terça-feira, 9 de setembro de 2008

Traços de vida



Olho para a palavra e sinto toda a força que ela me consegue transmitir...não sei se é especialmente bela...confesso que enquanto palavra… só por si, não é das que mais me atrai. Mas, as palavras têm destas coisas podem não ser belas, podem não se engalanar como se fossem a rainha da festa e, no entanto, na sua simplicidade, podem dizer tanto e significar ainda mais!

Olhei para ela mais uma vez...estava escrita na areia da praia onde tinha ido depositar os meus pensamentos: duas vogais e duas consoantes...simples até na composição!

Uma breve aragem revolveu a areia e deixou-a órfã de uma vogal...parecia doente…sem significado aparente. Baixei-me e desenhei com o dedo indicador o "I" que tinha desaparecido...não custou nada e ela voltou a ter o sentido que sempre teve, aquele que me fez olhar para ela durante tão longos minutos.
Cruzei os pés na areia e sentei-me nas nuvens longínquas que se desenhavam no céu banhado daquele ouro de fim de tarde que só alguns conseguem apreciar...

Dois miúdos jogavam à bola bem perto de mim...não os tinha visto, absorta que estava no meu olhar longínquo! Quando os vi perdi-me no seu riso traquina e nas movimentações dos seus pés descalços que apagavam a segunda consoante da palavra. Sentindo o meu olhar espantado a pousar sobre eles fugiram entre fortes gargalhadas… voltei a insistir e desenhando um “D” a palavra voltou a ter a sua terceira letra!

Gaivotas rasgavam o céu num voo cansado, enchiam o ar de um piar ensurdecedor…cansada uma poisou na areia as patas em formas de “V” que se multiplicavam e vida ganhou mais ritmo…

Arrastavam-se as ondas na praia, cristais de espuma feitos do sal de lágrimas ininterruptas tentavam alcançar o fim da palavra…banhavam levemente o “A”, que vincado na areia teimava em permanecer… assim é!
Entre ventos, gestos, momentos de desânimo e marés vai vencendo a luta pela sobrevivência… a VIDA!

195 comentários:

Rock Santeiro disse...

Cá estou a estrear-me no teu blog. E passo já para o conselho: deixa rapidamente esse emprego que te corta asas.
É um prazer passar por aqui. Belas palavras e muita partilha.

Domingos Calafate disse...

FANTASTICO.. Simplestemente Divinal.. Carla, os meus parabens.. este é sem duvida um dos melhores textos que li até hoje.. LINDO, LINDO, LINDO..

Fico sem palavras perante a força destas palavras (enquanto o lia ouvia o tema "my way" do Sinatra.. as palavras ganharam uma cor ainda mais brilhante)

FANTASTICO.. OBRIGADO por partilhares conosco!!

beijo doce!

Ferreira-Pinto disse...

Um notável hino à vida e à simplicidade que se pode e deve empregar no uso das palavras!

Pena disse...

Linda Amiga:
Esta prosa poética arrebata e cativa.
Fantástica numa pessoa fantástica.
A praia. A areia. As ondas. Perfeito "desaguar" de si com encanto e delicia. "Traços da Vida" autênticos. Reais. Lindos.
Extraordinário sentir. Puro.
Adorei! A sua escrita é ímpar de beleza e encanto.
Beijinhos. Muitos.
Com respeito e poderosa estima.
Admiro-a, sabe?
Espectacular e magnífica sensibilidade doce.
Sem mais
Sempre a considerá-la com imensa ternura

pena

Ana disse...

Minha QUERIDA AMIGA

Aceitei o teu repto e vou deixar aqui registado o meu encantamento e enamoramento pelos teus devaneios escritos.
Carla parece tão fugaz e superficial qq testemunho meu, talvez seja por isso que inconscientemente evito pronunciar-me aqui!!!!!!!!!
Gosto desmedidamente da tua escrita…..este texto espelha tão bem a homogeneidade do talento que descobri caracterizar-te.
Já agora lanço-te eu um desafio: para quando a edição impressa dos teus textos?
Todos quanto conhecem a tua escrita anseiam por ver materializado esse sonho que já não é só teu! Confesso que também é meu!
OBRIGADA AMIGA
Ana Margarida

daniel disse...

