sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Des-construir o poema



Lembro-me dos dias em que as horas se despiam para nós… nuas de todos os preconceitos.
E perdidos nesse tempo voraz, em que os ponteiros ensinavam o nosso amor a despontar, des-construíamos o poema.
Rias-te por cada palavra roubada, como fruta na berma da estrada, e trazias o seu sumo até ao recorte dos meus lábios.
Embrulhavas as rimas no teu aroma e deixavas escorrer um gota no arrepio do meu prazer.


Gritava de amor
…o nosso corpo!
Silêncio de paixão
…o poema!
Vestia os trajes do desejo
…o nosso corpo!
Despia os trajes da ansiedade
…o poema!


Poesia desperta nos poros da madrugada… em nós suor adocicado com misteriosos aromas do Oriente!


Voltei finalmente e quero deixar um beijo de agradecimento a todos os que foram passando por aqui na minha ausência. Aos poucos espero por as minhas visitas em dia.

213 comentários:

1 – 200 de 213   Mais recente›   Mais recente»
Marta disse...

Fica tudo escrito nesse poema impossível de des-contruir...
Bom estares de volta e obrigada pela visita ao meu blog.
Até já
Beijos e abraços
Marta

Paula Raposo disse...

Mais uma belíssima transmissão de sensibilidade na (des)construção do poema sensual. Gostei imenso. Bem regressada, Carla. Muitos beijos.

Val Du disse...

Oi, Carla.

Que bom que voltou.
E voltou bem inspirada.;)

Beijos

Pena disse...

Doce e Preciosa Amiga Poetiza:
"...Lembro-me dos dias em que as horas se despiam para nós… nuas de todos os preconceitos.
E perdidos nesse tempo voraz, em que os ponteiros ensinavam o nosso amor a despontar, des-construíamos o poema.
Rias-te por cada palavra roubada, como fruta na berma da estrada, e trazias o seu sumo até ao recorte dos meus lábios.
Embrulhavas as rimas no teu aroma e deixavas escorrer um gota no arrepio do meu prazer..."

Sedutor. Belo. Profundo. Intenso.
Um poema de sentimentos à flor da pele que fascina.
Parabéns sinceros. Adorei. Fabuloso.
Com muito respeito.
Beijinhos amigos

pena

Extraordinária presença literária de sonho.
Bem-Haja, pelo encanto que suscitam as palavras que são VOCÊ e o seu "tesouro" fabuloso.

Max Psycho disse...

Ae guria que om que voltaste e achei bem interessante seu poema, apesar de se eu gritasse por amor seria de raiva pois eu detesto o amor, bju grande e ótimo final de semana

Dri Viaro disse...

Oi, vim conhecer seu blog, e desejar bom fds
bjs

aguardo sua visita :)

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carla, belas palavas...Belo regreesso...Espectacular....
Beijos

Justine disse...

Bem-vinda, com este belo poema (fez-me lembrar um poema de Eugénio de Andrade sobre os corpos, o calor e o amor...)

Everson Russo disse...

Poesia é tudo, é paisagem, é amor, é alma, é chama, inverno e verão, sorriso e paz, coração, tudo que o vento toca tudo que toca o olhar, um beijo querida e um lindo final de semana pra ti...

Desnuda disse...

Olá, amiga!


Feliz com seu retorno e poder ler seus textos e poemas belíssimos.


"...Poesia desperta nos poros da madrugada… em nós suor adocicado com misteriosos aromas do Oriente!"

Que magia! Bonito demais....


Carinhoso beijo, Carla!

AnaMar (pseudónimo) disse...

Um sorriso de agrado pelo poema tão belo.
E como gostaria eu de o ter escrito, já que o sinto, assim...

Bj

wind disse...

Belo e sensual.
Beijos

Léo Metallica disse...

Porque tão pouco se vê poemas sem a alcunha romântica de uma vida a dois?

