terça-feira, 12 de maio de 2009

contradições



Contra-adições, ou quero que sejam apenas subtrações de um desejo expresso num café fumegante nos teus dedos espartilhados de temor.
Contra apenas por ser ausência de adições de um qualquer grão de ti que espartilha os sentimentos neste corpo que perde consciência de si e se lava na água benta da purificação. Estremece em arrepios que convidam o frio para uma chávena de chá de menta adoçada com o mel que de ti nasce.
As memórias varrem o chão do pensamento e adormecem esquecidas na esquina do quarto. Toco-lhes no ombro e pergunto o que fazem ali...a tão longa distância de casa. Não sabem responder…fugiram num momento de amnésia e esqueceram o caminho de volta. Estavam perdidas naquele espaço desconhecido e recusavam-se a despertar. Sabiam-se memórias, mas não sabiam de quem...sabiam-se pensamentos mas esqueceram a forma!
Escorria nos dedos um passado tão longínquo que já tinha perdido a vida. Porque o passado adormece para sempre na sepultura do esquecimento.
No chão estendidas bocejavam indiscrições e procuravam no aconchego do vazio a sua estrutura para poderem tornar-se ocas de uma realidade sem corpo.
Contradições...
...sem adições de açucar ou qualquer conservante, a vida pode tornar-se uma toranja amarga!

173 comentários:

pin gente disse...

hoje, não me queres
despresas a pele que ontem procuraste
hoje, nada valho
ontem era a luz dos teus olhos
hoje, deixas-me entregue às recordações de nós
quando ontem mas fazias lembrar com palavras doces
lembras-te?
hoje, nada recordas!
hoje, mudaste!
hoje, enterraste o passado!
não para que não fuja
o que está morto não resuscita
enterraste-o
para não o ver,
hoje e para sempre!
hoje,
deixaste de te lembrar de mim!
e eu de ti?!
tantas vezes me contradigo!



muito bonitas as tuas contradições
e a foto, nem se fala!
os pés são "peças" fundamentais no jogo.
beijo grande, carla

Peter Pan disse...

Doce Amiga:
Entre o absorver de um café fumegante de intensidades emocional e sentimental e um chá de menta adoçado com mel, surge a vida. A sua vida.

"...No chão estendidas bocejavam indiscrições e procuravam no aconchego do vazio a sua estrutura para poderem tornar-se ocas de uma realidade sem corpo.
Contradições..."

Uma sensibilidade poética significativa, profunda e admirável.
Excelente. Adorei!
Beijinhos amigos de um respeito gigante

pena

PAS[Ç]SOS disse...

Quando esquecemos de ir repondo o sabor nos actos e sentimentos que se tornam rotina, incorremos no risco de tornarmos a vida numa bebida insípida que bebemos por obrigação, perdendo o prazer, olvidando inclusive a composição da sua essência.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carla, belo texto...Excelente....
Beijos

wind disse...

Magnífica a tua escrita com as comparações.
Hoje algo triste.
Beijos

Delfim Peixoto disse...

Definitivamente nas antiteses fazes as sinteses que nos ficam na memória interrogando o problema: é doce, amargo, ou agridoce?
Gostei! Para meditar
bjnhs

Roderick disse...

Então toca a adicionar

Max Psycho disse...

menina um texto ao mesmo tempo que se apresenta complexo nos mostra uma grande e simples idéia de que sempre devemos nos preocupar em tentar tornar a vida (nossa e dos nossos) mais doce e mais simples de se viver, bjus minina

mateo disse...

Uma suave alegoria de contradições...
...entre o sabor de um chá de menta e o do café... entre o doce do mel e o amargo da toranja... entre uma imagem leve e um poema pesado...
A vida que não se quer adormecida!
Um beijo.

LOURO disse...

Querida amiga Carla,

belo texto/poético...Parabéns!!!

Obrigado pela visita e comentário.

Beijinhos de carinho e amizade,

Lourenço

BC disse...

Olá Carla, desculpa não te visitar muito mas eu tenho tido tantos contratempos nestes últimos tempos, que por vezesw não consigo ir a todo o lado e quando me v~em visitar eu lembro-me.
SORRY....
O teu texto faz-me pensar que existe por aí uma desilusão, mas história ela é sempre seja doce ou amarga,por isso tu dizes contradições.
Aparece , dá sinal que eu se estiver aqui vou logo a correr.
Beijinhos
Isabel

Marta disse...

