terça-feira, 5 de agosto de 2008

Em busca de não-sentimentos


Sentei-me à espera que Alice regressasse…
Mais uma vez tinha partido para o seu mundo. O olhar ausente durante a manhã indicava mudança. O café frio, na chávena perdida entre os dedos trémulos, deixava adivinhar mais uma ausência. Afastou-se, como sempre, num silêncio cúmplice dos seus próprios desejos, em busca de não-sentimentos que a deixassem transparente de emoções.
Numa encruzilhada de caminhos, onde os espelhos confundem imagens dos dois mundos entrega-se a uma dormente letargia, onde sonhos e palavras mudas, se entrelaçam.
Não mais o sorriso constante oferecido aos outros, apenas um corpo a divagar. Há momentos de dor que a realidade não consegue ultrapassar, espaços-prisão que urge quebrar numa viagem ao País dos Sonhos!

157 comentários:

Carlos disse...

Olá Carla,
Este teu texto fez-me arrepiar.
é outra realidade , a dor.
E deste te escrito consigo , ou seja veio ao pensamento alguns quadros .... de dor.
nada tão bem dito, " espaços-prisão"
quantas existem dentro de nós ,que só eventualmente no sonho se esbatem e desaparecem....
Aí o sonho é terapia ....
Ainda bem que o sonho é livre .

Um beijito

:)

wind disse...

Descreveste muito bem o que é a dor psicológica (forte), e como se fica.
Parabéns por isso!
Beijos

mdsol disse...

Texto mto bonito...sofrido? Cheio de vida, decerto!. É sempre um prazer voltar aqui.
:)

O Profeta disse...

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

Claras o contestatário disse...

Olá Minha Querida


Cada um interpreta como pode e sabe.
Sempre que Alice sentir os passos que espera, fará a viagem ao País dos Sonhos, esperemos que nunca desapareçam os passos.
Esperemos que se algum dia desaparecerem, que tenha a fortaleza interior de conseguir viajar até ao País dos Sonhos, dos seus Sonhos.

beijinho

Mel disse...

texto irresistível. há um pouco dessa complexidade em todos nós... por um lado sem essa complexidade como conseguiríamos viver ? :)

beijos**

Carlos D disse...

A dor prende a nossa mente
fecha e limita o nosso espaço
mas é a nossa mente felizmente
que liberta a dor e nos concede
a alegria do sorriso de um abraço
liberta o sonho e o espaço cede

bjs e um sorriso

Marta disse...

Olá Carla,

Gostei muito de conhecer o teu espaço, e ao contactar com este texto senti uma arrepio, pois a descrição que eu não aprecio nada, aqui está leve e bem conseguida, e cativou-me :)

Será que os não-sentimentos existem...?

Obrigada pela visita, e volta sempre.

Beijinhos

Nuno disse...

Olá! A dor pode ser causada pelo Amor ou por uma doença. Pessoas que sofram por amor, são pessoas que escrevem muito bem e deixam transparecer o sofrimento que sentem, em forma de palavras e poesia. Espaços prisão, onde nos sentimos pressionados...

Qunato ao teu comentário: eu não me meto a conversar com quem não conheço, por isso não faço muitos amigos no real. Mas este mês conto encontrar-me com uma amiga ao vivo e a cores, com quem falo há seis ou 7 anos no msn, caso ela venha aqui e quero encontrar-me com a minha amiga e ex namorada e talvez com a Rosa Branca, que já a conheço ao vivo, caso ela venha aqui.. beijos e um bom trabalho! boas férias, se for o caso. beijos e um abraço para ti!

Ana S. disse...

Só mesmo no país dos sonhos podemos não ter sentimentos. O pior é ter de acordar e reparar que eles continuam bem presentes.
Beijinhos

Maripa disse...

Texto que faz doer..senti um apertozinho no coração.

Como seria bom que a Alice se ausentasse para o País dos Sonhos com o propósito de sonhar,apenas...

Obrigada pela sua gentil visita.

Beijo carinhoso,sim?