Fico a pensar que deve ser tão lindo a exaltação de algo que nada tenha a ver com o amor entre duas pessoas.

Eu sei que o autor deve escrever o que quiser... Mais os poemas ficaram estigmatizados.

Fica a minha crítica.

Direto do Rio.
Beijos.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Carlinha,

Que felicidade essa sua volta. Só assim podemos nos deliciar com seus poemas construídos de carinho.

Beijo bem grandão, menina linda.

Rebeca

-

LOURO disse...

Querida amiga Carla,

lindo texto/poético!!! Parabéns!!!

Poesia desperta nos poros da madrugada... em nós suor adocicado
com misteriosos aromas do Oriente!

Gostei!!!

Bom fim de semana,

beijinhos de carinho e amizade

Lourenço

Maria disse...

Que sejas bem regressada! Adorei o teu poema des-construído.

Beijos

Agulheta disse...

Olá amiguinha.Penso ser a primeira no comentário,e dizer que adorei as palavras de amor mesmo que elas sejam desconstrui-das das frases!
Beijinho bfs

neide disse...

Carla ninha querida que bom tê-la de volta nos presenteando com seus tão belos poemas.
Espero que tenhas descansado, se divertido e gostado do meu Páis.
Fez falta viu? Ler seus poemas e sonhar de olhos abertos.

Bjss querida e bom final de semana.

FOTOS-SUSY disse...

OLÁ CARLA, MARAVILHOSO POEMA... TODA A TUA POESIA É FASCINANTE... ADOREI!!!
BEIJINHOS DE CARINHO,

SUSY

Amaral disse...

Carla
Voltaste e em grande. Já estava com saudades.
Bom fim-de-semana
Bjo

mfc disse...

Sempre as palavras certas e bonitas, apesar de um sentido evocativo que denotam.

OUTONO disse...

Maravilhoso...como sempre!

Mesmo em des-construção!

Beijinho

KrystalDiVerso disse...

Seja bem vinda!...
Energia rejuvenescida!... Vontade admirável!... Memória em forma de desejo!...



Bom fim de semana!


Escolha entre... beijos e abraços

Opuntia disse...

É tão bom desconstruir poemas e desvestir palavras! É nesse jogo que aprendemos a nos descobrir como leitor-escritor.

Que bom que voltaste!

Pedrasnuas disse...

ENTÃO DIREI QUE ÉS BEM VINDA...QUE DES-CONSTRUÇÃO SENSUAL...
UMA DES-CONSTRUÇÃO NOS GESTOS...QUE MARAVILHA!!!

AINDA BEM QUE REGRESSASTE

BEIJO

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

ººº
Bonita poesia como é teu timbre

Bjos

PS - Obg plos parabéns, cedo ou tarde o que conta é a intenção

MEUS PENSAMENTOS disse...

ja estava com saudades ufa que poema belissimo bjs pra vc!

lua prateada disse...

E no teu caminhar...seja no deserto ou por andares, que te sintas sempre TU !...
Beijinho prateado

SOL

Nuno G. disse...

que bom voltar a ter-te por aqui...
principalmente pelas coisas lindas que escreves, como este “desconstruído” poema impossível de construir melhor...

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

Fatyly disse...

...e tens a poesia bem desperta na ponta dos teus dedos...lindissimo.

Beijocas

Rafeiro Perfumado disse...

Um strit-tease de horas.... até as estou a ver, em cima do palco, a tirarem os minutos, um a um, sensualmente.

Beijo!

ADiniz disse...

Despia-me lentamente
Sim ...
fiquei nua...
Ultrapassar os limites
do preconceito e de seus medos,
eram
palavras, sonhos, olhar profundo,
até vôos anteciparam-se,
tamanho desejo de embrulhar nos lençóis
arrepios contidos.

Um pássaro só voa alto
Porque desliza junto com a brisa.
Senão fica presa no vácuo
Entre o nada e o talvez.