Indiscreta, triste e perdida...
Mas com remédio...
Gostei muito do texto - poderoso, forte, amargo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

José Heitor Santiago disse...

O seu belíssimo texto fez-me recordar o poeta Ary dos Santos e o seu Cavalo à Solta

«Minha laranja amarga e doce
meu poema
feito de gomos de saudade
minha pena
pesada e leve
secreta e pura
minha passagem para o breve breve
instante da loucura.»


Parabéns!

Abraços poema,

jhs

©tossan disse...

Sem dúvida alguma, este é o melhor blog do gênero que visito. Gosto muito e devo vir mais vezes. Beijo

Celamar Maione disse...

O passado, muitas vezes, fica tatuado dentro do peito. De vez em quando, ele sai nas noites de insônia igual a um fantasma...
bj

Rafeiro Perfumado disse...

E o mais perigoso é que se metemos a colher de forma inadequada ainda nos espirra para os olhos...

Beijo!

simplesmenteeu disse...

Sob a névoa, onde se esfuma o teu rosto, oiço de novo o teu respirar e sinto o calor dos teus dedos...

Não partiste com as cartas que rasguei, nem com o gelo onde esqueci a carne e o desejo.

Lindo o teu texto. Como sempre, a falar aos sentidos e a desarrumar memórias...

Um beijo

Vieira Calado disse...

"...o passado adormece para sempre na sepultura do esquecimento."

Gostei do seu texto.
E não me coibi de copiar uma frase deveras interessante.

Beijinhos

Sandra disse...

Obrigada pela visita. Não esqueça de levar o selo para v c.
Sandra

rui disse...

olá Carla nao me é facil comentar este texto..pareceu-me amargo de mais..
já teve....näo tem ..porque nada ficou....amnésia total..
as vezes somos "burros" nas escolhas que fazemos....

obrigada pelo comentário
um beijo
Rui

carlosré disse...

plenamente de acordo com o adoçar da vida, mas também não em excesso por causa das diabetes.
Agora bebia um chá de menta Carla!

Beijos do Carlos

Nilson Barcelli disse...

De vez em quando, surgem laranjas amargas nas nossas vidas... ainda assim, cabe-nos a tarefa de as adoçar com atitudes positivas, descobrindo açúcares a partir da amargura do fruto...
Belas palavras querida amiga, ainda que tristinhas...
Bom resto de semana, beijo.

Menina do Rio disse...

"Contra, apenas por ser ausência de adição..."
Gostei imenso da forma como colocas as palavras!
Um beijo

Pedrasnuas disse...

MUITO POÉTICO O TEU TEXTO!!!
RICO EM IMAGENS...
"O PASSADO ADORMECE PARA SEMPRE NA SEPULTURA DO ESQUECIMENTO"
-NÃO CONCORDO...SÓ SE TE REFERES A OUTRAS VIDAS PASSADAS...ESSA É OUTRA DIMENSÃO...
O PASSADO NUNCA MORRE...MESMO QUE QUEIRAMOS QUE ELE DESAPAREÇA...SÓ TEMOS É QUE APRENDER COM ELE...

"...SEM ADIÇÕES DE AÇUCAR OU QUALQUER CONSERVANTE ,A VIDA PODE TORNAR-SE UMA TORANJA AMARGA!"

AQUI NESTA ÚLTIMA PASSAGEM CONCORDO...SE NÃO FIZERMOS NADA A VIDA PODE TORNAR-SE INSÍPIDA...TUDO DEPENDE EM GRANDE MEDIDA DA NOSSAS CAPACIDADES ...

ABRAÇO SENTIDO

ADiniz disse...

Ola Carla!

A memória por vezes parece mais esperta que a consciência.
Ela se disfarça de si, para que a consciência não tenha responsabilidades de fatos criados pelo pensamentos.

Abraços e uma boa semana a vc.

Ed. G disse...

Olá Querida Carla,

A memória é o que nos identifica deiferente dos demais. É um tesouro que resguardamos com afinco. O que nos faz, sorrir quando estamos tristes, e vivenciar sentimentos perdidos.
"Mais que resguardar o passado, é escrever um presente melhor."

Obrigado pelas visitas,

Com muito carinho te envio,
Um bj em forma de flor,

Edg

Gazeta na net disse...