Fernando Rozano disse...

muitas vezes, talvez sempre, buscamos o não-sentimento, aquela espécie de armadura protetora, mas na verdade estamos envolvidos ad infinitum com a vida e isso significa estar à pele a todo instante, pois essa dor, essa vivência é de dentro, da alma. texto instigante, emblemático, que desejo ler mais vezes. beijo, Carla.

segredo disse...

Que texto maravilhoso mas carregado de pesar...
Adorei visitar te;)
Beijinho

Maria disse...

As ausências presentes doem muito.
Mas as ausências ausentes doem muito mais...
Um texto muito bem escrito, sobre uma questão tão actual....

Beijos, Carla

Eduardo Aleixo disse...

Carla, que dizer-te, senão que a dor, que tão bem descreves, tem de ser encarada de frente, como tu o fazes, com todo o amor do teu coração?
A esse amor junta-se a esperança e a certreza interior de que a luz regressa sempre, pois não há invernos permanentes.
Beijinhos ternos.
Eduardo

Nanda Assis. disse...

...o país dos sonhos...
é lá o lugar de onde vim.
bjosss...

Ricardo Rayol disse...

uma tristeza que um dia hei de captar e colocar em letras também

daniel disse...

Carla

Uma viagem ao pais dos sonhos, em princípio e agradável. No caso, sendo sonhos doirados, resultará!
Daniel

Menina do Rio disse...

Quantas vezes nos juntamos à Alice, esvaziando-nos de nós mesmos na vã esperança de não sentir...

Um beijinho de boa semana

Paula disse...

"Há momentos de dor que a realidade não consegue ultrapassar, espaços-prisão que urge quebrar..."

Destaquei este excerto do texto que me pareceu importante e expressivo.

Existem fases da nossa vida que devem ser de reflexão sobre o que de facto queremos, sem obedecer a qualquer tipo de coacção.
Ninguém consegue desenvolver as suas capacidades como ser humano se decide manter-se numa prisão física e psicológica. Há que romper, que quebrar! O preço a pagar pode ser elevado mas se a nossa dignidade está aí, temos de enveredar por esse caminho. O do respeito por nós próprios! No final, podemos não ter mais nada... mas podemos acenar a todo o mundo a nossa dignidade como pessoas!
É na encruzilhada da vida que nos é exigido mais coragem, para não termos medo de sermos nós próprios!

Abraço de carinho

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carla, belo texto... Muito real que descreve muito bem a dor...Espectacular...
Beijos

Rocket disse...

se crente, rezaria pra que fosse tudo imagem e imaginação...ciça!

belo mas inquietante...


bjos

poetaeusou . . . disse...

*
não, não é a
alice no país das maravilhas,
não.
,
sentimentais conchinhas,
,
*

Fatyly disse...

Absorvi cada palavra tua, bem como de todos os comentários.

Realmente como diz "claras o contestatário - cada um interpreta como pode e sabe" e eu acrescentaria...e sente, porque escrito por um tem um sentido e lido por dez poderá ter dez sentidos diferentes!

Li várias vezes e sempre que lia, não senti nem visualizei a ausência que se faz onde ficamos alheios a tudo e de tudo - ôcos, exactamente a pior das solidões, a sentida quando estamos acompanhados. Aí sim, uma luta dolorosa e perdemo-nos em busca de "não-sentimentos" como a querer transformar e embelezar, os tais paninhos quentes, no que jamais se transforma.
Toldados e aí deparamo-nos com um espelho - a foto - exactamente a reprodução negativa de um mar de sentimentos controversos, feitos Alice num país dos sonhos.

Outra leitura que fiz, talvez por conhecer dois casos...a ausência de tudo (mas será que estarão mesmo ausentes, ou criaram outro mundo ao qual não chegamos?) nos que sofrem de Alzaimer e autismo - novos e velhos.

Não sei se me fiz entender, mas a culpada és tu que os teus textos provocam um rol de sentimentos e reflexão!
Vales ouro e olha que há por aí tanto escritor da tanga.

Fiz a minha leitura e por ser tão minha pouco me importa de não ser o "cerne" deste texto, mas tiro-te o meu chapéu porque bateu fundo!

Parabéns e obrigado por este tempão (nem te digo o que demorei:))

Beijos amigos e sinceros

JPD disse...

