sexta-feira, 18 de julho de 2008

Nuvens de liberdade



Nas sombras da noite que se desenha
Contam-se histórias feitas
De fragmentos de memória
Erguida em momentos sem importância!

Antiga como o tempo que não lembro
Passa veloz nas horas doces
Arrasta-se lenta e dolorosa
Nas feridas por cicatrizar!

As letras invadem o ser
As palavras preenchem o nada
As imagens acordam o sonho

Fecho os olhos para ver as silhuetas
Em busca dos dias que saltei
…perdi-lhes o rasto…
…ficaram sem rosto…

E o vazio conquista
Este espaço de ninguém
Deita por terra quimeras e desejos
Até que a revolta se solta!

E a história feita
De vento de liberdade
Embala as nuvens deste céu
Neste fim que não tracei!

136 comentários:

Lua de Sol disse...

Bem sei que tenho andado desaparecida, mas já tinha saudades de por aqui passar:)
Lindo texto, como sempre.
Entre o doce e o amargo, o cheio e o vazio. O baú de Nós próprios e a nossa caixinha de Pandora...
Gostei.
Beijocas

Amaral disse...

Carla
Mais uma bela composição poética, nada enublada, bem pelo contrário sóbria e carregada de sentimento.
Bom fim-de-semana
Bjo

Paula Raposo disse...

Um belíssimo poema!! Gostei imenso. Muitos beijos.

busillis disse...

Adorei ler!
Também quero essas nuvens de Liberdade!

Abraço amigo

poetaeusou . . . disse...

*
liberdade
conquistas ao vento
revolta dos sonhos
cicatrizes de mim,
,
nuvens de conchinhas
,
*

wind disse...

Não tenho palavras a não ser cair no lugar comum que está lindo.
Beijos

Dois Rios disse...

"Fecho os olhos para ver as silhuetas
Em busca dos dias que saltei."

Lindo, lindo, lindo...

Beijo,

Filoxera disse...

Gostei do poema, entendi-o como se o tivesse escrito eu.
Beijos.

As Chamas do Fénix disse...

Carla...

Estou a ver que, tal como eu também passas pelos rostos esquecidos, silhuetas, sombras no seio da multidão...
Escuta a voz da tua alma guerreira... escuta a voz do teu coração... abre as tuas asas minha pequena Fénix que renasces das tuas cinzas passadas... sente o vento da mudança acariciar a tua fina plumagem em chamas... e grita bem forte ao destino que te reclama...
Boa sorte...

Uma Grande chama para ti... beijos

Ps: Sem medo

O Profeta disse...

Poema com recortes de fina alma...a tua, poetiza...


Doce beijo

Poeta Mauro Rocha disse...

Muito bonito mesmo, parabéns!! Agora fico impressionado como você é visitada e comentada, claro que acho ótimo, sinal que faz um trabalho louvável e por isso é visitada dessa forma, mas é um marca a ser registrada e dos comentários também.Mas uma vez parabéns!!

Rocket disse...

cada vez gosto mais de nada, sem, por e muito principalmente...não.
soa-me a página em branco, a renascimento...
assim como este poema...

vejo e leio o que quero ver e ler...

bjos

Chinha disse...

A história feita de vento...
Por vezes há histórias que se perdem ao sabor do vento, mas há sempre uma ou outra que fica guardada.

bjihno e Bom Fim de Semana

cõllybry disse...

Belissimo poema de hino há liberdade, do Teu belo Ser...

Beijitos

Gui disse...

As letras invadem o ser
As palavras preenchem o nada
As imagens acordam o sonho.

Muito bonito, Carla. Todo o +pema é muito lindo.

Um beijo grande.

Sonho & Sedução disse...

Que venham as nuvens de liberdade...

BEIJO COM CARINHO

Claras o contestatário disse...

Olá Amiga

A revolta, é sempre, digo eu, um bem.
É o sonho, a vontade de gritar, bem alto, ao mundo e ao céu
EU QUERO, EU POSSO!

beijinho e bom fim de semana

Nuno disse...

Gostei da imagem associada ao texto! Lindas palavras, escritas com muito sentimento. Beijos para ti e o desejo de um bom fim de semana! beijos

Agulheta disse...