Grata por sua visita poderia afirmar que não é caso de um lugar só que estas cartas são atuais.
Bjinhos e um ótimo final de semana.

jo ra tone disse...

Carla,
Sempre de vento em popa com estes poemas magníficos.
Um regresso cheio de vida te desejo.
Bom fim de semana
Beijinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Poema feito de sabores!

Beijo,

Nuno de Sousa disse...

Ai minha amiga... q nunca mais conseguimos falar nem tem sido possível... as coisas andam mal por ali, no sentido trabalho a mais mas espero um dia te voltar a apanhar durante dia... e tou preocupado para saber de ti...
Obrigado comentário... e eu q nunca mais visitei ninguem nos blogues :-( e que saudades vir aqui...
Lindo as tuas palavras a tua imagem e a arte corre-te nas veias admio-te e sabes isso...
Bom fds para ti amiga minha,
Nuno

P.s. Q saudades das tuas fotos ehehheheheheh

pin gente disse...

e que sensual regresso o teu amiga.
despes as palavras maravavilhosa e deliciosamente.
beijos
luísa

muito obrigada pela ajuda na divulgação do meu livro.
sei que nos abraçaremos muito breve.

Filoxera disse...

Poesia e sensualidade qb.
Como sempre, muito bom.
Um beijo.

Fritiane Totallytchoisted disse...

e voltou com força total hein
muito lindo este poema
bem descritivo e profundo

gaivota disse...

aromas orientais...
pois eu ando mais no outro lado, neste momento!
um poema lindíssimo, como sempre, carla,
vai aparecendo...
beijinhos

Lmatta disse...

gostei do teu texto
beijos

Joe disse...

Sem dúvida, o erotismo, a sensualidade, o amor, são o teu nicho. Lindo poema.

Késia Maximiano disse...

Q doce e sensivel!
Amei!
Beijão

Fernando Rozano disse...

tua intensidade é essencial para a des-construção que se cria e instiga. feliz com tua volta. beijo.

Sandra disse...

BOM DIA!
Vim retribuir a sua visita. Dizer o quanto a sua amizade é importante para mim.
Tem um lindo presente para vc. no blog da Curiosa.
Passe lá. Te espero.
Bom final de Semana.
Sandra

Oliver Pickwick disse...

Um retorno em grande estilo, este é um dos seus melhores trabalhos publicados aqui no blog.
Um beijo!

Nilson Barcelli disse...

Gostei da construção da tua des-contrução...
Em prosa ou em verso, és sempre a mesma Carla. E eu gosto.
Bom Domingo, beijo.

segredo disse...

E que bela maneira de voltar: com um poema arrepiante!
Beijinho de lua*.*

gotadevidro disse...

Bom ter-te de volta e bom poder novamente ler-te.

Belo o que escreves.

Adorei

Boa semana

bjito

Carla disse...

Marta
A desconstrução, por vezes, obriga-nos a reinventar a vida
beijo

Carla disse...

Paula Raposo
desconstruirmos a vida para a reconstruirmos
beijo e obrigada

Carla disse...

ValDu
obrigada pelas palavras
beijo

Carla disse...

Pena
sentimentos à flor da pele para serem vividos
obrigada e um beijo

Carla disse...

Max
raiva e amor..opostos que, às vezes se tocam
beijo

Carla disse...

Dri
que bom que apareceu por aqui
volte sempre
beijo

Carla disse...

Chana
obrigada pela visita e pela simpatia
beijo

Carla disse...

Justine
obrigada pela comparação
beijo

Carla disse...

Everson
bela descrição da poesia e do amor
obrigada
beijo

Carla disse...

Desnuda
magia é ter quem nos leia e entenda, como tu o fazes
beijo

Carla disse...

AnaMar
um sorriso pela visita e pelo sentir
beijo

Carla disse...

wind
obrigada pela visita
beijo

Carla disse...