Olá Carla

Tenho para mim como muito relevante que cada pessoa deve preservar a sua reserva, para nela se recolher, para dela partir em busca de soluções para os problemas que a aflige.

O tempo da partilha já é outro. Não dispensa a fase anterior. Será um dos variadíssimos complementos.

Gostei do texto.
Bj

fi disse...

Este texto ficou lindíssimo.
Em alguns momentos da nossa vida, somos todos um pouco 'Alices'.

Maior beijo, Carla

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Oi, Carla, seu texto está belíssimo!Como sempre, vai estourar no IBOPE!
Postei sobre o filme "Caráter" e como sei que você tem bom caráter, apareça por aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um abraço,
Renata

Mustafa Şenalp disse...

Çok güzel site. :)

anjo disse...

ola o texto e mt bonito é uma gd verdade nos sonhamos mt mas a realidade e mt difente mas temos de sonhar para ter esperança de um di a seremos felizes :) beijos

Mário Margaride disse...

Olá Carla,

Um belo texto de reflexão!

Parabéns!

Beijinhos

Mário

Liz / Falando de tudo! disse...

Quem nao espera ter uma viagem ao Pais dos sonhos?! Um lugar onde so havera correspondências, onde todos se entendem...hum, é assim no meu sonho!
Abraços
Liz

Gui disse...

Querida Carla, parece teres o problema mas também tens a solução. Uma viagem ao pís dos sonhos. Não resolve? Talvez não,mas ajuda muito. Um beijo.

Rafeiro Perfumado disse...

O pior é se na viagem lhe aparece um não-revisor e a manda borda fora...

Marinha de Allegue disse...

Un texto repleto de emocións e sentimentos...

Unha aperta Carla.
:)

Canephora disse...

E quantas vezes passamos na frente, e etentamos por todos os esforços chegar lá ao cantinho desses não-sentimentos para tentar transformar... mas infelizmente não se chega...
ficamos como cascas... como ovos sem conteudo, vazios.
Como se todos os sonhos nos abandunassem ou simplesmente passassem a ser pesadelos.

Infelizmente, muitos de nós estão realmente presos nessa casca que parece tão frágil, mas nem mesmo um grito saí...

Iana disse...

Olá amigos (as) queridos (as), é tão bom estar de volta depois de uns dias longos de férias.... Obrigada por cuidarem bem de meu jardim em flores.... vocês todos são D++++ adoro-vos, de vossa doce rosa amiga, recebam um grande beijo doce e um forte abraço cheio de saudades! É bom saber que posso sair e ficar tranquila, vocês cuidam bem de nosso jardim, ele não ficou sozinho, isso é maravilhoso!

Com carinho sempre

Iana!!!

Carla minha linda flor do campo.. espero que estejas td bem contigo amada... grande beijos e desejos de uma óptima continuação de semana... beijo grande

Iana!!!

Vanessa. disse...

'Há momentos de dor que a realidade não consegue ultrapassar...'

E tu soubeste descrever tão bem essa dor. Adoro ler-te :''

Maria P. disse...

Não-sentimentos, a negação...

Beijinhos

Just me disse...

E bom que é sonhar =)

Val Du disse...

Toda hora tem a sua dor, até nos sonhos ela nos consome.É preciso domar essa danada com cores vivas e vibrantes.

Beijos

Rei da Lã disse...

Por mim não há qualquer problema!
Tanto sinto como não sinto.
Depende do teor alcoólico da bebida...

Delfim peixoto disse...

Sentidamente escrito e sentidamente escrito
bjs

OLHAR VAGABUNDO disse...

quando te leio sinto as palavras a descrever perfeiçoes minusculas...sinto o belo...sinto não sentimentos...

beijo vagabundo carla

Bandys disse...

Carla,

As vezes os problemas demoram a ter solucionados e ficamos na dor.
Mas a dor fortalece...e a alma liberta.

Beijos minha querida

lovemebaby_now disse...

"Há momentos de dor que a realidade não consegue ultrapassar, "

A grande realidade é exactamente esta.

Adorei o teu cantinho (:
obrigada pelo comentario,
um beijo

Eternos Sentidos disse...