Carla. Liberdade,palavra linda,que nos trás vento suave,palavras ditas e um desprender de muitas coisas.Beijinho bfs Lisa
Obrigada pela visita:

Thiago Ya'agob disse...

Esse texto me encontrou.

Bela inspiração.

Sinto-me vago. Fecho os olhos para ver mas só contemplo o vazio.

Isso é real. Presente. Marcante.

...

Tenha um ótimo final de semana, com novas inspirações.

...

Shalom!

Ana Baldner disse...

Linda a poesia...
"Deita por terra quimeras e desejos
Até que a revolta se solta!"

bom fim de semana

bjs

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Normalmente as letras, as palavras, e as imagens são uma mistura explosiva.
Bom fds.
Bjs.

jasmimdomeuquintal disse...

"E o vazio conquista
Este espaço de ninguém
Deita por terra quimeras e desejos..."
Como sempre a tua poesia faz eco em mim.
Bjs

Menina do Rio disse...

Desenhos nas sombras sempre nos contam histórias...e os momentos sem importância são os mais significativos

Beijinhos

heretico disse...

muito belo

beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Poema lindo o que vc teceu, Carla! Não engordei 1 grama sequer, continuo firme nos 38 quilos, mas fiz um post que vale a pena.
Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www

xistosa - (josé torres) disse...

O fim foi traçado, por isso o poema tem um sublime desenho.
Feito ou começado na noite, continuado nos sonhos, onde se vislumbram silhuetas ou sombras.
Depende dos sonhos.
Depende do que o poeta deseja ... normalmente uma beleza humana.
Não salte os dias, ou as noites, ou até os pequenos pormenores ... poderá descobrir a liberdade!

zm disse...

...

Nas sombras da noite que sobrevivem porque reflexos de luz de um amanhecer inesperado, mas inevitável.


Pareciam tristes as tuas palavras!
E deixas-me um sorriso...

beijos

Carlos disse...

a história é feita de todos estes pedaçinhos... e a liberdade condição necessária à própria revolta....
mesmo dos sentimentos.
Bj
:)

Paradoxos disse...

mais um beijão no teu belo poema com textura de beleza!!

biazinha disse...

Você escreve muito bem! Você nãoquer publicar teus poemas na Nova Águia?

daniel disse...

Carla

Li belo naco de escrita, veloz e feito cm força. De terna força, que aprecio
Daniel

Justine disse...

Um excelente fim de semana para ti, cheio de poesia, bela como a que nos ofereces neste post:))

jo ra tone disse...

Saudade das noites quentes de verão,em torno de uma mesa improvisada
Histórias alegres contadas belas com sentido que faziam bem à mente.
Bjo
bom fim de semana

Just me disse...

E nas nuvens adivinho, auilo que nunca serei...

Perla disse...

As letras, as palavras e as imagens... procuremos aquelas que saibam preencher o vazio
e mudemos o rumo das nuvens.

beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Carla, belo poema... Lindo!
Adoreiiiiiiiiiiiiii,
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

O Sibarita disse...

Pô fia! Que poema porreta, beleza mesmo...

Eita que o coração coloca nos belos versos todo sentimento...

bjs
O Sibarita

Fatyly disse...

Vou comentar com versos teus...e agora decifra:)

Neste fim que não tracei
Até que a revolta se solta
As imagens acordam o sonho
Nas feridas por cicatrizar
...história feita
erguida em momentos sem importância
Embala as nuvens deste ceú
De vento de liberdade!

viver e gostar de viver...é tudo isso e muito mais:)

Um beijo poetisa

meg disse...

Carla,
Vim visitar-te e saber de ti... há tanto que te não vejo.
A correr, desejo-te um óptimo fim de semana e um abraço

Tia Zulmira disse...

olá, aqui é Mariana, filha do "apoena", estou divulgando meu novo blog: www.tiazul.blogspot.com
te espero por lá!
abraço!

Jorge Cardoso disse...

*As letras invadem o ser
As palavras preenchem o nada
As imagens acordam o sonho*

está tudo dito para que possamos descansar na tua poesia, que está lindissima. parabens e beijos C/Carimbo...