Léo
concordo com o que dizes...mas a verdade é que o amor a dois tem outra magia
beijo

Carla disse...

Rebeca
felicidade é ter leitores como vocês
beijo

Carla disse...

Louro
tão bom ter quem sinta estes aromas
obrigada
beijo

Carla disse...

Maria
obrigada pelas palavras que aaqui deixaste
beijo

Carla disse...

Agulheta
palavras de amor des-construídas em verso
beijo

Carla disse...

Neide
gostei muito do vosso país...é sempre reconfortante sentir o calor, a magia que aí existe
beijo

Carla disse...

fotos-Susy
obrigada pela visita e pelo carinho
beijo

Carla disse...

Amaral
bom regressar e sentir o apoio das pessoas que por aqui passam
beijo

Carla disse...

mfc
sim há, de facto, esse sentido...mas des-construído
beijo

Carla disse...

Outono
bom ter-te aqui a des-construir as minhas palavras
beijo

Carla disse...

Krystal
memória em forma de desejo...isso mesmo
beijo e obrigada

Carla disse...

Opuntia
é nesse "desvestir" das palavras que nos encontramos connosco e com os outros...com quem nos lê.
beijo

Carla disse...

Pedras Nuas
em des-construção se realiza uma construção de um poema e de um sentir
beijo

Carla disse...

Jota Ene
obrigada eu pela presença sempre simpática
beijo

Carla disse...

Meus pensamentos
as saudades eram minhas, também
beijo

Carla disse...

Lua prateada
ser EU, sermos NÓS nem sempre é tarefa fácil...mas é importante essa batalha
beijo

Maripa disse...

Que bom estares de volta!

Sensibilidade e sensualidade na des-construção do poema.

Ler-te de novo é um presente,obrigada.

Beijinho,Carla.

Dias disse...

E pujante regressas miuda, LINDISSIMO !!

Beijo moreno :)

Renato disse...

Olá Carla,

Tempo que nao venho aqui ler seus escritos.

Li o "Des-construir o poema" e me identifiquei muito com ele. Tocou-me profundamente pois estou saindo de um turbilhão muito recente.

Beijos e muita paz.
Renato.

Maldito disse...

E ve se fica dessa vez,.rrsrs
Inte!

A Magia da Noite disse...

os poemas são pedaços de nós que como retalhos se constroem em frases imersas em sentidos.

Carla disse...

Nuno G
obrigada por regressares neste meu regresso
beijo

Carla disse...

Fatyly
e ter-te aqui é sempre um prazer
beijo

Carla disse...

Rafeitro Perfumado
são umas malucas essas horas...
beijo

Carla disse...

ADiniz
fantásticas as tuas palavras...obrigada
beijo

Carla disse...

Jo ra tone
obrigada pelos desejos
beijo

Carla disse...

rosa dourada
sabores agri-doces
beijo

Carla disse...

Nuno
obrigada pela tua amabilidade...e cá está mais uma foto
beijo

Carla disse...

Pin gente
na simpatia das tuas palavras
beijo

Carla disse...

Filoxera
obrigada
beijo

Carla disse...

Fritiane
...com a força das palavras
beijo

Carla disse...

Gaivota
...pelos lados do Ocidente?
obrigada pela visita
beijo

Carla disse...

LMatta
simpáticas palavras
beijo

Carla disse...

Joe
creio que tens razão
obrigada pela visita...passo já a retribuir
beijo

Carla disse...

Kesia
obrigada pela simpatia
beijo

Carla disse...

Fernando Rozano~
instigar a descontruir para voltar a criar
beijo

Carla disse...

Sandra
obrigada pela visita e pelo presente
vou já recolher
beijo

Carla disse...

Oliver
simpáticas palavras
beijo

Carla disse...

Nilson
e tu sempre simpático
beijo

Carla disse...