Continuo à espera da Alice.

Beijo (E)terno

Parapeito disse...

Todo o ser humano conhece a dor..e cada um lida com ela como melhor pode ...Com o tempo a dor vai atenuando...aprendemos a viver com ela...mas a cicatriz fica sempre...Uns como a Alice, recorrem ao País dos sonhos...e depois ...quando o sonho termina??

****

NAELA disse...

Carla por vezes a dor proclama viagem ao pais de Alice, onde possa contemplar com calma as vissitudes da vida, e nesta tranquilidade os sonhos tornam-se mais livres de sentir!
Beijo doce

Vieira Calado disse...

Um beijinho...
fresquinho...
com todo calor que está!

DE-PROPOSITO disse...

Uma presença que estava ausente. Um estar, sem estar. Acredito que no fim do sonho, ela 'regressou'.
Fica bem.
e felicidades.
Manuel

Alice Matos disse...

Olá Carla...
Há momentos assim...
Deixei-me entrar nas tuas palavras e usei-as como se fossem escritas para mim... uma Alice que foge quando a dor não permite ficar...
Lindo o teu texto...
Beijinho grande...
Alice...

lua prateada disse...

Lindo...Lindo...mas LINDO miga parabéns é maravilhoso ler palavras tão lindas compreende-las e senti-las...
Beijinho prateado com carinho
SOL

ivone disse...

a esse não chamo de país dos sonhos mas um país sem maravilhas...assim é alice por vezes.

OUTONO disse...

Como sempre, um mundo mistério, com belezas descritivas, pelo escrito da tua pena...

Há espaços prisão bons...ler-te um deles!

Beijinho.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Carla, texto de fazer doer o coração,mas infelizmente existe tanta dor... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Wolf disse...

Carla olá

eu tambem tenho uma Alice.....Sabias..rsrsr

Nas existe algo..que eu não acredito no Não Sentimento,

acredito em duendes...em fadas...acredito no pai natal...e já fui a Terra dos Sonhos...

de lá trago sempre algo..comigo..

Um dia, por acaso, revolvi a minha sacola, onde guardo o que recolho na Terra dos Sonhos.
Encontrei entre outras coisas a aceitação plena e interiorizada do que lá, a Ela á Terra dos Sonhos me levava...

Os meus bilhetes para a Terra dos Sonhos acabaram.. nesse mesmo dia..

Eu Mesmo retirei esse previlégio auto destruidor....

A minha Alice por incrivél que pareça encontrou-se... e ela quem já nada esperava da vida, Nada..

Ainda bem que conheci a Alice... pois sinal que me conheci a Mim Mesmo...sou tão giro.... ;) ;)


Mexeu comigo este texto.. muito.
e alguns comentários, extremamente racionais tambem, nas quem disse que eu sou racional....

eu sou das emoções..

Beijo gordo..

ops..já te disse tambem que é importante ter Carla no meu espaço? :))))

beijinhos muito queridos

Rubens da Cunha disse...

obrigado pela visita ao casa de paragens.
abraços
Rubens

SAM disse...

Verdade, Carla. Belo texto. Sonhando escapamos destes espaços-prisão.


Grande beijo

Dois Rios disse...

Realidade de desconsolo e dor.
Beijo,

Santhiago Ramirez disse...

Lindo. Um misto de vazio e de tristeza tomou conta de mim, nas poucas linhas de tantos significados.
Beijos carinhosos do Thiago

Andreia do Flautim disse...

Olá!
Um bom dia para ti!

Esplanando disse...

Em vez de te sentares à espera que a Alice regresse, porque não vais tu dar uma volta!? ;-) :-D

Carla disse...

Carlos
Outra realidade que existe e que muitas vezes só mesmo o sonho consegue esbater
beijos

Carla disse...

Wind
Creio que muitas vezes é mais difícil superar a dor psicológica do que a física
beijos

Carla disse...

Mdsol
sofrido...como a vida...por vezes!
beijos e obrigada pela tua presença

Carla disse...

O Profeta
boas férias para ti também
beijos

Carla disse...

Marta
que os sonhos nunca se percam...independentemente dos passos que surjam (ou não)
beijos amigos (por tudo)

Carla disse...

