segunda-feira, 3 de março de 2008

Insignificâncias


A Cleo do http://paginas-da-nossa-vida.blogspot.com/ convidou-me a falar de seis Insignificâncias sobre mim… interessante o desafio, mas bem difícil de concretizar, pois quando comecei a pensar nesses factos insignificantes o número 6 pareceu-me escasso para tantas insignificâncias.
Mas lá vão algumas delas com um pedido de desculpa pela demora na resposta:

- LER, ler, ler…a maior das minhas insignificâncias. Leio tudo e em qualquer lugar (tanto quanto me lembro só houve um livro que não consegui concluir a leitura)

- Dificuldade em dizer NÃO às pessoas de quem gosto…mas estou a aprender, apesar de não ser uma tarefa fácil

- Andar descalça na areia molhada da praia ao nascer e ao por do sol

- Unhas pintadas…adoro as cores e a versatilidade que elas permitem (pronto, pequenas doses de vaidade não fazem mal a ninguém)

- Perco-me na observação de pequenos gestos ou de coisas insignificantes, o que faz com que as pessoas que estão comigo se passem completamente, ou porque fico parada a olhar ou porque, se levo uma máquina fotográfica, disparo em todas as direcções

- As nossas “Ladies night” onde, ao contrário do que acontece na Turma da Mónica, aqui “é menino que não entra” e onde todas as loucuras saudáveis são permitidas

E agora o que é que eu faço às outras insignificâncias de que entretanto me fui lembrando?
Vou guardá-las no baú da memória e passar a pasta a todos os que quiserem falar-me das suas insignificâncias.

39 comentários:

Ana Mota disse...

«As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades só as lembranças que doem ou fazem sorrir
Há gente que fica na história da história da gente e outras de quem nem o nome lembramos ouvir», como diz uma pessoa que adoro. A verdade é que insignificâncias é entrar numa loja e dizer baixinho "Aquela é para a Doc"!. Quantas vezes digo isto...quantas vezes penso em si. A verdade é que as lembranças de 3 anos passados do seu lado doem, mas fazem sorrir e pode ter a certeza que ficará para sempre na história da minha vida! Obrigado por ter dado oportunidade...

Carla disse...

Ana Mota
obrigada, sabes que há pessoas que passam e não me deixam marcas, outras há que ficam para sempre...sabes que és uma dessas pessoas.
"e também sei que tens olho clínico" para aquilo que eu gosto, manda uma mensagem sempre que descobrires.
beijocas

marta disse...

Olá Carla

Estava com saudades de te ler Amiga.

Gosto da todas as tuas insignificâncias

então observar as pequenas coisas...
acho que tens de arranjar netos, para te sentires acompanhada

Beijinho

Carla disse...

Marta
foi uma semana super complicada, mas agora volto ao ritmo normal
quanto a netos...esquece, coitada da minha pimpolha ainda não tem idade para essas coisas!!
beijos

wind disse...

Gostei de ver as tuas "insignificâncias":)
Beijos

CCF disse...

Gostei destas coisas insignificantes, (quase)tudo o que é importante tem esta aparência.
~CC~

Julio Cesar disse...

Olá Carla!
Vim espreitar os teus "Desalinhos"!Não sei se sabes quem sou.lol
Pertenço ao Páginas,o blog q te desafiou e sou o marido da Cleo.lol
Ainda não tinha tido oportunidade de vir espreitar o teu blog,e já vi q fiz mal.Mas acho q ainda venho a tempo!Tens aqui 1 preciosidade,li 2 ou 3 posts teus,quando tiver mais 1 tempito venho ler o resto,mas do q li achei fenomenal.Parabéns pela escrita.
Gostei das tuas insignificâncias e partilho a de não conseguir dizer q não a quem gosto.lol É difícil não é?Eu costumo dizer q já não é defeito,é mesmo feitio.
Beijo e voltarei depois.
JC

Carla disse...

wind
obrigada

Carla disse...

CCF
a importância das coisas é sempre relativa...somos nós que determinamos essa mesma importância

Carla disse...

Júlio César
já deeu para ver quem és. Fico muito contente por teres gostado destes "desalinhos" e por teres vontade de voltar. Gosto imenso do "páginas" e gostei do desafio que me fizeram.
beijos para ti e para a Cleo

Capitão-Mor disse...

"Andar descalça na areia molhada da praia ao nascer e ao por do sol"
Mas há coisa mais saborosa?
Uma boa semana para ti!

Maria P. disse...

"- Andar descalça na areia molhada da praia ao nascer e ao por do sol"

Esta faz as minhas delícias! Sinto-me desalinhada:) ao caminhar assim...

Beijinho*

xistosa disse...

Passei para desejar uma boa semana e vi este post-desafio.
Não gosto de ser obrigado a nada, até a pagar impostos ... É verdade!!!
(desde 2000, que vou para tribunal)

Como não ligo a insignificâncias, só gosto de tudo EM GRANDE, não as reconheço.
Até quando morrer já "exigi":
Cremado ao som da Heróica ou das 4 Estações de Vivaldi!