Olá querida,
A vida é e sempre será como a vemos, mesmo com suas contradições.
Obrigada de coração teu carinho, mesmo….
Fica bem amiga
Beijos perfumados

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Carla.

Às vezes, ter algumas memórias adormecidas e esquecidas na esquina do quarto não é nada mal. Fazem as toranjas da vida ficarem mais doces.

Lindas as suas contra-adições. :-)



BOA NOITE E BONS SONHOS!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Maria disse...

Mesmo assim é sempre tão boa de ser vivida...

Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA CARLA, CONCORDO PLENAMENTE COM O TEU TEXTO... SUBLIME!!!
ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

SAM disse...

Um texto magnífico, Carla! Li e senti, procurando em cada linha a significação deste rico conteúdo.


Grande beijo.

Fatyly disse...

e pode sim senhora, quando perdemos a memória e o rumo dos pensamentos. Mas todos, de uma forma ou de outra, podemos - daí sermos humanos - adocicar ou conservar o que de negativo nos atinge...e na esquina de um quarto...da alma, dizer e pensar...o que somos hoje fica um pouco aquém do que fomos e com esperança dizer que amanhã seremos melhor..."contradições" numa bela narrativa, que adorei!

Beijocas

Eu sei que vou te amar disse...

Maravilhoso! Bravo, direi...palavras em desalinho que se perdem no aroma de um café quente por debaixo dos lençóis!
Um beijo adocicado

Val Du disse...

A vida deveria se simples, mas muitas vezes nós a tornamos amarga.

"O que passou tem que ficar no passado".

Beijos.

Eudemim disse...

Um arrepio pela intensidade das tuas palavras. E tão perto que eu me senti delas.

Bjs daqui do Hemisfério Sul

GarçaReal disse...

Todos temos memórias perdidas no tempo...Umas á beira do esquecimento, outras arreigadas e sem porta de saída.

Belo o teu texto

bjgrande do lago

Agulheta disse...

Carla. Texto poético muito bom, e mesmo com contradições, se podem elevar as palavras.
Beijinho

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
São disse...

continuas escrevendo textos bem elaborados.
Bom fim de semana.

Só Eu (Ricardo) disse...

Não podia deixar de "mostrar" que estive no teu post. Mas, por agora, é só mesmo para "mostrar". Ainda não sei comentar este texto. Hei-de saber, um dia.
Beijinhos e até lá
Ricardo

segredo disse...

Mas quando a vida se tornar amarga arranja maneira de a colocares doce;)
Como sempre texto maravilhoso!
Beijinho de lua*.*

em azul disse...

Na sensualidade dos teus dedos vibram as palavras. No toque das tuas mãos os desejos. Os extremos tocam-se no balancear dos corpos, um sobre o outro. Sem que um seja o seu e o outro seja o dele. Há um um lugar comum no amor que causa a febre. Há um lugar comum sem que o seja onde mora a contradição.

Beijos
em azul

Nuno de Sousa disse...

Mais um texto forte e cheio de emoções e contradições, triste mas belo ao mesmo tempo... pois é Carla tens uma forma unica de escrita apaixonate e que nos cativa.
Parabéns pelo que aqui nos vais deixando.
Bjs enormes em ti,
Nuno

Duarte disse...

Perfeito o domínio da palavra. O tom de cada palavra enlaça com o conjunto da frase deixando parágrafos para a reflexão, que adorei.

:)))

Um grande abraço

Faniquito disse...

Oii Carla !!!

Intenso...denso!!! A vida nos oferece muitos sabores- nem sempre agradáveis- mas sempre necessários.

Beijinhos

Ana

MENSAGENS AO VENTO disse...

_______________________________

...contradições! E o que é a vida, senão uma enorme contradição?


Belos versos, Carla!!!


Beijos de luz e o meu carinho...

Zélia ( Mundo Azul)

_________________________________

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Carla,

Acho que esse é um dos melhores textos que você já escreveu... mas só acho, porque todos são maravilhosos.

Beijo grande.

Rebeca

-

Carla disse...

Pin gente
As contradições são, também elas, peça da nossa vida
beijos

Carla disse...

Peter Pan
entre o amargo do café e o adoçado chá de menta...a vida vai explodindo nas suas contradições...
beijos

Carla disse...

Pas(ç)sos
...assim é quando nos esquecemos do verdadeiro encanto da vida
beijos

Carla disse...