Bandys disse...

Carla,
Mas um belo poema!
Adorei
Belo fim de semana, e um beijo
☺☺.

fotógrafa disse...

As minhas noites, são noites abertas,
É tempo que passo, em...compasso...
De espera ,feita...quimera...
de espera, feita... silêncio.
………………………………………..
FDS iluminado…
abraço

Gerlane disse...

Expressão de angústia em um belo e bem construído texto(como sempre)!

Beijos!

Sei que existes disse...

Excelente poema!
Beijocas grandes

Sunshine disse...

As tuas palavras ecoam dentro de mim. Será que o fim não é um novo começo? Gosto de acreditar que sim
Bjinhos com raios de Sol

pin gente disse...

memórias sem rosto
passados sem rasto
uma mão que se estende na escuridão da noite para contornar os traços de um novo rosto
este não o esquecerei


beijo, carla

Cleo disse...

Carla! lindo poema, perfeito como a liberdade. parabéns!
beijos e bom domingo
Cleo

(Un)Hapiness disse...

letras, palavras, imagens. tudo o que alimenta o pensamento e a alma.

parabéns, lindissimo poema!

kiss

Kok disse...

De volta à blogoesfera e de regresso aos teus desalinhos!
É certo que as tuas poesias me "obrigam" a cá voltar e a desejar ler mais e mais.
E para além de gostar desta, adorei especialmente a do post anterior!
Beijossssss

Carla disse...

Lua de Sol
bom regresso amiga...porque a vida tem sempre duas faces!
beijos

Carla disse...

Amaral
porque mesmo os sentimentos mais profundos têm um lado sóbrio...
beijos

Carla disse...

Paula Raposo
obrigada
beijos

Carla disse...

Busillis
...nada como acreditar...e lutar por elas
beijos

Carla disse...

poetaeusou
porque a liberdade também se conquista com cicatrizes
beijos

Carla disse...

wind
e eu na vontade de te agradecer pelas palavras e pela presença
beijos

Carla disse...

dois rios
...há momentos em que nos apetece apagar da memórias...certos momentos!
beijos

Carla disse...

filoxera
...que mais posso eu desejar senão esse sentir
beijos

Carla disse...

As chamas do Fénix
escuto vozes de liberdade,sinto o vento de mudança...mas nem sempre é fácil a luta para se renascer...por vezes é mesmo necessário transformarmo-nos em cinzas antes de redescobrirmos o sentido da vida
beijos

Carla disse...

O Profeta
...obrigada pelo teu sentir
beijos

Carla disse...

Poeta Mauro Rocha
muitos dos comentários que aqui recebo são uma verdadeira pérola quer de escrita quer de amizade...bom saber que apesar da distância da net é possível criar um espírito de amizade
beijos

Carla disse...

Rpcket
como entendo o teu gosto por essas palavras e por aquilo que elas podem significar
beijos

Carla disse...

Chinha
porque as que soltamos ao vento são aquelas que se tornam um peso para nós...as outras são brisas que nos tocam indelevelmente e que guardamos em nós
beijos

Carla disse...

Collybry
obrigada...porque há hinos que podem ser gritos!
beijos

Carla disse...

Gui
obrigada pela leitura atenta e sentida
beijos

Carla disse...

sonho & amp sedução
...venham sim: em força e beleza
beijos

Carla disse...

Marta
é um bem precioso, mas que nem sempre sabemos usar correctamente
bom domingo
beijos

Carla disse...

Nuno
obrigada por tudo
espero que o teu fim de semana também tenha sido bom
beijos

Carla disse...

Agulheta
...sim só o som da palavra já encerra em si imensa beleza...maior ainda o que ela nos consegue proporcionar
beijos

Carla disse...

Thiago
...que bom...até porque mesmo no vazio conseguimos (re)encontrarmo-nos
beijos

Carla disse...

Ana Baldner
...obrigada
beijos

Carla disse...

Art of love
são, não são?
beijos

Carla disse...

jasmimdomeuquintal
...espero que o eco te transmita sensações agradáveis, ou pelo menos suaves
beijos

Carla disse...

menina do rio
porque a importância das coisas é tão relativa...
beijos

Carla disse...

herético
obrigada
beijos

Carla disse...