Carla

Praia, pensamentos desecontrados, vogando ao acaso, letras desenhadas ditadas pela mente, ambiente, tudo como uma visão fantasmagórica.
Por fim as impressões sentidas correram, na mente como o desenrolar de um filme, resultando nuum belo texto impressionista.
Beijos
Daniel

wind disse...

Excelente composição da prosa até chegar à palavra vida.
Beijos

mundo azul disse...

..que bonito!
Muito poético e profundo o que você escreveu...
A VIDA, se não estiver inteira, não faz sentido...É preciso vive-la plenamente!

Beijos de luz e o meu carinho...

NAELA disse...

Linda momentos que sublinham tao bem a vida!
Os teus textos transportam-nos para a magia do "ser"!
Tem um mimo para ti la no meu cantinho;)
Beijo doce

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Que post lindo, Carla, que não tenho condições de apreciar no seu justo valor, porque fui dormir às 5 da matina e me acordaram às 7. Estive a ponto de fechar meu Blog por esses dias, devido às línguas maledicentes, mas não vou fechá-lo porque os amigos me apoiaram, e quantos amigos, e, de quebra, fiz um novo post, comentando um excelente filme.
Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço,
Renata

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!!!A dificil arte de viver!! Publiquei novos poemas, no estilo haicai, espero que goste!!!

BJS

MAURO ROCHA

Bandys disse...

Carla,
lindo, lindo, lindo!
As gaivotas formaram o v...

Parabéns,
beijos

Maripa disse...

Texto LINDO,LINDO, desde a primeira à última palavra.

"...cristais de espuma feitos do sal de lágrimas..."
Fico sempre com os olhos molhados aos ler os seus textos,sempre.

Que mais posso acrescentar se todos, os que comentaram, já disseram tudo o que sinto?

Beijo carinhoso,Carla querida.

Nuno disse...

Olá! Estás bem? Adorei este teu jogo de palavras, simples e ao mesmo tempo muito lindo. E por causa da palavra mistério, fizeste um lindo texto. O Mar tem a capacidade de nos fazer observar, pensar e fazer composições , que depois passaste para um papel e depois para o blog. Beijos e uma boa semana para ti!

Justine disse...

Goatei muito do teu texto - uma belíssima metáfora da palavra que comentas.Parabéns!

São disse...

VIDA!! VIDA!!
Sempre.

Beijinhos.

mateo disse...

De linha em linha, fui tentando adivinhar qual a palavra.
Uma leitura À_VIDA!
Beijo.

JOY disse...

Olá Carla

Bonito este teu texto.
Bonita prosa sobre a vida.

Fica bem
Joy

Rey disse...

PERFEITO

Simplesmente perfeito Carla.

Me transportou de tal modo que na medida em eu que lia, me sentia na praia também, me senti escrevendo "VIDA" com os dedos.

Parabéns!

Jorge P.G disse...

Muito interesante a forma como chegas à mensagem final de que a "vida" vai sobrevivendo ao desgaste que lhe está inerente.

Como um olhar atento pode reflectir e construir um pensamento, exprimindo-o num texto, a partir de uns simples traços na areia!
Gostei, sabes!

Um abraço.
Jorge P.G.

Dois Rios disse...

Minha querida,

Que coisa mais linda!

A vida é isso. Um sem fim de recomeços. Nos cabe repor as letras que o mar leva temos para que a VIDA não perca o seu sentido.

Encatanda!

Beijos meus,
Inês

xistosa - (josé torres) disse...

Carla

Parece-me que não ficou "colado" o comentário.
Uso mal a cola ... e ainda por cima é de má qualidade.
Sempre que faço um comentário maior, não tenho emenda.
Agora vou telegrafar.

Um poema em prosa com a música que a "breve aragem revolveu a areia" e nos entra pelos sentidos.
Quase um harpejo da areia, do mar, do vento, das aves, das nuvens e da miudagem.
Tudo numa palavra, que tudo resume - VIDA, (a redundância é propositada).

Nilson Barcelli disse...

O que tu és capaz de escrever a partir de uma simples palavra.
Parabéns pela tua criatividade narrativa. Tens fôlego, acho eu, para escreveres um romance.
Beijinhos.

Fernando Rozano disse...

a vida da palavra vida em bela metáfora e texto de rara beleza. meu abraço, Carla.

rosa dourada/ondina azul disse...

Bela homenagem à Vida !


Beijinho,

Ana S. disse...