Segredo
arrepios de amor e desejo
beijo

Carla disse...

gota de vidro
e que bom contar com a tua presença aqui
beijo

Carla disse...

Maripa
que bom que encontras essa sensibilidade nesta desconstrução
beijo

Carla disse...

Dias
regresso com a força da esperança
beijo moreno

Carla disse...

Renato
fico feliz por teres encontrado aqui a correspondência aos teres sentires e por teres regressado a este espaço...bem vindo
beijo

Carla disse...

Maldito
e eu fico feliz por teres voltado aos desalinhos
beijo

Carla disse...

A magia da noite
assim são os poemas pedaços de nós em palavras
beijo

Leo Mandoki, Jr. disse...

nao sou exactamente um fã de poesia...mas gosto de te ler...usas da autenticidade. E isso sim é literatura!
beijocas

Carla disse...

Léo
obrigada pela leitura, apesar da pouca apetência pela poesia
beijo

Eu sei que vou te amar disse...

Um regresso que traz consigo uma ansia da vida! Belas palavras que despem os versos na quietude do nosso sentir!
Um beijo doce

Carla disse...

inquietação de vida...
berijo

Corvo Negro disse...

Sê portanto muito bem regressada.
Fazes falta.









Beijo retribuído

Su disse...

que lindo, belíssimo... uma poesia descontruída que construiu outra mais bela ainda...

bjosss!

MZ disse...

O amor despido nas palavras do seu poema...


beijo

Gui disse...

É tão bonito que quaisquer palavras que eu aqui escrevesse iriam sempre destoar da beleza deste sentir. Lindo demais. Um beijo grande.

DE-PROPOSITO disse...

'Gritava de amor'
--------
Direi: _'A ternura do momento'!
E no dia seguinte, como foi?
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

MENSAGENS AO VENTO disse...

____________________________________


"Embrulhavas as rimas no teu aroma e deixavas escorrer um gota no arrepio do meu prazer."

Essa frase guarda em si, um poema inteiro!

Muito lindo!!!


Beijos de luz e o meu carinho...

Zélia (Mundo Azul)

________________________________

Menina do Rio disse...

Poema (des) cvonstruido de palavras que escorrem no tempo do prazer...

Bem vinda, Carla!

Beijinhos

Nuno Medon disse...

Olá! adorei todas as palavras do texto e do poema. bem vinda de volta!!! uma boa semana. beijos

utopia das palavras disse...

Voltaste com a sensibilidade que me acostumaste a sentir. Voltaste com um poema...cheio, e eu...gostei, amiga!

Beijos

heretico disse...

regressaste. com um texto deslumbrante...

beijo

Ana Martins disse...

Voltou e por sinal muito bem, com a inspiração no auge!

Gostei muito!!!

Beijinhos,
Ana Martins

paulofski disse...

Escrever é construir.

Quem bom estar de volta.

Beijo

Vieira Calado disse...

E tanto trabalho vai ter

a avaliar pelo número de visitas!


Bjs

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla.

Que bom que está de volta e mais inspirada do que nunca!!!
Trazendo com você o sensual aroma do Oriente. :-)

*******


"Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal."
Friedrich Nietzsche







BOA SEMANA!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Celamar Maione disse...

O amor , o tempo e a poesia.
Quantas rimas...
Bom que está de volta.
bj

tossan® disse...

Delicado e sofisticado! Muito bonito! Beijo

O Árabe disse...

E em grande estilo voltaste, amiga... bela construção! :) Boa semana.

Carlos Albuquerque disse...

Olá, Carla!
Vim agradecer a sua passagem pelo meu blog e a entrada na saudade da nossa Luanda. Gosto destes desalinhos. Pena é não ter um espaço para seguidores, porque nele me incluiria com todo o prazer.
Um Kandandu!

Carla disse...

corvo negro
obrigada pelas boas-vindas
beijo

Carla disse...