Renata
...paciência que a recuperação surge
beijos e obrigada

Carla disse...

Xistosa
procuro não saltar...mesmo quando a vontade de o fazer se apresenta tão forte
obrigada
beijos

Carla disse...

ZM
entendes as palavras, não entendes?
Até porque há sorrisos que podem ser tristes e, no entanto, não deixam de ser sorrisos e cumprirem a sua missão
beijos

Carla disse...

Carlos
...como um puzzle que temos que completar!
beijos

Carla disse...

paradoxos
...uma textura ligeiramente enrugada
beijos

Carla disse...

biazinha
...obrigada pela simpatia e já recebi o convite, estou a ponderar mas agora só depois da férias, pode ser?
beijos

Carla disse...

Daniel
porque a ternura e a força podem andar de braços dados, não podem?
obrigada
beijos

Carla disse...

Justine
obrigada e retribuo com um beijo

Carla disse...

Jo ra tone
...sinto saudades desses momentos...também!
beijos

Carla disse...

Just me
...porquê só isso? Por que não também o que sonhas ser- essas são as nuvens de liberdade
beijos

Carla disse...

Perla
mudemos o seu rumo ou deixemo-nos embalar por elas quando nos oferecem a liberdade
beijos

Carla disse...

Fernanda
espero que as férias tenham sido boas
beijos e obrigada

Carla disse...

O sibarita
pois as mãos escrevem o que o coração dita (às vezes)
beijos

Carla disse...

Fatyly
...decifrei...
mas por vezes mesmo gostaqndo tanto de se viver, a vida dá-nos luta!
beijos

Carla disse...

Meg
tens razão...mas não consigo multiplicar o tempo
prometo remediar minha falha
beijos

Carla disse...

Tia Zulmira
obrigada pela visita e prometo passar por lá para conhecer o novo blog
beijos

Carla disse...

Bandys
obrigada
beijos

Carla disse...

Fotógrafa
...porque nunca sabemos o que a espera nos pode proporcionar, pois não?
beijos

Carla disse...

Gerlane
...angústia sim
...mas esperança também
beijos e obrigada

Carla disse...

Jorge Cardoso
...sê meu convidado...descansa
beijos

Carla disse...

Sei que existes
...obrigada
beijos

Carla disse...

Sunshine
...também preciso de acreditar nisso!
beijos

Carla disse...

Pin gente
...se não esqueces foi porque gostaste! que bom
beijos

Carla disse...

Cleo
corei...obrigada
beijos

Carla disse...

(un)hapiness
porque palavras, sentires e imagens podem e devem ser um todo
beijos

Carla disse...

KOK
bom regresso e que te sintas sempre "obrigado" a voltar a estes desalinhos
obrigada
beijos

Multiolhares disse...

Deslumbrante poema

beijinhos

JOTA ENE ® disse...

Bonito poema... palavras bonitas, sem dúvida.

Bjos fotografados

PS-Agradeço os comentários nos meus blogues, muito generosos e simpáticos.

Vieira Calado disse...

Olá, Carla!
Com o vento vem tudo:
a liberdade e a opressão.
Mas o vento (e o tempo) também acaba por levar tudo.
Esperemos que leve o que nos entristece e traga a alegria.
Bom resto de Domingo.

Beijinhos

Rafeiro Perfumado disse...

Quase uma ode à desertificação do interior... infelizmente são silvas e não palavras que ocupam as casas. ;)

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla. Mais uma bela poesia e esta cheia de nuvens de liberdade.

FELIZ DIA DO AMIGO!
"Muitas pessoas irão entrar e sair da sua vida
mas somente verdadeiros amigos deixarão pegadas no seu coração." -- Fabiano Lustosa


Aqui tem o link de um mimo para você por este dia tão especial:

MIMO

Beijos mil! :-)

rosa dourada/ondina azul disse...

E assim se faz História :)))



Beijinho,

Olhos de Mel disse...