Pois é. Apesar de todas as dificuldades, a vida vale sempre a pena!
Beijos

Marcelo Martins disse...

Que coisa mais linda isso que você escreveu...
Uma palavra tão pequena e tão significativa para quem tem a sensibilidade que você demonstra.
Lindo mesmo.

Beijinhos

JPD disse...

Olá Carla

Não é certo que a onda que apagou a primeira vogal da palavra que (d)escreveste correspondesse a um inexorável "apagão".
Não!
Apenas podera ter deixado uma ténue camada de areia -- qual eraser! -- para medir teu grau de segurança e determinação do valor que virias a exaltar.
Eteve a ser-te dada ma oportunidade.
É que quando a Babel foi construida e o criador descobriu a ambição humana, forçando a atribuição a cada um da utilização de uma lingua, provavelmente não os enfraqueceu totalmente, obrigou-os foi a aprender as correspondências linguísica para que o crescimento da torre passasse a ser um designio secundario.

Gostei do teu texto.

(Espero não ter divagado excessivamente...)

Vanessa. disse...

Perfeitas essas tuas palavrinhas :)

Agulheta disse...

Carla. Prosa poética de grande sensabilidade,onde se pode escrever os sentidos da alma mesmo sendo na areia.
Beijinho

Duarte disse...

VIDA, cheia de vida, que tu, com a tua constância, conseguiste manter com vida.
Bonita reflexão que transmite uma infinidade de sensações que logrei perceber.
Obrigado pela vida que deste a certas meditações, nas que outrora me vi enrolado, até que recuperei a VIDA...

Um grande abraço

Perla disse...

Muito bonito!
A vida se faz e se desfaz e se refaz... temos de ter a capacidade de a construir diariamente!

Beijinho

Pedro Branco disse...

As palavras escritas na areia são tão frágeis...

O AMOR DE DEUS TEM VÁRIAS TRILHAS disse...

Olá amiga...belo texto....lindo adorei.
Obrigado pela visita e um prazer em recebê-la sempre.
A paz de Jesus Cristo para você e os teus.
Iunes/Brasil

Rocket disse...

um narrador/a desses/as é de ter sempre à mão...

que adorável imagem

beijos

claras manhãs disse...

sabes Amiga
não há mais nada a dizer depois de Domingos Calafate
Ele disse tudo, só acrescentaria que é um texto perfeito

beijinho

O Árabe disse...

Duas vogais e duas consoantes... será coincidência que assim também seja o amor? :) Belo texto, amiga!

Val Du disse...

Tudo começou com a palavra.

Haja luz!
E luz é vida.

Grandes palavras as tuas.

Beijos

Fatyly disse...

V isualizando cada palavra
I ndo além do meu horizonte
D eixei cair uma lágrima
A VIDA é essa mesma fonte!

Não sou poeta e nem escrevo como tu, mas atrevo-me a dizer que para mim foi uma das prosas mais belas que li nos últimos tempos. Demorei a responder porque além de bater fundo as palavras sentidas foram mais de mil:)

Um beijo desta amiga com "Traços de vida" bem marcantes!

Amaral disse...

Carla
Gostei deste texto muito bem engendrado e prenhe de significado.
Bjo

Carla disse...

Rock Santeiro
Acho que vou mesmo acabar por aceitar o teu conselho...e já agora continua a passar por aqui
beijos

Carla disse...

Domingos
Perante as tuas palavras só te posso dizer OBRIGADA e adorei a versão do Sinatra que me enviaste
beijos

Carla disse...

Ferreira-Pinto
porque a vida, mais do que qualquer outra coisa merece um hino que fale da sua grandeza
beijos

Carla disse...

Pena
...traços que a vida nos oferece. Palavras lindas que aqui deixou
beijos

Carla disse...

Ana
amiga sabes como são importantes para mim as tuas palavras. Gosto muito que passes por aqui e adorei que tivesses deixado estas palavras.
Quanto ao resto já falamos sobre isso...
beijos lindos para ti

Carla disse...

Daniel
foi exactamente como se de um mini-filme se tratasse que eu descrevi esta ideia...belo olhar que me ofereceste sobre estas palavras
beijos

Carla disse...

Wind
a vida em palavras
beijos

Carla disse...

Mundo Azul
...pois é, por vezes coartamos partes da vida que nos fazem falta
beijos

Carla disse...