Su
esperemos que a beleza seja reencontrada
beijo

Carla disse...

MZ
em palavras despidas, mas com amor
beijos

Carla disse...

Gui
...a simpatia das suas palavras
beijo

Carla disse...

De-propósito
às vezes não se pode pensar no dia a seguir
beijo

Carla disse...

Mensagens ao vento
a poesia nos olhos de quem lê
beijo

Carla disse...

Menina do rio
palavras escritas em tempo de prazer
beijo

Carla disse...

Nuno Medon
obrigada pela visita
beijo

Carla disse...

Utopia das palavras
...as saudades já eram grandes
beijo

Carla disse...

Herético
obrigada pelo olhar atento
beijo

Carla disse...

Ana Martins
gostei de a ter por aqui
beijo

Carla disse...

Paulofski
pelo menos para mim é sim...nem que seja consstruir emoções
beijo

Carla disse...

Vieira Calado
os amigos nunca dão trabalho
beijo

Carla disse...

Sorriso
bom ter-te aqui
beijo

Carla disse...

Tossan
a delicadeza das palavras sentidas
beijo

Carla disse...

O Árabe
uma construção dedicada a quem ama as palavras
beijo

Carla disse...

Carlos Albuquerque
obrigada pela visita. Luanda é um sonho permanente. Pois creio que isto tem lista de seguidores, agora como isso se faz é que confesso não saber
beijo

tecas disse...

Sensibilidade, sensualidade, inspiração e perfeição. São os adjectivos que encontro para qualificar o Sublime.
Adorei o teu " Des-construir o poema", para a construção da poesia.
Bji amigo

© Piedade Araújo Sol disse...

a sensualidade a esvoaçar num poema, bem ao estilo da Carla!

boa semana!

. Paulo . Intemporal . disse...

. da reminiscência dos dias empíricos, re.nasce uma bel.íssima prosa poética .

. p.a.r.a.b.é.n.s. Carla .

. gostei muito .

. deixo um beijo abraçado .

Mário Margaride disse...

Simplesmente maravilhoso este poema...

Adorei!

Parabéns Carla!

Beijinhos e boa semana.

Mário

adenilson disse...

como pode escrever assim neh.
por isso q é sucesso
xD~
abraços
ótima terça/quarta
=]

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Gostei deste teu des-construir o poema, através da paixão, do amor, da sedução, e da entrega. São muito sugestivas estas tuas ideias.
Bjs.

Maria Clarinda disse...

Simplesmente divinal Carla, voltaste em força e fico muito feliz!!!
Jinhos mil

Táxi Pluvioso disse...

Mudam-se os tempos mudam-se as des-construções. Lembro as desconstruções da chamada poesia concreta. O Mello e Castro, o Aragão, ou Pestana. boa semana

Luis F disse...

As palavras, o momento, o sentimento... fecha-se os olhos e fica o poema

Deixo-te um convite:

O autor Luis Ferreira, e a editora Temas Originais têm o prazer de o/a convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Sentir as palavras”, a ter lugar na sala Green Room do Freeport - Alcochete, no próximo dia 26 de Setembro, pelas 17:00.

O autor e a obra serão apresentados pela Dr.ª Carmo Miranda Machado
O lançamento terá a presença do Trio Opus Musique e da SamariTuna - Tuna Feminina da Universidade Lusófona.

GarçaReal disse...

Sempre belo o teu poemar e o teu grito de amor.

Há muita paixão

Bom resto de semana

bjgrande do lago

Carla disse...

Tecas
porque assim se constroem momentos únicos
obrigada pelas palavras e pela amizade

Carla disse...

Piedade
esvoaçam as palavras
beijo

Carla disse...

Paulo Intemporal
dias empíricos que se vestem de sonhos
beijo

Carla disse...

Mário Margaride
obrigada
beijo

Carla disse...

Adenilson
ainda bem que gostaste
beijo

Élio - Filomena disse...