Oie linda! Nas sombras da noite, pessoas de almas bonitas escrevem poemas maravilhosos, que falam de sonhos, desejos, lamentos e belezas. Que falam de amores,pessoas sem rosto, mas de um sentimentos cheios de grandezas.
Que sua semana seja de realizações!
Beijos

Duarte disse...

Que nuvens!

Que belas palavras as tuas, quanta sensibilidade envolvem. Fez-me bem vir aqui, regresso reconfortado.

Gosto, muito!

Beijos

fadazul disse...

FELIZ DIA DOS AMIGOS CARLA!!!!!!!
ESTOU EM "CRISE" VOLTAREI, BJKS

Só Eu disse...

Carla
Mais um belissimo poema, à tua imagem.
Parabens
Beijinhos

© Piedade Araújo Sol disse...

este poema vai muito ao estilo dos que eu escrevo.

acheio-o belo e triste, como é muita da poesia.

escreves muito bem...

beij

Osvaldo disse...

olá Carla;
Linda essa bela foto que que se coaduna com o belo poema que se segue...
Não sei onde a Carla vai "sacar" tanta inergia para compor poemas tão fortes e emotivos em que ninguém poderá ficar indiferente tal a força neles contida...
"Fecho os olhos para ver as silhuetas
Em busca dos dias que saltei"...
Isto é simplesmente divino.
bjs

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Belo poema construido com lindas palavras mas Olhar para trás para sentir o passado só para aprender o caminho para o presente o o futuro ! O passado não voltará e o presente e o futuro estão à tua espera para vivê-los !
Beijinhos verdinhos

Carla disse...

Multiolhares
obrigada
beijos

Carla disse...

Jota Ene
é sempre um prazer ler-te...principalmente quando tens uma blog que se chama pes&sapatos e outro sobre o Benfica....eheheheeh
beijos

Carla disse...

Vieira Calado
...esperemos que as tuas palavras estejam certas e que seja vento de liberdade
beijos

Carla disse...

Rafeiro Perfumado
infelizmente são silvas...resta o consolo de que apesar dos arranhões ainda consigo colher algumas amoras dessas mesmas silvas
beijos

Carla disse...

Rosa Dourada
obrigada
beijos

Carla disse...

Duarte
que feliz que fico
volta sempre
beijos

Carla disse...

Fadazul
Nem sabia que ontem era o dia dos amigos, obrigada pela lembrança...
espero que a crise seja passageira e que voltes em força
beijos amigos para ti também

Carla disse...

Só Eu
obrigada
boa semana
beijos

Carla disse...

Piedade
...quantas vezes a poesia se alimenta da nossa tristeza!
obrigada e beijos

Carla disse...

Osvaldo
acredite que fiquei comovida com as suas palavras...acho que mais do que energia são sentires!
E, de facto, a indiferença é dos poucos sentimentos de que não gosto...fere!
beijos e obrigada pela simpatia

Carla disse...

Sorriso
amiga, não sei como agradecer as palavras e os gestos de ternura com que me brindas...retribuo deixando um beijo e desejos de que tenhas uma boa semana
...vou já colher o mimo
obrigada por tudo

Carla disse...

Olhas de mel
pessoas sem rosto, mas cujos contornos se definem nas sombras da noite..
beijos

Carla disse...

Je Vois la Vie en Vert
tens toda a razão...do passado só interessa as boas lembranças que nos oferece e a aprendizagem que daí podemos retirar para o futuro
beijos

Andreia do Flautim disse...

Bonita imagem!=)

Carla disse...

Andreia
obrigada
boa semana
beijos

biazinha disse...

Claro que sim...curta suas férias!
Acho importante estares lá.
Beijos.

Carla disse...

biazinha
...ainda falta um pouco para as minhas férias
beijos

Dias disse...

Assim a revolta passa a ser a que cada um de nós traçar...

Bom post miuda

Beijo

Carla disse...

Dias
...porque só nós podemos gerir as nossas revoltas
beijos

mateo disse...

Era uma vez...uma menina revoltada.
Sim! Re+volta+ada! Porque soube dar-lhe a volta... uma vez mais!
Era uma vez... uma menina.
Que ficou!
Beijo.

Carla disse...

Mateo
...o prazer de ser menina (sempre)!
sorrisos
beijos