Naela
porqe o "ser" só por si já é mágico, assim como a vida
obrigada pelo mimo que me ofereceste
beijos

Carla disse...

Renata
ainda bem que não fechaste
depois passo para ver o novo post
beijos

Carla disse...

Mauro Rocha
...difícil mesmo, mas não deixa de ser uma arte
gostei do novo estilo
beijos

Carla disse...

Bandys
...porque a vida também é ar e liberdade
beijos

Carla disse...

Maripa
...e eu fico feliz que alguém com a sua sensibilidade os leia...fico com vontade de escrever mais e mais
muito obrigada e beijinhos doces

Carla disse...

Nuno
...porque a vida é simples, nós é que temos uma infinita capacidade de a complicar
beijos e bom resto de semana

Carla disse...

Justine
...palavras que se transforam em vida
beijos

Carla disse...

São
...sempre...
beijos

Carla disse...

Mateo
era mesmo isso que eu pretendia, aliás ainda pensei colocar a foto no fim do texto para não abrir logo o jogo, mas depois optei por deixá-la ficar no início, pois gosto muito dela
beijos

Carla disse...

Joy
feliz por teres gostado
beijos

Carla disse...

Rey
que bom que aceitaste esta viagem até à praia para descobrires a palavra vida
beijos

Carla disse...

Jorge p.g.
e que perfeita a tua leirura.Esse é mesmo cerne da idea que eu queria transmitr...a vida desgasta-se, mas nós temos sempre a capacidade de a reconstruir...difícil, sim...impossível, creio que não
muito obrigada pela leitura atenta
beijos

Carla disse...

Dois rios
...a vida é mesmo esse sem-fim de recomeços...resta-nos ter a força suficiente para o conseguirmos
beijos

Carla disse...

Xistosa
e que bela redundância!
o objectivo era mesmo criar essa envolvência...esse contacto com coisas belas, mas que por vezes podem ser destrutivas e apelar à nossa capacidade de as superarmos e de nos superarmos a nós próprios
beijos

Carla disse...

Nilson
...as palavras simples têm uma magia simples, mas especial
...o romance ficará para outras andanças, talvez
beijos e obrigada

Carla disse...

Fernando Rozano
se consegui dar vida à palavra vida fico feliz
beijos

Carla disse...

Rosa Dourada
é sim uma homenagem
as vezes estamos de pazes feitas, outras de costas voltadas...mas a verdade é que eu gosto muito dela...da VIDA
beijos

Carla disse...

Marcelo Martins
...o sentir da palavra vida
beijos

Carla disse...

JPD
é como eu gostei da tua análise...prolongaste nas tuas palavras o sentido das minhas.
E não foi certamente um apagão...apenas a possibilidade de uma nova...Vida
Nota: é tão bom ler estas divagações, obrigada por as teres feito
beijos

Carla disse...

Vanessa
obrigada pela leitura
beijos

Carla disse...

Agulheta
...bela imagem: escrever os sentidos da alma na areia
beijos

Carla disse...

Duarte
...que sejam meditações...com vida.
E que bom é ter forças para recuperar a vida!
beijos

Carla disse...

Perla
(re)construir a vida é uma prioridade diária
beijos

Carla disse...

Pedro Branco
...são sim, cabe a nós dar-lhe consistência
beijos

Carla disse...

O amor de Deus
...obrigada
beijos

Carla disse...

Rocket
...então tem
e obrigada pelo teu olhar para a imagem, gosto especialmente dela
beijos

Carla disse...

Claras Manhãs
e eu só te posso agradecer a visita e as palavras
beijos

Carla disse...

O Árabe
talvez seja mais do que coincidência...afinal completam-se as duas palavras, não achas?
beijos

Carla disse...

Val Du
...luz e vida...
beijos

Carla disse...

Fatyly
tu não és poeta...tu és a poesia.
As tuas palavras são sempre importantes para mim, acredita...quase sempre uma continuação daquilo que escrevo
obrigada por isso e por tudo o que dás
beijos

Carla disse...

Amaral
...que bom que desvendaste esse significado
beijos

Andreia do Flautim disse...

Bonitas palavras!

Carla disse...

Andreia
ainda bem que gostaste
beijos

varal experimental disse...

A vida é tudo!

Adorei!

Beijinhos

Carla disse...

Varal Experimental
é sim...tudo
beijos

LOURO disse...