Fantástico!

É bom ter-te de volta ;))
Beijo..

Nilson Barcelli disse...

Uma excelente desconstrução, na prosa e na poesia.
Gosto da forma como escreves.
Beijo.

Carla disse...

Art of Love
obrigada...construir desconstruindo
beijo

Carla disse...

Maria Clarinda
e eu fico feliz por te ter aqui
beijo

Chinha disse...

Sempre presente a beleza do teu poemar envolto em amor.

lindo

bjitos

Sandra disse...

FICO MUITO FELIZ COM A SUA PRESENÇA NO BLOG.
ÉS UMA PESSOA MARAVILHOSA E AMADA.
MUITO OBRIGADA PELO CARINHO.
É SEMPRE UM PRAZER RECEBE-LA EM CASA.
ANDO MUITO OCUPADA. POR ESTA MOTIVO DIFICLTOU UM POUCO AS MINHAS VISITAS.
MAS MESMO ASSIM MORAS NO MEU CORAÇÃO.
UMA AMIZADE SINCERA NÃO SE ESQUECE.
VALEU. MIL ABRAÇOS.
SANDRA

Afonso disse...

Um bom regresso. Poema bastante sensual :D

Helena Paixão disse...

Um regresso em grande, com um poema que nos deixa mudos, não de espanto, pois já nos habituaste à tua hábil criatividade, mas de rendição.

Beijinhos :-)

Vieira Calado disse...

Bem...

com tantos comentários

será que eu diria algo de novo?

Beijinho

[ rod ] ® disse...

A volta é sempre aguardada com ansiedade... e os poemas riem na mais ruidosa construção.

O amor ele sim... faz sua etapa viril... iludir aos pedintes.

Bjs,




dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Antonio saramago disse...

Então e para ti num único Beijo te deixo toda a minha simpatia!!!

Borboleta ::. disse...

lindissimo textoooo
de uma sensibilidade sem igual


beijinhos*

Beautiful Stranger disse...

des-contruir o poema para re-compor sem preconceitos com amor verdadeiro com muito mais desejo...


BS
strangerbeatiful.blogspot.com

SAM disse...

Relendo esta beleza e deixando um beijo, Carla!

gotadevidro disse...

Passei para reler e desejar uma boa semana.

Bjitos

pin gente disse...

vim deixar um beijo de agradecimento, carla.
gostei muito de te ter a meu lado.
luísa

PAS[Ç]SOS disse...

Quantas imagens, quanto aroma...
Quantas janelas se abrem, atravessando pálpebras adormecidas...
Quanto silêncios gritados no desejo das lembranças...

Eudemim disse...

Como se diz aqui na tua terra, “desconsigo” ficar sem te ler por muito tempo !

Mungueno

O Árabe disse...

Aguardo o novo post. Boa semana!

avlisjota disse...

Olá Carla obrigado pla visita.

José

neide disse...

Oi querida, boa semana pra você.

Bjss

My hearts key disse...

Querida Carla. Ontem fui tirar os pontos de ter sido operada ao pé ando um bocado em baixo e peço desculpa, de só vir agora. Vim deixar um bj grande para ti o meu coração e a chave dele Avisar que estou noutro sítio. Gostava de poder contar com a tua amizade, amiga, que prezo muito e de quem gosto muito também querida. Obrigada por tudo. Bj mtos
SINDARIN
eis o novo link:
http://myheartskey.blogs.sapo.pt

mateo disse...

Como se um encontro sobre um poema fosse um desbagoar dum cacho de cerejas...
Um beijo dum regressado.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla.

Olha eu aqui de novo!! Não posso deixar de reiterar que você (des)contruiu mais um belíssimo poema. :-)

********

Por aqui começou a Primavera, então...

Primavera

Abriu-se em flor
todo o jardim
rosas vermelhas
branco jasmim.
Pairam bailando
os colibris
beijando dálias
e bogaris.
John S. Bunker



TEM MIMO PRIMAVERIL ESPERANDO POR VOCÊ.