Chana
obrigada
beijos

Carla disse...

Wind
também se pode encontrar alguma beleza na tristeza
beijos

Carla disse...

Delfim Peixoto
...um pouco de tudo, como aquilo que a vida tem para nos oferecer
beijos

Carla disse...

Roderick
açucar em doses suficientes para se construir um sorrio
beijos

Carla disse...

Max
assim é...é fundamental que tentemos encontrar um adoçante para as amarguras da vida, senão viver torna-se muito mais complicado
beijos

Carla disse...

Mateo
e como sempre acertaste em pleno
entre...contradições...se vai formando um todo
beijos

Carla disse...

Louro
obrigada eu pela visita e pelas palavras
beijos

Carla disse...

BC
espero que tudo esteja a melhorar e aparece sempre que quiseres
beijos

Carla disse...

Marta
sentimentos menos coloridos que, por vezes, nos assolam
beijo

Carla disse...

José H Santiago
uma das minhas poesias preferidas e que se tornou uma música inesquecível, obrigada pela oferta
beijos

Carla disse...

Tossan
obrigada pela simpatia das tuas palavras e volta sempre
beijos

Carla disse...

Celamar
e se há fantasmas que adoramos que desperetm os nossos sentires, outros há que preferimos equecer
beijos

Carla disse...

Rafeiro
...e arde :)
beijos

Carla disse...

Simplesmente eu
desarrumar memórias na névoa do esquecimento
beijos

Carla disse...

Vieira Calado
que bom...usa as frases que quiseres
beijos

Carla disse...

Sandra
Vou ja buscar o selo que me ofereceste
beijos

Carla disse...

Rui
por vezes a vida conduz-nos a escolhas que não sendo as mais acertadas, parecem ser as possíveis dentro de determinado contexto
beijos

Carla disse...

Carlos Ré
uma vez por outra a diabetes fecha os olhos
serve-te de um doce chá de menta
beijos

Carla disse...

Nilson
tristes sim, mas nem por isso com menos força...é preciso encontrar grãos de açucar mesmo quando eles se escondem
beijos

Carla disse...

Menina do rio
obrigada
beijos

Carla disse...

Pedrasnuas
O passado não morre, mas pode ser adormecido, anestesiado, desde que o consigamos fazer
A vida é quase sempre o que fizermos dela, mesmo quando o que fazemos não é o mais acertado
beijo

Carla disse...

ADiniz
gostei das tuas palavras, porque na verdade fazem todo o sentido

beijos

Carla disse...

Ed.G
A memória é um tesouro...que nos lembra o passado e permite construir o futuro
obrigada pelo beijo
deixo-te outro

Carla disse...

Gazeta
De facto, a vida é mesmo assim, plena de contradições que juntas formam um todo
beijos

Carla disse...

Sorriso
Às vezes é fundamental que aim seja para seguirmos em frente
beijo

Carla disse...

Maria
sempre...e com toda a garra
beijos

Carla disse...

Fernanda
obrigada amiga
beijos

Carla disse...

SAM
obrigada por o teres feito
beijos

Carla disse...

Fatyly
e conseguirmos fazer isso é uma tarefa difícil, mas necessária
obrigada pelas palavras amigas
beijos

Carla disse...

Eu sei que...
aroma de despertar...mesmo que em contradições
beijo

Carla disse...

Val DU
...nós a tornamos amarga, quando o quer queremos nem sempre é isso... as nossas contradições!
beijos

Carla disse...

Eu de mim
que bom que conseguiste entrar nelas e senti-las
beijos

Carla disse...

Garça Real
é parte do nosso baú das memórias
beijos

Carla disse...

Agulheta
porque as nossas contradições são parte de nós
beijos

Carla disse...

MPereira
memórias afastadas dos sabores amargos é sempre um desejo em nós
beijos

Carla disse...

São
obrigada
beijo

Carla disse...

Só Eu
as tais contradições, lembras-te?
beijos

Carla disse...

Segredo
porque isso é fundamental...
beijos

Carla disse...

Em azul
Mesmo sendo a vida feita de alguns lugares comuns não perde a sua beleza
beijos

Carla disse...

Nuno
contradições que nos vão alimentando os dias
beijos

Carla disse...

Duarte
foi um pouco isso que pretendi fazer com este texto
beijos

Carla disse...