Olá carla, simplesmente adorei o teu poema... Beijinhos,
Lourenço

Carla disse...

Louro
obrigada
beijos

© Piedade Araújo Sol disse...

uma prosa poética, muito bem escrita...

beij

Carla disse...

Piedade
obrigada
beijos

Paula disse...

Um texto vibrante, sensível e humano, em que um simples cenário do pôr-do-sol na praia, com as suas cores deslumbrantes, nos traz um aconchego indizível...
A natureza tem destas coisas... abraça-nos e sussurra-nos que devemos ter coragem para prosseguir a nossa vida, porque ela por si mesma já é bela!...

Sincero abraço

Carla disse...

Paula
as verdades que a natureza nos consegue dizer...
obrigada por tudo
beijinhos

jo ra tone disse...

A vida é bela
Todos nos devíamos preocupar mais com a de cada um
Bonito texto, linda reflexão.
Beijinho

Carla disse...

Jo ra tone
é bela sim senhora...apesar das preocupações que suscita
beijos

douglas D. disse...

a vida perde o sentido quano ausente de dor.
bjo

Carla disse...

douglas D
infelizmente é nesses momentos que reconhecemos o verdadeiro sentido da vida
beijos

SAM disse...

Carla,

Um belíssimo texto. Alma sensível! Maravilhada e agradecida pela bela partilha.


Grande beijo!

Carla disse...

Sam
obrigada por aceitares a partilha
beijos

Eduardo Aleixo disse...

Que lindo texto, Carla. Belo e cheio de tanto significado. Quatro letrinhas, sim, mas basta uma delas desaparecer! É como as pancadas do coração: uma só pancada é como a onda do mar...Ou a bola das crianças...Ou a pata da gaivota. Também gostei de te ver sentada na areia com os olhos nas nuvens, ou sentada nas nuvens com os olhos na areia? Ou eram as nuvens sentadas nos teus olhos? Ou...
Bom fim de semana, amiga.
Eduardo Aleixo

pin gente disse...

gosto de escrever na areia da praia. de o fazer junto do mar. ver desaparecer as letras no doce balanço das ondas. palavras que não farão história. palavras que vão flutuar. por isso as partilho com o mar.

sempre doce a tua forma de escrever.
um beijo, carla

mdsol disse...

Gostei de ler! A clareza das palavras a acompanhar a clareza do sentir!
é um prazer...
.))

Fernando Rodrigues disse...

Simplesmente notavel

bjus
Fernando

biazinha disse...

Fantástica a maneira com lida com as palavras...és uma acrobata da poesia!

Beijos.

Wolf disse...

Carla...

vale a força das palavras ..
vamos insistindo , plenos de nós mesmo para que a Vida seja digna de ser Vida..
e decerto que tu és Vida..


kiss Kiss

Gasolina disse...

Texto profundo: como o mar.
Texto poético: como a cor do mar.
Texto de vida: como as marés.

Em grande, Carla.

Um beijo

fi disse...

A vida se não tivesses estes desatinos e estas lutas não era vida... era apenas existir...
Tantos são os que existem sem viver!

Maior beijo *

disse...

Carla,
não me canso de repetir...Que DOM o teu...que prazer passear por aqui...
Um grande beijo e minha admiração !

JOSÉ NEVES disse...

Uma simples palavra define aquilo que acabei de ler por aqui: FANTÁSTICO.

Os meus sinceros parabéns e um beijinho com Amizade.

Pandora disse...

Com a história de uma palavra, construíste um hino à Vida, com a praia como cenário. Maravilhoso!

Beijos

Carla disse...

Eduardo Aleixo
...ou a poesia das tuas palavras a dar cor a este dia tão cinzento...obrigada
beijos

Carla disse...

Pin gente
...adoro partilhar sentimentos com o mar...sabe ouvir, sabe sussurrar
obrigada amiga
beijos

Carla disse...

mdsol
...prazer é ter-te aqui neste espaço
veijos

Carla disse...

Fernando Rodrigues
obrigada pela leitura
beijos

Carla disse...

Biazinha
simpático o teu olhar
beijos

Carla disse...

Wolf
...momentos de vida, pelo menos
beijos

Carla disse...

Gasolina
...um texto com palavras de vida
obrigada
beijos

Carla disse...