Mel
tens razão...mas porque complicamos tantas vezes o que é, aparentemente, tão simples!
beijos

Carla disse...

Carlos D
porque a dor é só uma das partes do nosso sentir...e a mente sabe disso!
beijos

Carla disse...

Marta
...se calhar existem...ou pelo menos existem enquanto tentativa nossa de os encontrar
volta sempre
beijos

Carla disse...

Nuno
...há sim imensos tipos de dor, mas todos eles magoam, embora de formas diferentes.

Claro que fazes bem em não falar com qualquer um(a)...mas conhecer pessoas novas nunca fez mal a ninguém, pois não?
beijos e boas férias

Carla disse...

Ana S
principalmente quando os sentimentos...magoam!
beijos

Carla disse...

Maripa
...sonhar apenas...sem ser em fuga!
obrigada pela visita
beijos

Carla disse...

Fernando Rozano
É mesmo uma espécie de armadura protetora que nos leva a fugir, por um lado, mas a acreditar que a vida sem sentimentos não faz sentido, por outro lado!
E assim vamos balançando entre o sonhos e a realidade, entre a alegria e a dor.
Volta sempre
beijos

Carla disse...

Segredo
...momentos de dor!
beijos e obrigada pela visita

Carla disse...

MAria
...dói sempre a ausência, principalmente quando deixa um vazio revestido de um frio de Inverno!
beijos

Carla disse...

Eduardo
e quando somos nós os causadores dessa mesma dor? Teremos ainda assim coragem de a enfrentar de frente?
Mas acho que tens razão, não há Invernos permanentes e um dia o sol volta a brilhar novamente
beijos

Carla disse...

nanda assis
...que bom que o conheces
beijos

Carla disse...

Ricardo Rayol
...que a ponhas em palavras, sem a sentires em pleno!
beijos

Carla disse...

Daniel
aos sonhos conseguimos dar a cor que queremos... à vida nem sempre!
beijos

Carla disse...

Menina do Rio
...quase sempre vã essa tentativa!
beijos

Carla disse...

Paula
mais do que medo de sermos nós próprios, há muitas vezes o desconhecimento de qual o caminho a seguir...qual o rumo a traçar para encontrar o trilho da felicidade!
beijos

Carla disse...

Chana
...palavras sentidas!
beijos

Carla disse...

Rocket
...se crente faria o mesmo!
...inquietudes, consegues viver sem elas?
beijos

Carla disse...

poetaeusou
...não é pois não? A mim também me parecia que esta era outra Alice!
beijos

Carla disse...

Fatyly
amiga com um texto destes demora sempre o tempo que quiseres...sabes como gosto d ete ler!
O vazio...é, sem dúvida, a pior das solidões, aquela que não se consegue embelezar! E até eu que preciso dos meus momentos de solidão sei que há momentos em que o espelho pode revelar-nos uma realidade assustadora...porque dorida!
Como sempre as tuas palavras são tão sentidas
beijos amigos

Carla disse...

JPD
fecharmo-nos na nossa concha antes de explorarmos a fase da partilha! Talvez!
beijos

Carla disse...

fi
...acho que sim que todos temos um pouco de Alice...dos dois lados da Alice
beijos

Carla disse...

Reanta
obrigada amiga
vou ler mais um dos teus posts
beijos

Carla disse...

Mustafa Senalp
obrigada pela visita
beijos

Carla disse...

Anjo
Sonho e realidade nem sempre se abraçam!
beijos

Carla disse...

Mário Margaride
obrigada
beijos

Carla disse...

Liz
...porque sonhar ainda é permitido!
beijos

Carla disse...

Gui
a solução é sempre mais difícil de encontrar...mas que uma vagem à Terra dos Sonhos ajuda, disso não tenho dúvidas!
beijos

Carla disse...

Rafeiro Perfumado
...eheheeh os não revisores não existem! Mas se algum aparecer vindo do País dos Sonhos popde ser que escolha um local encantado para a atirar porta fora!
beijos

Carla disse...

Marinha de Allegue
sentimentos...sim
beijos

Carla disse...