Faniquito
uma panóplia de sabores à nossa ecolha
beijo

Carla disse...

Mensagens...
...pouco mais do que isso certamente
beijos

Carla disse...

Rebeca e...
obrigada pela vossa permanente simpatia
beijos

Justine disse...

...toranja amarga, mas muito saborosa!

Maria Clarinda disse...

Divinal!!!!Adorei e fiquei a ler e a reler bebendo as tuas palavras.
Jinhos

Luiz Caio disse...

Oi Carla! Como vai?

Então façamos o possível, e se possível, também o impossivel, para adocicar um pouco mais a vida!

TENHA UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA!

BEIJOS.

Laura disse...

Ou não fizessem parte da nossa vida, as contradições...
Lindo, Carla, acompanhado de uma belíssima imagem.

Lmatta disse...

belo texto gosto
beijos

utopia das palavras disse...

Qual o sentimento que não se contradiz...qual a adição que não é controversa!

Amei o teu texto! A foto é linda, linda!

Um beijo

Lata Mágica Recife disse...

Um tempinho nas oficinas, com o foco no nosso trabalho autoral. Estamos fotografando os interiores do Estado de Pernambuco com a lata e câmeras convencionais. Um pouco do trabalho de laboratório lá no nosso blog, esperamos vocês em nosso casa virtual.
Abraços dos amigos da lata:
Odilene Andrade & Willam Duarte

© efeneto disse...

Tenho palavras que te procuram,
que se acendem nesta existência suave;
palavras para seguir caminhos,
para te abrir os dias;
palavras partículas de fogo
que acarinho para os momentos precisos
nos seus puros abandonos;
palavras verticais como chamas,
que te chamam na procura,
mais claras que o dia.
Com palavras de lua e de vento
invento veredas de palavras
que adoçam os silêncios
e explicam as madrugadas.
Palavras que só a ti direi.

Palavras que servem para dizer que irei voltar aos poucos á vossa companhia.
Um fim-de-semana cheio de amizade e palavras

Cadinho RoCo disse...

Para adoçar o amargo da vida eis sugeridos somos ao carinho
Cadinho RoCo

ZezinhoMota disse...

As contradições de algo, nunca serão no conceito da afeição quando tal sentimento existe.

Feliz fim de semana.

Bjnhs

ZezinhoMota

Su disse...

As contradições estão sempre presentes na nossa vida, pq nós mesmos nos contradizemos...

Bom fim de semana!

© Piedade Araújo Sol disse...

por vezes sentimos mesmo o sabor amrgo da toranja.

o teu texto está muito bom, mas, acho que ultimamente andas com uma certa nostalgia nas palavras.

fica um beijo

O Sibarita disse...

Dona moça Carla! Que beleza de texto, você tem muita sensibilidade para escrever esses contos, tá 10000...

Bjs
O Sibarita

poetaeusou . . . disse...

*
chá de menta
(eu ponho hortelã)
adoçada com o mel
que de ti nasce.
,
a minha bebida preferida,
,
conchinhas,
,
*

L.Reis disse...

aditivo preferido: o riso (...e depois...nem me importo de chorar)

mfc disse...

Contradições?!
São a permanência, o constante, o perdurável... nós é que pensamos que não!

Dois Rios disse...

Oi, Carla,

Li uma vez uma frase que dizia que "o passado é a única realidade humana. Tudo o que é já foi um dia".

E assim levamos a vida em tragos ora doces, ora amargos, ora insípidos. Havemos de bebe-la sempre, ainda que por vezes não nos apeteça.

Belo texto. Bem construído e num perfeito jogo de palavras. Adorei!

Beijo,
Inês

p.s. grata pelo carinho da sua visita.

Chinha disse...

A vida é contradição que nos leva a tentar suplantá-la.

Lindo

bjinho e BFS

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gostei muito de "contra-adições", aliás gostei do poema todo. Parabéns, querida!
Carla:
Fiz postagem no Galeria sobre o filme A Mulher do Lado, baseado na lenda de Tristão e Isolda. Depois, falo da lenda e exibo a história desses amantes na pintura de um anônimo.
Conto com a sua presença,
Renata

jo ra tone disse...

Que tal uns ovos moles
para adoçar!
Bjo
Bom Domingo

A.S. disse...

Carla... Os teus textos deliciam-me!


Beijos...