Fi
...tantas vezes existimos sem viver...umas vezes por medo outras por desconhecimento
...mas a força da vida acaba sempre por surgir
beijos

Carla disse...

Vi
...que dizer do teu espaço onde a beleza é uma constante
...agradeço eu as tuas visitas
beijos

Carla disse...

José Neves
obrigada pelas palavras simpáticas
beijos

Carla disse...

Pandora
...obrigada, afina há tanta vida no mar...
beijos

Twlwyth disse...

Gosto muito de observar o cair da tarde na praia, embora raramente tenha essa oportunidade. Gostei de ler as tuas observações. Foi como se também lá estivesse.

Beijo

Carla disse...

Twlwyth
sempre que posso faço o mesmo.
obrigada pela visita
beijos

L.Reis disse...

...persistentes, reescrevemos a vida, contra a voragem das marés...

Carla disse...

L.Reis
...porque ser persistente é uma virtude
beijos

dragonfly disse...

Olá Carla!
Confesso que já não vinha ler-te há algum tempo... e só eu sei o que perdi... continuo a adorar visitar este teu recanto... e gostei particularmente deste texto... Continua sp a deliciar os sentidos dos que te lêem...

Um beijinho..

Carla disse...

dragonfly
amiga espero que continues a passar por aqui e a gostar do que escrevo
beijos

ivone disse...

a vida tem de ser vivida ou não...
sobreviver é mais doloroso


bj

Carla disse...

Ivone
...é sim...mas quantas vezes sobrevivemos apenas
beijos

isasidney disse...

GARRAFA AO MAR

Publicar um livro é fácil. Divulgá-lo, o mais difícil. Peço a sua compreensão, ao lançar, no mar da Internet e no seu blog, a minha LUA QUEBRADA!

Um livro para mexer com sua libido. Um romance inesquecível, pela carga de amor, entrega, paixão e erotismo no encontro nada convencional entre um professor e sua aluna.

Publicação da Editora Biblioteca24x7, que comercializa obras pela Internet (edição on-line e impressa).

Buscar, na seção ERÓTICO (ÁREA, à esquerda), esta obra:

LUA QUEBRADA

Autor: Isaias Edson Sidney

ISBN: 978-85-61590-45-1

Só disponível pela Internet, no endereço abaixo:

http://www.biblioteca24x7.com.br

LUA QUEBRADA: PARA INCENDIAR SUA IMAGINAÇÃO!

http://luaquebrada24x7.blogspot.com/

Carla disse...

isasidney
felicidades para o teu livro
beijos

O Profeta disse...

Um belissimo texto...marcante!


Doce beijo

Carla disse...

O Profeta
obrigada
beijos

Meg disse...

E a vida é isso mesmo, como essas letras na areia, também ela está sujeita aos imponderáveis, que nos exigem uma constante atenção, para repôr a ordem onde ela é alterada. São esses os traços das nossas vidas.
Um abraço

Só Eu disse...

Olá Carla
Terminei um trabalho importante e agora vou deliciar-me a ler-te.
Beijinhos

Carla disse...

Meg
...tens razão são mesmo esses os traços das nossas vidas
beijos

Carla disse...

Só eu
espero que tenha corrido tudo bem
obrigada...boa estadia
beijos

Olhos de Mel disse...

Oie linda! Bela prosa poética! O tema, a paisagem, são realmente, inspiradores, principalmente, nas mãos que transformam palavras em desalinhos, em habilidosas palavras, cheias de sentimento e emoção.
Bom fim de semana!
Beijos

Carla disse...

Olhos de mel
que bom que gostaste
beijos

Ivan disse...

Segunda vez que aqui venho.
Segunda vez que me impressiono.
Muito bonito ler você nesse texto. Muito bonito.

Obrigado pelo carinho da visita.

Luciano disse...

A vida!!! Essa sim é a chave...
Muito lindo
Abraços
Lucci

Carla disse...

Ivan
obrigada
volta sempre
beijos

Å®t Øf £övë disse...

Carla,
E não será que a vida, esse bem tão precioso, muitas vezes é passada numa constante e inevitável fuga à morte?
Muitas vezes dou por mim a pensar que nós gastamos o tempo que a vida nos concede, numa inglória fuga ao fim. Mas a vida não é isso, a vida é para ser aproveitada em cada segundo que ela nos oferece.
Bjs.

Paulo Lopes disse...