MUITAS FLORES EM SEU FIM DE SEMANA!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

avlisjota disse...

Olá Carla há dias passei cheio de pressa, venho agora com mais tempo falar um pouco da des-construção do teu poema.
Pois... reviver os dias em que as horas passavam velozes sem preconceitos.
Na crescente espontaneidade do fruto e no enebriar dos aromas...
Que mais dizer é poesia!

Beijos José

Rei da Lã disse...

E ausentaste-te porquê?
Espero que não andes asfixiada...

;)


Bj. e continua!

A. disse...

Melhor que ninguém expressa a paixão e o amor nestes poemas. Beijinho

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querida Carla



{de volta! das férias:=}



.o poema acontece________sempre que escreves...




belo__________










beijO_____ternO
b.domingo

Fred Matos disse...

Ótimos poemas.
Ótimo blog
Parabéns!
Beijos

Ana S. disse...

Olá Carla!
O amor é assim mesmo, insaciável!
Beijos

Lmatta disse...

lindo como sempre
beijos

betomelodia disse...

e que volta... em grande estilo... parabéns...

beijos em seu coração...

poetaeusou . . . disse...

*
por aqui passei,
conchinhas deixo,
,
*

MPereira disse...

Uma desconstrução muito bem construída,a sensualidade e a paixão que poéticamente me envolvem
em cada palavra lida e sentida


beijos

Mário Margaride disse...

Querida amiga

Espero que esteja tudo bem contigo.

Tem um óptimo fim de semana, com tudo de bom.

Beijinhos...

Mário

Valdemir Reis disse...

Olá Carla.

Volto aqui para matar a saudade. Sempre que o tempo permite aproveito para visitar e me atualizar. Confesso que estou ausente face às atividades, mas como diz o poeta; “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, assim falava a canção...” Aproveito para compartilhar o poema a seguir;
"Viva a Vida"...
“Por que Viver é Exalar Pura Energia!
É Devolver Sorrisos.
É Acreditar que o Bem Sempre Vence o Mal.
É Conquistar Amigos.
É Ser Sempre Leal e Fiel.
É Transformar a Dor em Alegria.
É Ter Amor no Coração.
É Correr Atrás dos Sonhos, da Inspiração, e dos Projetos
Buscando Sempre o Entendimento das Coisas.
Viver é Ser Sempre da Paz.
É Orar em Agradecimento pelas Dádivas Recebidas.
É Buscar o que Te Faz Bem, e aos Outros Também.
Viver é Lembrar que o Sorriso é o Idioma Universal.
É Lembrar que o Final não Existe.
É Saber que Tudo é um Eterno Recomeço.
E Ver a Vida Sempre com o Amor no Coração.” A. d.
Votos de um ótimo fim de semana. Muita paz, saúde e proteção. Brilhe sempre! Fique com Deus. Sucesso...

Valdemir Reis

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA CARLA, REGRESSADA DE UMA CIRURGIA AO CORAÇÃO, NÃO PODIA DEIXAR DE TE VIR DEIXAR MUITOS BEIJINHOS DE FORTE AMIZADE,
FERNANDINHA

Eldazinha disse...

Olaaaaaaa Doc!! É a Elda, por vezes venho cá espreitar... e gosto muito do desalinho das suas palavras... E parabéns pela publicação do livro... quando tiver um tempinho visite o meu blog: http://vivemosdemomentos.blogspot.com

Beijitos =)

. intemporal . paulo . disse...

. re.volto para saber de TI .

. aqui .

. deixo um beijo de Outono .

. a inagurar os dias cinza-prata .

Fragmentos Intemporais disse...

Bem vinda ao seu cantinho... onde dá vida às poesias que por si só tanto têm para dizer...

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 213   Mais recente› Mais recente»