Canhephora
...cascas de ovos sem conteúdo...acho que o vazio da dor pode, de facto, ser descrito dessa forma
beijos

Carla disse...

Iana
Bom regresso de férias
vou passar já pelo teu jardim
beijos

Carla disse...

Vanessa.
palavras que sentidos ditam
obrigada pela tua leitura
beijos

Carla disse...

Maria P
..e dói viver em negação!
beijos

Carla disse...

Just me
..bom sonhar...mau sofrer!
beijos

Carla disse...

Val Du
boa aposta...domar a dor. Afinal temos em nós capacidades para isso!
beijos

Carla disse...

Rei da Lã
...pois mas como só bebo água...o seu teor alcoólico não me ajuda em nada :)
beijos

Carla disse...

Delfim Peixoo
sentidamente lido
obrigada
beijos

Carla disse...

Olhar Vagabundo
que bom que sentes!
beijos

Carla disse...

Bandys
e porque precisa a alma de dor para se libertar, porque tem de ser masoquista ao ponto de não o conseguir fazer com alegria e felicidade, apenas?
beijos

Carla disse...

Lovemebaby
dorida realidade
se gostaste deste desalinhos...volta sempre
beijos

Carla disse...

Eternos sentidos
...e se há quem diga que quem espera sempre alcança eu acredito que quem espera...desespera...quase sempre!
beijos

Carla disse...

Parapeito
...acho que ninguém tem uma fórmula mágica para lidar com a dor...vamos adaptando-nos à dor e aos sentimentos que ela nos provoca e gerindo-a da melhor forma que sabemos
beijos

Carla disse...

Naela
...uma fuga...até ao recanto dos sonhos, mas ganharmos energias para batalhas a travar!
beijos

Carla disse...

Vieira Calado
obrigada
beijos

Carla disse...

De-Propósito
esperemos que sim...porque a vida não se pode fazer só de sonhos!
beijos

Carla disse...

Alice Matos
fica com as palavras...obrigada por teres gostado delas e do sentir que elas transmitem
beijos

Carla disse...

Lua Prateada
...porque há dias em que o sol não brilha, não é amiga?
beijos

Carla disse...

Ivone
...sem maravilhas...tens razão!
beijos

Carla disse...

Outono
...como sempre palavras amáveis com que me brindas e que me fazem ter vontade de usar a minha pena para...escrever
beijos e bom regresso

Carla disse...

Fernanda
...a dor existe e às vezes visita-nos quando menos esperamos
beijos e obrigada

Carla disse...

Wolf
deixaste de sonhar porque encontraste a Alice que te levou até ti... isso é fabuloso, principalmente quando somos um poço de emoções que muitas vezes sobrepõem à razão!
Mas vai deixando um ou outro bilhete de lado, porque às vezes sonhar é tão bom!
beijos desalinhados :)

Carla disse...

Rubens da Cunha
de nada
beijos

Carla disse...

Sam
às vezes só mesmo em sonho, outras vezes lutando!
beijos

Carla disse...

Dois Rios
uma realidade a que nem sempre se consegue fugir!
beijos

Carla disse...

Santhiago Ramirez
...assim é feito o cerne deste texto...desculpa o efeito negativo, mas nem sempre os sorrisos surgem
beijos

Carla disse...

Andreia do flautim
que tenhas um bom dia também
beijos

Carla disse...

Esplanando
...porque há o outro lado do espelho!
beijos

Gerlane disse...

Profundamente belo!
Sim, às vezes, precisamos, como Alice, retirar-nos para cuidar da dor.

Beijos pra ti!

Carla disse...

Gerlane
...quase uma cura..uma retirada para purificação!
beijos

Golfinho disse...

Por onde andas Alice? No País dos sonhos? Diz-me onde fica...

Carla disse...

Golfinho
acho que a Alice ainda anda perdida em busca do país dos sonhos...se o descobrir dir-te-á qualquer coisa, certamente
beijos

jasmimdomeuquintal disse...

de vez em quando dava jeito esse "não sentimento".
Onde comprar?
bjos

Carla disse...