Andar sempre acima da linha da maré... A ideia é pouco mediterrânica mas a metáfora muito interessante. Sobretudo muito bem escrita.
Onde é que se come bem por aqui? Não me apetece voltar para "casa"...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Nossa, que texto lindo e vaiiiiiiiiiiiiiii. Como todos me deram força para não sair, por enquanto ficarei. Fiz novo post, um pouco mais longo ainda do que os outros, porque no fim enchi de flores, que cada qual pegue a sua.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Carla disse...

Art of love
acho que já me preocupei mais com a questão da morte...actualmente acho preferível aproveitar os minutos que a vida nos concede
beijos

Multiolhares disse...

penso que sao esses pequenos momentos,onde damos valor a cada instante a cada palavra, sao esses os momentos chamados felicidade, quantas vezes passamos por coisas simples ou mesmo complexas na vida, elas estavam la para as vermos mas cegos passamos em frente.

fui ler o resto do poste anterior,ja me tinham falado mas alguns anos atras que os avioes em cuba eram um tormento afinal ainda assim continua

beijinhos

Carla disse...

Luciano
obrigada pela tua leitura
beijos

Carla disse...

Paulo Lopes
obrigada ...e se quiseres arranja-se uns petiscos com aroma de maresia
volta sempre
beijos

Carla disse...

Renata
obrigada pela visita
beijos

Carla disse...

Multiolhares
tens toda a razão...a felicidade está quase sempre nas nossas mãos, nós é que muitas vezes estamos ocupados demais para o descobrir.
Pouca coisa mudou em Cuba, do meu ponto de vista
beijos

Gabriela de Sousa disse...

Olá!
É muito interessante a maneira como o texto se desenrola, até chegar ao verdadeiro centro da acção, neste caso a VIDA.
De facto, por muitas contradições que a vida traga, bem como dificuldades (personificados pelos vários agentes que iam apagando a palavra), o importante é não olhar para baixo nem para os lados (podemos deter-nos em possíveis distracções) mas caminhar sempre em frente. A VIDA faz-se todos os dias e devemos ter preserverança e lutar por aquilo que acreditamos. E, sobretudo, nunca deixar que a dita "palavra" (ou sentido da VIDA) se apague.

Um hino à VIDA para ser apreciado!

Beijos

Crisfonseca disse...

Poema, texto, emcocionante. Tua escrita Carla, é simplesmente sublime. você tem o dom de por nas palavras tua alma. Parabéns.
Beijos,
Cris

Carla disse...

Gabriela de Sousa
...e essa é a maior dificuldade
beijos

Carla disse...

Cris Fonseca
...obrigada pela avaliação
beijos

Gato Aurélio disse...

Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra
e seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo.
Não colhas no chão o poema que se perdeu.
Não adules o poema.
Aceita-o como ele aceitará sua forma
definitiva e concentrada no espaço.

Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível que lhe deres:
Trouxeste a chave?

Carlos Drummond de Andrade

;O)

Carla disse...

Gato Aurélio
obrigada pela oferta deste belo poema
beijos

fotógrafa disse...

Não é preciso prometer que serás
"um amigo para sempre".Basta
sê-lo.Basta dizer sim ao dom
que cada um é para o outro e
aquecer-se no calor desse milagre.

Bom FDS
abraço

Carla disse...

fotógrafa
que tenha um bom fim de semana
beijos

Verdinha disse...

Simplesmente ... belo !
Nunca desista na vida, volta sempre a escrever uma história !
Beijinhos verdinhos

Carla disse...

Verdinha
às vezes dá vontade de desistir, porque ela prega-nos partidas com as quais não contamos, mas é preciso seguir em frente
beijos

Ana Martins disse...

Amiga Carla,
Cá está a presentear-nos com mais um fantástico texto, uma linda prosa poética.

Fantástico, adorei,

beijinhos

titofarpas disse...

Um óptimo fim de semana.
Beijos

O Sibarita disse...

Dona moça que texto porreta!


E como escreve essa menina, valha-me Deus!

bjs
O Sibarita

OLHAR VAGABUNDO disse...

beijo vagabundo

Suave-Toque disse...

Olá minha amiga, vim desejar-te um ótimo final de semana.
Beijo de carinho

Suave Toque

poetaeusou . . . disse...

