Permanente
volta sim...tenho todo o prazer em ter-te aqui
beijos