AnaMar (pseudónimo) disse...

Em contradições VIVEMOS na busca do equilíbrio, do direito e do avesso, do doce e do amargo, da subida e da queda...O inverso, o infinito num relato poético que faz palpitar a vida, de quem lê.
Gostei tanto. Mesmo que amargo.
Amanhã agridoce.
Depois...
Bjs

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Dias, campos, estações esquecidas... Perdi os sonhos para sonhar. Sou uma buscadora de silêncios, o desencontro entre o ir e ficar. De uma aurora a outra, teço um manto de prata refulgente e recolho sonhos perdidos na bruma de um coração entristecido.
Dança de luz e sombra, valsa de tanta contradição. Uma borboleta voando sem destino. Uma porta se abre de par em par, uma dor que ao tempo confino. A mim foi outorgado ser Rainha da Ilusão, coroada de Neblina.

Beijos e borboleteios

Pearl disse...

Por vezes temos que adaptar o paladar à "toranja"!

beijo grande


PS:adorei!

vero disse...

Olá querida amiga, como estás?
Tenho andado um pouco ausente mas felizmente a passar uma fase muito feliz na minha vida :)

O mês que vem sairá o meu segundo livro, desta vez o romance que já vos tinha falado. Como ainda não sei como irá ficar a capa, a editora está a tratar dos procedimentos necessários mas assim que estiver tudo pronto enviarei convite para a sessão de lançamento cá em Leiria dia 6 junho

Beijinhos

Nuno Medon disse...

olá! A vida é feita de contradições, de encontros e desencontros. Espero que rapidamente aches a solução certa para a vida voltar ao normal. Gostei do texto e do teu jogo de palavras. Á conta das palavras chave: café, do açúcar, do doce e do amargo, trataste de exprimir os teus sentimentos. Linda foto! Não entendo nada de fotografia, mas como é que consegues colocar uma fotografia tua e ao mesmo tempo, a dar-nos a sensação que se trata de uma pintura, de um quadro? É que eu olho para aquilo e penso logo que é uma pintura, um quadro.... sim, já me disseste que aquilo são fotos tuas... daí esta minha curiosidade! beijos e continuação de um bom Domingo! um bom descanso e uma boa semana!

Késia Maximiano disse...

Ah, contradições!

A MEI!

Beijão

Sindarin disse...

olá minha querida Carla. É simplesmente de fiucar tolhido de maravilha este teu texto. A vida pode ser bastante amarga sim. Já tenho a data do lançamento depois falarei contigo. Gosto mto de ti e agradeço de coração a tua amizade. Um grande beijinho.

Amita disse...

Quantas vezes sabendo, não sabemos...
E, às vezes, (des)arrumamos as poeiras do vento que (contra)adicionamos às paredes da casa.
Parabéns pelo excelente texto.
Um bjinho grande e uma flor

Élio - Filomena disse...

Magnífico! Gostei!

Mas o passado é tudo aquilo que não conseguimos ser, tudo aquilo que ficou atrás do palco sob o rosto de pano..

beijos..

Valter Montani disse...

Passei para lhe desejar uma excelente semana, bjs

Multiolhares disse...

A vida é na maior parte do tempo uma toranja amarga, mas temos de a salpicar com mel.
beijinhos

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querida Carla




texto

MAGNÍFICO!!!


____________não são precisas mais palavras_________________________________...










beijO____ternO
boaSemana

Só Eu (Ricardo) disse...

Carla. És brilhante!
Consegues acender as estrelas com os ventos que sopram das tuas palavras. Contradições. Serão?
Magia, isso sim. Pura magia feita texto.
Em condições normais dar-te-ia os parabens. Não o vou fazer. Só um pedido. Sopra poesia em cada palavra, em cada frase, em cada poema. Sempre. Sempre, mesmo.
Beijinhos
Ricardo

Carla disse...

Justine
quase agri-doce
beijos

Carla disse...

Maria Clarinda
que o sumo das palavras seja doce
beijos

Carla disse...

Luiz Caio
façamos sim, porque a vida merece ser bem docinha
beijos

Carla disse...

Laura
obrigada e acho que tens razão...a vida é mesmo um avolumar de contradições
beijo

Carla disse...

Lmatta
obrigada
beijo

Carla disse...

Utopia das palavras
uma soma de contradições
obrigada pelo olhar para a foto
beijo

Carla disse...