Jasmimdomeu quintal
...se dava!
O problema é onde o encontrar!
beijos

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla. Mais um texto maravilhoso. Gosto muito de vir aqui. Sempre me deparo com algo inusitado.
Hoje estamos com Alice no País dos Sonhos em busca dos não-sentimentos. Mas mesmo em nossos sonhos acho que não conseguiremos encontrá-los. Pois neles somos muitas, todas, nenhuma. Ainda bem que sonhamos, talvez seja o único jeito da dor diminuir.

Ótima quinta para você.

Beijos mil! :-)

Carla disse...

Sorriso
...por isso é que é tão bom sonhar...podemos ser tudo ou apenas...nada!
beijos

titofarpas disse...

Já voltei de férias e o teu blog continua fantástico...
Bom fim de semana

Carla disse...

Titofarpas
bom regresso
vou já ver as novidades no teu espaço
beijos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Que texto magnífico!
Me deparei com este texto, e fiquei aqui abismada, tornei a ler, e descobri que o sonho nem sempre é possível. Pelo menos para mim.
Fiz postagem nova, apareça por lá. Um grande abraço é parabéns por este texto .

Carla disse...

Martha
..nem sempre é possível mesmo, pelo menos tornar-se realidade
obrigada
vou já passar por lá
beijos

Nilson Barcelli disse...

Decididamente... o nome do teu blogue est� completamente errado. As tuas palavras est�o sempre alinhadas... escreves bem... seja prosa ou poesia. Devia chamar-se, por isso, palavras alinhadas...
Beijinhos.

Carla disse...

Nilson
até me fizeste rir
...nem sempre andam muito alinhadas...mas obrigada
beijos

gasolina disse...

A tentativa de racionalizar o que nos faz tremer...tentar sentir o não sentir, o lado do espelho onde se observa o outro mundo de nós.

Um beijo.

Sei que existes disse...

Há uma quantidade enorme de pessoas assim... É assustador!
Beijocas grandes

della-porther disse...

interessantes os não-sentimentos.

:)
della

© Piedade Araújo Sol disse...

um texto verdadeiro e forte, onde consegues dizer muito em poucas palavras.

beij

Treasureseeker disse...

Por vezes,tentamos fugir daquilo que nos sufoca:as angústias que são parte da nossa condição de seres pensantes e emotivos.
Desta forma,buscamos o amparo,ou o refúgio,longe de nós mesmos,e perdemo-nos nessa busca.
Mas não há como fugirmos do que somos:olhando-nos ao espelho,aprendemos a compreender o que somos e porque nos sentimos assim,e então acordamos para enfrentar o que nos avassala.
Depois disso,já podemos voltar a sorrir!

Um beijo

Carla disse...

Gasolina
o outro mundo de nós, muitas vezes é tão só o caminho para uma fuga...o ganhar tempo!
beijos

Carla disse...

sei que existes
...há sim
beijos

Carla disse...

della
interessantes...mas assustadores
beijos

Carla disse...

piedade
dizer sentimentos
beijos

Carla disse...

Treasureseeker
em termos definitivos não há mesmo como fugirmos de nós próprios
beijos

pinguim disse...

É essecialmente na dor que os amigos verdadeiros dizem: presente!
Beijinho.

Carla disse...

Pinguim
...e a força deles é importante para se conseguir ultrapassar a dor!
beijos

Filoxera disse...

País dos Sonhos, ou será dos Pesadelos?
A vida é assim; espero que venham melhores dias.
Beijos.

Crisfonseca disse...

Belo simplesmente belo. Parabéns.
Postei um desenho novo, apareça quando puder.
Beijos,
Cris

Carla disse...

Filoxera
...eu também
beijos

ACP disse...

Imagem belíssima q casa na perfeição com o poema! Dá aquela ideia de medo... do medo que temos de ver o nosso reflexo espelhado, qdo a dor aperta tanto que queremos esquecer q é dor.

Beijinhos

Carla disse...

ACP
obrigado pela interpretação do texto e da imagem...porque essa é uma ideia do que o medo nos pode fazer
beijos

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Quem ama sofre, e algumas vezes sujeita-se a viver momentos assim.
Beijinhos.

Carla disse...

Artt of love
amar...e sofrer!
beijos