Sou bastante mordente, quer dizer ... modesto!
Uma boa semana!

Cleopatra disse...

Pequeno "nadas" que nos dizem tanto..não é mesmo Carla?
Gostei das tuas insignificâncias e partilho algumas delas,tal como a leitura, as unhas pintadas e o "morrer" para o mundo às vezes num simples gesto ou em algo que me bata cá dentro!:)
Obrigada por teres respondido ao desafio...e acho que são giríssimos estes desafios.
Beijinho grande
Cleo

Kok disse...

Quantas insignificâncias nós temos e que nos sabem tão bem...!
Não são nada nem nada acrescentam ao constante movimento terrestre; mas sabem tão bem...!
O acordar de manhã e termos tempo para nos espreguiçarmos assim devegarinho e termos ainda tempo para ficarmos deitados mais uns minutos, sabe tão bem...!
Deixo 1 Bêjo (que é uma insignificância)

Lua de Sol disse...

Gostei das insignificâncias, desses "pequenos nadas" (como lhes costumo chamar) mas que são qualquer coisa...
Eu reparo em gestos, ângulos, sons que parecem só a mim fazer sentido, pasmar, deliciar!!!
E os vernizes, pois, têm o seu 2q" não haja dúvida!

Beijinhos

Lua de Sol disse...

Gostei das insignificâncias, desses "pequenos nadas" (como lhes costumo chamar) mas que são qualquer coisa...
Eu reparo em gestos, ângulos, sons que parecem só a mim fazer sentido, pasmar, deliciar!!!
E os vernizes, pois, têm o seu "q" não haja dúvida!

Beijinhos

Carla disse...

Maria P.
uma verdadeira delícia, que me deixa 100 por cento relaxada
beijinhos

Carla disse...

Xistosa
continue assim mordente e irreverente, também não quis "obrigar" ninguém, por isso deixei o desafio em aberto
boa semana

Carla disse...

capitão
há poucas coisas mais saborosas do que isso
boa semana
beijinhos

Carla disse...

Cleo
respondi com todo o gosto e fiquei contente, por esses pequenos gestos que nos identificam
beijocas

Carla disse...

Kok
são essas insignificâncias que fazem a diferença...e que bom que é espreguiçarmo-nos ainda com o sabor da noite a adocicar o dia
uma beijoca com sabor a insignificância

Carla disse...

Lua de sol
são os "pequenos nadas" que fazem o nosso dia valer a pena
beijocas e uma boa semana

gaivota disse...

andar descalça por todo o lado, sempre
mas na areia, isso é outra música!
como tu dizes, "coisas insignificantes"..
beijinhos

Carla disse...

gaivota
o doce sabor das coisas simples
beijocas

BlackStar disse...

Conseguir dizer não... Essa sempre foi uma das minhas lutas... Nunca consigo! :S

Fatyly disse...

As insignificâncias tão significantes e preenchentes que fazem de todos nós a insignificância da natureza:)

Beijos garota

Carla disse...

BlackStar
...é mesmo difícil, até pelas consequências!

Carla disse...

Fatyly
e de pequenas insignificâncias fazemos o nosso TODO!
beijinhos

Kraak disse...

Com uns sapatos assim seguramente não será para andar descalça na areia, hehe! :)

Não me parece que o que descreveste sejam "insignificâncias"... revelam muito de pequenos pormenores que só as palavras traduzem.

E olha uma coisa, gostas de doce de figo? :)

Bjzz pintados

Carla disse...

Kraak
as sandálias guarda-as para outros momentos (também especiais)!
para mim as insignificâncias têm uma importância enorme, como por exemplo adorar doce de figo, de chila e de abóbora...hummmmmm
beijos docinhos

Eduardo P.L. disse...

Carla,

não são tão insignificantes assim....

Obrigado pela visita e comentário no Varal. Para mim cheio de significado!!!

C;-)))

Volte sempre!

Carla disse...

Eduardo
têm a insignificância que lhe quisermos dar.
Gosto do teu varal, é uma visão diferente, mas bem interessante

Eduardo P.L. disse...

Carla,

preciso saber o que significa: " uma visão diferente"?
Quanto às insignificancias cada um tem as suas! Concordo.
Gostei muito da ilustração da postagem, e não disse antes por pura timidez! Adoro pés!
Agradeço seu comentário sobre a MULHER TARTARUGA!

Bjs

Carla disse...

Eduardo
o que nos valoriza a todos é essa visão diferente, que nos leva a encontrar ideias, palavras e imagens que nos encantam em muitos dos espaços da blogosfera
boa semana

Andreia Ferreira disse...

Encontramo-nos na leitura e no andar descalça. A única diferença é que gosto de andar descalça em todos os sítios possíveis e imaginários :)
***

Carla disse...

Andreia Ferreira
também adoro andar descalça, mas na areia é fabuloso
bjs

p y b disse...

Bonitas sandálias. Esta foto simboliza, para mim, em poucas palavras: alegria de viver!
Beijinhos e boa semana,
Beta

Carla disse...

pyb
boa observação
bjs