Lata Mágica
passo já para ver a vossa magia
beijos

Carla disse...

Efeneto
que bom o regresso com tão belas palavras
beijos

Carla disse...

Cadinho Roco
o carinho é um bom adoçante, sem dúvida
beijos

Carla disse...

Zezinho Mota
aí claro que não, mas há afeições difíceis de alimentar
beijos

Carla disse...

Su
nós somos contradições e fazemos com elas façam parte da nossa vida
beijos

Carla disse...

Piedade
há momentos polvilhados com açucar e outros com sabores menos doces
beijos

Carla disse...

O Sibarita
obrigada
beijos

Carla disse...

poetaeusou
menta e mel..mistura especial
beijos

Carla disse...

L.Reis
o riso...também é o meu aditivo preferido
beijos

Carla disse...

mfc
...nós é que pensamos que não!
beijos

Carla disse...

Dois Rios
beber a vida sempre que nos apeteça...é fundamental!
beijo

Carla disse...

Chinha
a vida é um desafio permanente
beijos

Carla disse...

Renata
obrigada, vou já ler o teu post
beijos

Carla disse...

Jo ra tone
uiiiii venham eles
beijos

Carla disse...

A.S.
que bom! Aparece sempre, prometo ter algo doce
beijos

Carla disse...

AnaMar
que bom que gostaste da minhas contradições, mesmo que amargas
beijos

Carla disse...

Brunella
a Raimnha da ilusão, por vezes também me sinto assim
beijo

Carla disse...

Pearl
adaptarmo-nos nós...ou adoçarmos a toranja?
beijos

Carla disse...

Vero
se a ausência é por felicidade...ainda bem!
Parabéns pelo lançamento do livro...vai dando novidades
beijo

Carla disse...

Nuno
a vida é mesmo assim, temos que a aber viver com essas contradições.
Quanto às fotos trabalho-as em photoshop, até conseguir o resultado que quero. Fico contente por gostares
beijos

Carla disse...

Késia
assim são elas...contradições!
beijo

Carla disse...

Sindarin
A vida pode ter os dois sabores
Que bom ...envia-me um mail a falar da data do lançamento do livro, para o poder publicar
beijos

Carla disse...

Amita
e é nesse jogo de contradições que vamos seguindo
obrigada pelas palavras e pela flor
beijos

Carla disse...

Élio
o passado é a parte do sonho que ficou em nós para ser concretizado no presente
beijos

Carla disse...

Valter
obrigada e bom resto de semana
beijos

Carla disse...

Multiolhares
é isso mesmo que temos de fazer
beijos

Carla disse...

Betty
obrigada
beijos

Carla disse...

Ricardo
que posso dizer depois das tuas palavras, a não ser...obrigada!
beijos

Nuno Medon disse...

Olá! Gosto sim, do Pormenor das fotos! Adoro as fotos da Miss Sixty, mas o tratamento que dás ás tuas fotos, também é lindo. É que uma pessoa olha e dá-nos a sensação que estamos perante uma pintura, um quadro e não propriamente de uma foto. Beijos e continuação de bons textos e de uma boa semana. Força Carla! um abraço. beijos

Carla disse...

Nuno
fico feliz por gostares e tenho de passar pelo blog da Miss Sixty para descobrir as fotos dela
beijos e continuação de boa semana

mixtu disse...

a vida pode tornar-se
algo que é belo... mas amargo

contradições de uma vida que foi feita de vidas...

abrazo serrano e europeo

Oliver Pickwick disse...

Versejou de maneira tão bonita e delicada as lembranças, que obriga-me a discordar do desfecho, ainda que o poema seja explícito em exibir as contradições. Lógica jamais combinará com amor.
Um beijo!

Carla disse...

Mixtu
...é assim a vida
beijos

Carla disse...

Oliver
eu sei que isso é verdade, mas há momentos em que a lógica prevalece
beijos

Cristiana Fonseca disse...

Carla, parabéns.
Belissimo poema.
Beijos,
Cris

Carla disse...

Cristiana
obrigada
beijo

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
Simplesmente adorei esta tua frase: "O passado adormece para sempre na sepultura do esquecimento".
Bjs.

Carla disse...

Art of Love
...obrigada, só que nem sempre isso acontece!
beijo

Norah disse...

Olá gostei.

cpts

Norah