*
as tuas palavras,
são carícias de brisas,
consoantes de vida,
em vogais de flor,
são livres, sem escolhos,
traquinas maresias,
são gestos de amor,
são sílabas sentidas,
lidas nos teus olhos,
,
marés de saudade, deixo
,
*

Cleo disse...

Uau!!! Carlinha, menina! O que fazes com as palavras heim? Mas tudo o que pensei dizer, escrever, todos já disseram aqui, simplesmente divinal. e a amiga Ana Margarida está certa, quando teremos a edição destes teus escritos? Eu apoio e dou força, vamos lá. Esse texto arrasou.
Beijos mil e um esplêndido final de semana.
Cleo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Por motivos horríveis que não pude contornar, fui obrigada a fazer um post cala-boca. Pegue suas flores, não é preciso ler tudo.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

OUTONO disse...

Boa amiga.

SE tivesse poder...se fosse patrão da maior cadeia de teleevisão do mundo...nomeava-te REPORTER MOR.

Que simplicidade de palavras na "denúncia" de uma palavra amputada, na maresia do teu passeio...

Depois o orvalho de imaginação do teu gesto...e as brincadeiras dos "putos", para definir um dos mais reais encontros do acaso.

Que todos os "desalinhos" fossem assim.

Beijinho de saudade.

Sei que existes disse...

Parece-me que em todo o teu post há uma homenagem há vida a ser vivida... a foto, história e todo o seu contexto!
Beijo grande

Carla disse...

Ana Maria
que bom que gostaste da oferta
beijos

Carla disse...

Tito farpas
...obrigada...tudo de bom
beijos

Carla disse...

O Sibarita
...e que prazer em que me leias
beijos

Carla disse...

Olhar vagabundo
...beijos em desalinho

Carla disse...

Suave toque
obeigada
beijos

Carla disse...

poetaeusou
carícias são as palavras que aqui deixas
beijos

Carla disse...

Cleo
...obrigada
beijos

Carla disse...

Renata
...passo já para colher as flores
beijos

Carla disse...

Outono
...que mais posso desejar depois de tão doces palavras
obrigada pelo teu olhar sempre perfeito
beijos outonais

Carla disse...

Sei que existes
...tens toda a razão...uma homenagem à vida, mesmo quando ela nos prega algumas rasteiras
beijos

Cöllyßry disse...

As palavras são tão importantes, e este texto bem recheado está o maximo...

Voltei, tambem no olharIndiscreto
Dos dois deixo mei terno beijito

Carla disse...

Colybry
obrigada por entenderes o sentido das palavras
passo já pelo teu canto
beijos

Just me disse...

Lindo... Sem palavras

R.G. disse...

Vida que por vezes nos quer escapar...

Beijo perdido

andorinha disse...

Contra ventos e marés, o importante é acreditar que a VIDA vale a pena.
Excelente a forma como o disseste.
Um beijo.

GarçaReal disse...

A vida.....

O rumo ....
O caminho....
O sonho....
A alegria...
A trisrteza...
Um todo...

A vida....

Bjgrande do Lago

Carla disse...

Just me
obrigada eu
boa semana

Carla disse...

R.G.
...quantas vezes parece fugir-nos pr entre os dedos
beijos

Carla disse...

Andorinha
...e entre dores e alegrias vamos aprendendo a viver
boa semana

Carla disse...

Lago Real
...porque a vida é o TODO
beijos

Sara V. disse...

Amiga,
Este, além da beleza e graciosidade habitual, tem a magia de ser uma história sem história inteligentemente construída. Divinalmente pensada e Majestosamente redigida. Adorei!
Parabéns!

Beijinhos

Carla disse...

Sara V
doces as tuas palavras
beijos

Klatuu o embuçado disse...

Espesso - narrar só vale a pena quando algo há para dizer...

Carla disse...

Klatuu
tens toda a razão
beijos

Parapeito disse...

Simples e Belo...dá para sentir o cheiro..escutar o mar...Profundo...
Gostei de te ver no parapeito
*****

Carla disse...

Parapeito
e eu adoei passar por lá, como gostei imenso do teu comentário
beijos

Carlos disse...

já sentia a falta das tuas introspecções e das imagens a que nos transportas.
Agora é maravilhoso o olhar no horizonte ao fim da tarde junto ao mar. Faço muita vez esse jogo com ele.

bj

Carla disse...

Carlos
...uma viagem até ao mar...é sempre um convite irrecusável
beijos